• Facebook
  • Myspace
  • Twitter
  • Google+

Candidata-te

A Metal Imperium encontra-se a recrutar colaboradores para redação de notícias, reviews de álbuns ou entrevistas a bandas.

Quem quiser fazer parte desta equipa poderá candidatar-se contactando-nos por email: metalimperium@gmail.com



Reviews Mais Recentes

Uada - Cult of the Dying Sun


Occultum - In Nomine Rex Inferni


Monolithe - Nebula Septem


Morag Tong - Last Knell of Om


Haunted - Dayburner


Djevel - Blant Svarte Graner


Raw Decimating Brutality - Era Matarruana


Czort - Czarna Ewangelia


Kinetik - Critical Fallout


Dopethrone - Transcanadian Anger


Abhor - Occulta ReligiO


Refuge - Solitary Men


Sevendust - All I See Is War


Black Fast - Spectre of Ruin


Sleep - The Sciences


Tomb Mold - Manor of Infinite Forms


Taphos - Come Ethereal Somberness


Wrath Sins - The Awakening


Judas Priest - Firepower


Bleeding Through - Love Will Kill All


Ihsahn - Àmr


Alkaloid - Liquid Anatomy


Filii Nigrantium Infernalium - "Fellatrix


Amorphis - Queen of Time


Ghost - Prequelle


Angelus Apatrida - Cabaret de la Guillotine


Bleed From Within - Era


Painted Black - Raging Light


Necrobode - Metal Negro da Morte


Pestilence - Hadeon


Tortharry - Sinister Species


Inframonolithium - Mysterium


Somali Yacht Club - The Sea


Dallian - Automata


Total Pageviews

Concertos em Destaque

Tradutor

Entrevistas Mais Recentes



































The Sword vão entrar num hiato

Corte quase fatal no futuro dos The Sword, uma vez que a banda texana anunciou há dias que fará uma pausa, embora tenha lançado ainda em março (...)

Hate Eternal lançam áudio de "Nothingness of Being"

A banda de death metal irá lançar o novo álbum, Upon Desolate Sands, a 26 de outubro através da Season Of Mist. Depois de desvendar (...)

Alterações no alinhamento do Festival Bardoada e Ajcoi

O Festival Bardoada e Ajcoi anunciou a substituição de duas das bandas previamente confirmadas. (...)

Marky Ramone em Portugal no próximo mês

O veterano Marky Ramone tem dois espectáculos marcados para o nosso país, que serão nada mais, nada menos, do que o warm up para o Lisbon Tattoo Rock Fest 2018. (...)

Behemoth lançam nova música "Wolves Ov Siberia"

"Wolves Ov Siberia", o novo vídeo de Behemoth, pode ser visto acima. A música faz parte do próximo álbum da banda, "I Loved You At Your Darkest", (...)


A quinta edição do Mosher Fest teve lugar no passado sábado, 20 de Maio, no Cascata Club (Coimbra), com um cartaz que apresentou vários sub-géneros dentro do universo do metal.

A noite começou à hora marcada com a actuação dos Trepid Elucidation. Este jovem grupo lisboeta de tecnical death metal, lançou recentemente o seu álbum de estreia Upcoming Reality, pela Mosher Records. Ainda com a casa muito vazia, a banda entrou com o pé direito e mostrou o porquê de serem uma das maiores promessas do underground nacional. Na plateia, houve algum headbang - embora tímido -, despertado pelo poderio musical do quarteto. Um bom início de noite!

Com a casa já mais composta, os lisboetas Bleeding Display brindaram-nos com a sua sonoridade mais virada para o brutal death. Com Sérgio, o vocalista banhado em “sangue” e acompanhado do seu machado de estimação, a banda entrou a abrir e proporcionou os primeiros momentos de mosh da noite, tendo sido evidente uma maior adesão do público. Dedicaram, ainda, um medely de duas músicas de Kreator e Slayer ao organizador do evento e contaram com a participação especial de Marco Fresco (Tales For The Unspoken), que apareceu em palco ensaguentado a rigor, na música  Remains to be Seen.

Enérgicos como sempre, os  Grankapo – também de Lisboa - apresentaram o seu hardcore agressivo e in your face. Em completa sinergia com o público sedento de violência e emoção, não houve um único momento de pausa, de inicio ao fim do concerto. Muito mosh, crowdsurfing e stage diving, tudo isto incitado - e aceite, com máxima aprovação, pelo público - pelo vocalista do grupo. 

Nome de referência do heavy metal nacional, os Attick Demons depressa se fizeram sentir em casa, embora, segundo as palavras dos mesmos, um festival dedicado ao mosh não costume ser um palco habitual para o heavy género que praticam. Mas a receção que tiveram veio provar que há espaço para tudo. Um concerto com uma incrível presença em palco e muita dedicação por parte da banda, perante uma casa composta e interessada no que se estava a passar naquele palco. Houve ainda tempo para uma dedicatória especial do tema Thank You (da edição especial japonesa do álbum Let’s Raise Hell) ao público e à organização.

Donos de um thrash poderoso, os espanhóis Angelus Apatrida figuravam-se como a banda mais agurdada da noite, não tendo defraudado expectativas. Cerca de 90 minutos de riffs rápidos e a rasgar, que agitaram os ânimos e a vontade de mosh, ligeiramente adormecida pela actuação anterior. Com um setlist variado e a abranger a vasta discografia da banda, instalou-se uma autêntica batalha campal na plateia, do inicio ao fim da actuação, tal como manda a lei! O final perfeito para uma noite de boa música, muito convívio e animação. Em Novembro há mais!



Texto e fotografias por Rita Limede
Agradecimentos: Mosher