• Facebook
  • Myspace
  • Twitter
  • Google+

Reviews Mais Recentes


Rasgo - Ecos da Selva Urbana


Terror Empire - Obscurity Rising


Painted Black - Raging Light


Wolves in the Throne Room - Thrice Woven


Celeste - Infidèle(s)


Moonspell - 1755


Battle Dagorath - II - Frozen Light of Eternal Darkness


Kalmankantaja - Routamaa


Archspire - Relentless Mutation


Tod Huetet Uebel - N.A.D.A


Benthik Zone - Via Cosmicam ad Europam ab Gelid Inferis


Acherontas - Amarta अमर्त (Formulas of Reptilian Unification Part II)


Progenie Terrestre Pura - oltreLuna


Vita Imana - El M4l


Overkill - The Grinding Wheel


Time Lurker - Time Lurker


Warbringer - Woe to the Vanquished



Akercocke - Renaissance in Extremis


Neige et Noirceur - Verglapolis


Process Of Guilt - Black Earth


Dephosphorus - Impossible Orbits


Samsara Blues Experiment - One With the Universe


Æther Realm - Tarot


Psygnosis - Neptune


Schammasch - The Maldoror Chants: Hermaphrodite


Altar of Betelgeuze - Among The Ruins


Nargaroth - Era of Threnody


Condor - Unstoppable Power


Holy Blood - Glory to the Heroes


The Flight of Sleipnir - Skadi


The Obsessed - Sacred


Necroblood - Collapse of the Human Race


Full of Hell - Trumpeting Ecstasy


Funeralium - Of Throes And Blight


Nightbringer - Terra Damnata


The Sarcophagus - Beyond This World's Illusion


Chaos Synopsis - Gods of Chaos


Farsot - Fail.Lure


Unearthly Trance - Stalking the Ghost


Daemon Forest - Dissonant Walk


The Ruins of Beverast - Exuvia


Novembers Doom - Hamartia


Funeral Tears - Beyond The Horizon



Summoner - Beyond the Realm of Light

Metal Imperium - Merchandise

.
Para encomendar, enviar email para: metalimperium@gmail.com

Concertos em Destaque

Tradutor

Entrevistas Mais Recentes



































Queens of the Stone Age confirmados no NOS Alive'18

Os Queens of the Stone Age foram confirmados para a próxima edição do NOS Alive, que vai ocorrer entre os dias 12 e 14 de Julho de 2018(...)

Under The Doom V anuncia um cancelamento e respetiva substituição

O cartaz do Under The Doom V, que vai ocorrer entre os dias 30 de Novembro e 2 de Novembro, acaba de sofrer uma ligeira alteração. Os franceses Funeraliumoi (...)

Corrosion Of Conformity lançam novo álbum em Janeiro

Os americanos Corrosion Of Conformity estão a preparar-se para lançar, a 12 de Janeiro, o seu novo álbum “No Cross No Crown”, pela Nuclear Blast Entertainment. (...)

SWR Barroselas Metalfest revela primeiras confirmações

O festival SWR Barroselas Metalfest anunciou hoje as primeiras confirmações para a edição do próximo ano. O evento, que vai ter lugar de 27 a 29 de Abril(...)

Graveyard em Portugal - Revelada banda de abertura

Como é sabido, os suecos Graveyard vão atuar na sala Lisboa Ao Vivo, já no próximo dia 25 de Novembro. Os portugueses(...)

Os Life of Agony trazem-nos o seu quinto álbum de estúdio “A place where there’s no more pain”. Vamos desvendar esta forte e renovada energia...

M.I. - Este novo álbum é, sem dúvida, um regresso poderoso. Como se sentem acerca do mesmo?

Nós realmente não poderíamos estar mais felizes com a forma como  isto correu. Sabe tão bem poder estar por detrás de um produto como este. Investimos longos meses na criação e estamos super entusiasmados por o resto do mundo o poder ouvir.


M.I. - Tendo em conta o seu nome, onde é esse “lugar” onde não existe mais dor? É dentro de nós?

Nós sentimos que estamos a criar esse lugar através da música e das letras. É como este espaço imaginário no qual este álbum te põe para lidar com as batalhas da vida mais facilmente. Ajuda muito as pessoas a saberem que não estão sozinhas com os seus sentimentos... Isso é o que este disco diz em tantas palavras.


M.I. - As vossas letras são maioritariamente acerca de sentimentos. Qual é o seu propósito? 

O que mais é que podes escrever acerca que realmente capturará o coração e a alma de alguém? Nós, como banda, somos essa ligação com os ouvintes. Nós queremos fazê-lo sentir algo. Seja para ajudar a revelar os seus medos ou enfrentar uma luta, no fim, geralmente ajuda, mesmo que doa inicialmente.


M.I. - Porque escolheram “Life of Agony” como o nome da banda?

O Alan teve este sonho maluco e viu as palavras “Life of Agony” nele. Perguntou-nos o que pensávamos sobre chamar isso à banda no dia seguinte e nós concordámos!  


M.I. - Quais são as vossas principais influências?

A vida, o amor, a família e boa música... Eu ouço tudo desde Metallica a Bob Marley, Muse a Sepultura. Tudo quanto me mova fisicamente ou emocionalmente tem influência em mim.


M.I. - Quase seis anos depois, consideram que os vossos fãs têm mente aberta relativamente ao/à Keith/ Mina Caputo?

Sem dúvida. O apoio à Mina tem sido nada menos do que maravilhoso. Os antigos e os novos fãs aceitaram-na de braços abertos e é tão bom ver a Mina feliz. A banda tem mais poder e fogo do que nunca.


M.I. - Desde a vossa segunda reunião, em 2014, até agora, como evoluiu a vossa música? 

A banda está numa posição melhor por toda a parte. Eu acredito que nós percebemos a dinâmica entre cada um de nós mais do que nunca. Isto, de facto, reflete-se na música e na confiança entre nós. Nós estamos mais unidos fora do palco, o que nos torna mais unidos no palco. Connosco, é tão simples quanto isso.


M.I. - Qual é a sensação de estarem juntos novamente em palco?

Melhor do que nunca.


M.I. - O álbum “River Runs Red” foi um sucesso tremendo. Quais são as vossas expectativas relativamente ao feedback deste novo álbum?

Nós estamos a obter uma reação tremenda deste álbum. Alguns fãs estão a relacioná-lo com o impacto que o “River Runs Red” teve neles. Nós vemo-lo como um dos nossos melhores discos e é uma peça intemportal com certeza. Só podemos ver como evolui a partir daqui, mas até agora tem corrido bem!


M.I. - Os Life of Agony estarão em Espanha, em junho. Quando é que vos veremos em Portugal?

Nós esperamos abranger muitos locais que não abrangemos nos últimos anos. A nossa agência está a agendar mais e mais para 2018. Mantenham os olhos abertos para atualizações acerca de onde estaremos.


M.I. - Muito obrigada pelo vosso tempo. Por favor, deixem uma mensagem aos fãs portugueses e aos nossos leitores.

Obrigado a todos os fãs de LOA por aí... Sem vocês, nós não seríamos nada!

For English version, click here.

Entrevista por Dora Coelho