• Facebook
  • Myspace
  • Twitter
  • Google+

Candidata-te

A Metal Imperium encontra-se a recrutar colaboradores para redação de notícias, reviews de álbuns ou entrevistas a bandas.

Quem quiser fazer parte desta equipa poderá candidatar-se contactando-nos por email: metalimperium@gmail.com



Reviews Mais Recentes

Uada - Cult of the Dying Sun


Occultum - In Nomine Rex Inferni


Monolithe - Nebula Septem


Morag Tong - Last Knell of Om


Haunted - Dayburner


Djevel - Blant Svarte Graner


Raw Decimating Brutality - Era Matarruana


Czort - Czarna Ewangelia


Kinetik - Critical Fallout


Dopethrone - Transcanadian Anger


Abhor - Occulta ReligiO


Refuge - Solitary Men


Sevendust - All I See Is War


Black Fast - Spectre of Ruin


Sleep - The Sciences


Tomb Mold - Manor of Infinite Forms


Taphos - Come Ethereal Somberness


Wrath Sins - The Awakening


Judas Priest - Firepower


Bleeding Through - Love Will Kill All


Ihsahn - Àmr


Alkaloid - Liquid Anatomy


Filii Nigrantium Infernalium - "Fellatrix


Amorphis - Queen of Time


Ghost - Prequelle


Angelus Apatrida - Cabaret de la Guillotine


Bleed From Within - Era


Painted Black - Raging Light


Necrobode - Metal Negro da Morte


Pestilence - Hadeon


Tortharry - Sinister Species


Inframonolithium - Mysterium


Somali Yacht Club - The Sea


Dallian - Automata


Total Pageviews

Concertos em Destaque

Tradutor

Entrevistas Mais Recentes



































The Sword vão entrar num hiato

Corte quase fatal no futuro dos The Sword, uma vez que a banda texana anunciou há dias que fará uma pausa, embora tenha lançado ainda em março (...)

Hate Eternal lançam áudio de "Nothingness of Being"

A banda de death metal irá lançar o novo álbum, Upon Desolate Sands, a 26 de outubro através da Season Of Mist. Depois de desvendar (...)

Alterações no alinhamento do Festival Bardoada e Ajcoi

O Festival Bardoada e Ajcoi anunciou a substituição de duas das bandas previamente confirmadas. (...)

Marky Ramone em Portugal no próximo mês

O veterano Marky Ramone tem dois espectáculos marcados para o nosso país, que serão nada mais, nada menos, do que o warm up para o Lisbon Tattoo Rock Fest 2018. (...)

Behemoth lançam nova música "Wolves Ov Siberia"

"Wolves Ov Siberia", o novo vídeo de Behemoth, pode ser visto acima. A música faz parte do próximo álbum da banda, "I Loved You At Your Darkest", (...)


O Festival Portalegre Core regressou para a sua quinta edição ao Centro de Artes e Espectáculos de Portalegre (CAEP), lugar que tem sido a sua "casa". Em 2018 realizou-se um pouco mais tarde que habitual, em Novembro - normalmente acontece no Verão - mas com as sonoridades habituais: Metal, como prato principal.

No espaço acolhedor do Café-Concerto, oito bandas, divididas por dois dias, levaram a que os fãs da capital de distrito do Alto Alentejo saíssem de casa e dissessem "presente!". O resultado foram dois dias de casa praticamente cheia.

As duas bandas que encabeçaram o cartaz, os espanhóis [In Mute] e os russos Fallcie, demonstraram a aposta da organização "Portalegre Core" nas "Female Fronted Metal Bands", tal como aconteceu no Warm-Up, com a presença dos também espanhóis Synlakross. 

Outra das grandes diferenças em relação a anos anteriores, foi o facto do alinhamento desta quinta edição não ter qualquer banda de Punk, sendo exclusivamente formado por bandas de Metal.


Dia 2 de Novembro

O arranque ficou a cargo dos nortenhos In Vein, que quiseram desde logo demonstrar todo o seu poderio, algo que fizeram na perfeição. A sua setlist de cerca de 35 minutos foi um indicativo do dia em cheio que esperava quem estava na audiência. Logo a seguir, os lisboetas Primal Attack continuaram com um concerto dos melhores que pudemos ter nesta edição do festival, caracterizado por um energético thrash metal.

A terceira banda, aquela que mais movimentou o moshpit e as cabeças do primeiro dia, puxando até os mais tímidos para a frente, foram os Thirdsphere. Um concerto muito pautado pela interacção com o público, onde a banda apresentou novas músicas, como "Horus' Eye", passando por muitas das suas mais clássicas malhas.


Para terminar, os espanhóis [In Mute] tocaram cerca de uma hora, com a vocalista a captar as atenções dos presentes não só porque se deslocou para o meio do público diversas vezes, mas também pela sua imponente capacidade vocal durante toda a actuação.

Dia 3 de Novembro

Apesar de se terem registado duas boas casas, este dia foi aquele que mais gente levou ao CAEP e para o começar, os portalegrenses Forja fizeram a sua estreia, enquanto banda, ao vivo. Uma estreia a que o público deu nota muito positiva. Para o fim, ficou reservada uma das faixas mais aclamadas por quem os ouviu, "Santa Companha", cantada em português.

De seguida foi a vez dos Impera, com uma sonoridade que fazia lembrar os Lamb Of God, a darem um bom espectáculo e logo depois, os alentejanos HochiminH apresentaram o seu registo musical, totalmente diferente do que já se tinha visto ao longo deste festival, naquele que também foi um dos concertos mais adorados pelos presentes, até pela interacção constante entre banda e público.


Para encerrar o festival, o grande cabeça-de-cartaz do dia, Fallcie, nunca desiludiu. Os russos, que deram o seu primeiro concerto de sempre em Portugal, trouxeram na mala o mais recente álbum "Born Again", que, pelas reacções, parece ter agradado - e muito - a quem o ouviu. As malhas "Pulse Of The Fallcie" e "Rock n'Rolla" foram autênticos sucessos para os portalegrenses. Um concerto energético que entra, certamente, para a galeria dos melhores que já aconteceram no Portalegre Core.

Em suma, foi a edição do festival que mais apostou no metal, passando por vários estilos (Death, Thrash, New, Metalcore), o que mostra o seu eclectismo. Cinco anos depois, o Portalegre Core está bem e recomenda-se!


Texto: Carlos Ribeiro
Fotografias: Portalegre Core
Agradecimento: Organização Portalegre Core 
Todas as fotos aqui (Dia 2) (Dia 3)