• Facebook
  • Myspace
  • Twitter
  • Google+

Reviews Mais Recentes


Iron Reagan - Crossover


Lich King - Omniclash


Demonic Resurrection - Dashavatar


Black Anvil - As Was


Benighted - Necrobreed


Mechina - As Embers Turn To Dust


Adamantine - Heroes & Villains


Barathrum - Fanatiko


Persefone - Aathma


Blame Zeus - Theory Of Perception


Kreator - Gods Of Violence


Lock Up - Demonization


Obituary - Obituary


H.O.S.T. - Bastard Of The Fallen Thrones


Antropomorphia - Sermon Ov Warth


Fall From Perfection - Metamorph


Pallbearer - Heartless


Mastodon - Emperor Of Sand


wolfheart - Tyhjyys


Sinister - Syncretism


Primal Attack - Heartless Oppressor


Grog - Ablutionary Rituals

Metal Imperium - Merchandise

.
Para encomendar, enviar email para: metalimperium@gmail.com

Concertos em Destaque

Visitantes

Tradutor

Entrevistas Mais Recentes



































Dying Fetus revelam detalhes do novo álbum

Os Dying Fetus vão lançar o seu novo álbum, "Wrong One To Fuck With", a 23 de Junho pela editora Relapse Records, e será o tão aguardado sucessor de "Reign Supreme", lançado em 2012.(...)

Novembers Doom - Novo álbum disponível para audição na íntegra

O novo álbum dos norte-americanos Novembers Doom, intitulado "Hamartia", é lançado hoje pela The End Records. Este trabalho pode ser ouvido na íntegra através desta ligação. (...)

SWR Barroselas Metalfest XX - Horários das atuações

Ampliando a imagem acima, é possível conhecer o horário de atuação de cada uma das bandas que irá compor o SWR Barroselas Metalfest XX. Recorde-se que o festival ocorre entre os dias 27 e 30 de Abril, em Barroselas. (...)

Tony Iommi está a trabalhar em novo material de Black Sabbath

O já conhecido guitarrista dos Black Sabbath, Tony Iommi confirmou em entrevista que está neste momento a juntar e trabalhar o som do último concerto que a banda deu, em Birmingham, e também há rumores(...)

Tankard lançam novo vídeo com letra

Os Tankard lançaram um novo video com letra para a música "Arena Of The True Lies", que fará parte do seu sétimo álbum de estúdio, "One Foot In The Grave"(...)


Os suíços Schammasch já não são estranhos nenhuns, no panorama do Black Metal atual.  Tendo ganho exposição especialmente o ano passado, com o monolítico triplo album, “Triangle”, os Schammasch têm sido uma constante referência para o Avant-Garde Black Metal moderno e, um ano depois apenas, estão de volta com uma obra que representa o início de um novo ciclo. 

Enquanto que o precedente, “Triangle”, marcou o final da trilogia numérica de álbuns e uma catarse conceptual da banda, este novo EP, “The Maldoror Chants: Hermaphrodite”, marca o início de uma nova era na carreira da banda, não apenas por constituir a primeira manifestação de uma nova série de lançamentos inspirados no romance poético, “Les Chants de Maldoror”, escrito por Isidore-Lucien Ducasse; como pelo facto de representar um marco importante na evolução sónica dos helénicos. 

Para quem ouviu o “Triangle”, este EP pode ser sucintamente descrito como um híbrido entre o 2º e 3º discos desse album. É um album Avant-Garde em toda a sua essência e uma experimentação com atmosferas e emoções que se vai tornando progressivamente mais intensa e envolvente à medida que o album progride, focado em narrar uma história e em mergulhar o ouvinte nas profundezas do seu próprio pensamento, desafiando-o a autoavaliar-se e a combater os repugnantes preconceitos da humanidade. 

Apesar de tudo isto, a característica mais única deste EP é o modo como a banda rejeita por completo a composição musical formulaica e estruturada e se foca na fluidez das músicas, na naturalidade com que a instrumentalização flui ao longo destas 7 faixas, sendo esta composta por riffs magnéticos, geralmente em tempos lentos, que funcionam como uma tela de Dark Ambient sobre a qual são pincelados os outros elementos, uma prestação memorável na bateria com uma execução absurda e um estilo totalmente distinto fundindo percussão tribal com blast beats e uma sólida execução vocal que varia entre solenes linhas de Spoken Word e belos coros ritualísticos. 

Este é o protótipo de obra que deve ser ouvida na íntegra, de início ao fim, pois nenhuma das suas faixas faz sentido isolada. 

Acho portanto de louvar a tentativa dos Schammasch de continuar a expandir os horizontes de Black Metal e, apesar desta obra não estar isenta de falhas nem de alguma excessiva repetição de ideias, é uma que não deve ser ignorada neste ano de 2017 e que desperta a curiosidade para o que os suíços irão conjeturar no futuro. 

Nota: 8.4/10

Review por Filipe Mendes