• Facebook
  • Myspace
  • Twitter
  • Google+

Candidata-te

A Metal Imperium encontra-se a recrutar colaboradores para redação de notícias, reviews de álbuns ou entrevistas a bandas.

Quem quiser fazer parte desta equipa poderá candidatar-se contactando-nos por email: metalimperium@gmail.com



Reviews Mais Recentes

Uada - Cult of the Dying Sun


Occultum - In Nomine Rex Inferni


Monolithe - Nebula Septem


Morag Tong - Last Knell of Om


Haunted - Dayburner


Djevel - Blant Svarte Graner


Raw Decimating Brutality - Era Matarruana


Czort - Czarna Ewangelia


Kinetik - Critical Fallout


Dopethrone - Transcanadian Anger


Abhor - Occulta ReligiO


Refuge - Solitary Men


Sevendust - All I See Is War


Black Fast - Spectre of Ruin


Sleep - The Sciences


Tomb Mold - Manor of Infinite Forms


Taphos - Come Ethereal Somberness


Wrath Sins - The Awakening


Judas Priest - Firepower


Bleeding Through - Love Will Kill All


Ihsahn - Àmr


Alkaloid - Liquid Anatomy


Filii Nigrantium Infernalium - "Fellatrix


Amorphis - Queen of Time


Ghost - Prequelle


Angelus Apatrida - Cabaret de la Guillotine


Bleed From Within - Era


Painted Black - Raging Light


Necrobode - Metal Negro da Morte


Pestilence - Hadeon


Tortharry - Sinister Species


Inframonolithium - Mysterium


Somali Yacht Club - The Sea


Dallian - Automata


Concertos em Destaque

Tradutor

Entrevistas Mais Recentes



































The Sword vão entrar num hiato

Corte quase fatal no futuro dos The Sword, uma vez que a banda texana anunciou há dias que fará uma pausa, embora tenha lançado ainda em março (...)

Hate Eternal lançam áudio de "Nothingness of Being"

A banda de death metal irá lançar o novo álbum, Upon Desolate Sands, a 26 de outubro através da Season Of Mist. Depois de desvendar (...)

Alterações no alinhamento do Festival Bardoada e Ajcoi

O Festival Bardoada e Ajcoi anunciou a substituição de duas das bandas previamente confirmadas. (...)

Marky Ramone em Portugal no próximo mês

O veterano Marky Ramone tem dois espectáculos marcados para o nosso país, que serão nada mais, nada menos, do que o warm up para o Lisbon Tattoo Rock Fest 2018. (...)

Behemoth lançam nova música "Wolves Ov Siberia"

"Wolves Ov Siberia", o novo vídeo de Behemoth, pode ser visto acima. A música faz parte do próximo álbum da banda, "I Loved You At Your Darkest", (...)


Lançar um single antes de lançar um álbum não é propriamente fora do comum... mas e se o single não estiver directamente ligado ao álbum? Pois, os Swallow the Sun não param de nos surpreender... em meados de Dezembro lançaram o single “Lumina Aurea” e em meados de Janeiro lançarão o novo álbum “When A Shadow Is Forced Into The Light”, pela Century Media. Enquanto estamos aqui a torcer para que venham a Portugal na tournée europeia, leiam a entrevista do Juuso com a Metal Imperium.


M.I. - Depois de 19 anos de Swallow The Sun, o que vos faz continuar?

Eu diria amor pela música, mas como provavelmente já notaste, houve algumas mudanças na formação também. Uma banda geralmente tem que passar por algumas mudanças para continuar. Acho que a melhor resposta seria a infinita criatividade de Juha (Raivio).


M.I. - A banda está prestes a lançar um novo álbum com um grande título “When a Shadow is Forced into the Light”. Qual é o significado por trás disso?

O nosso escritor principal, Juha, passou por alguns momentos difíceis na sua vida pessoal e experimentou uma grande perda. A música para o álbum foi escrita durante duas semanas menos devastadoras durante a Primavera de 2017. Então, o título representa uma nova esperança depois de uma grande perda, talvez algo sobre aceitação também.


M.I. - Antes do lançamento do álbum, o single “Lumina Aurea” viu a luz do dia. Por quê lançar um single que nem está incluído no álbum? Qual é o propósito disso?

Se ouvires este single e o comparares ao álbum, eles são artisticamente duas coisas completamente diferentes. Lumina Aurea é a batalha no escuro, o álbum é a ascensão de uma nova esperança. Portanto, estes são lançamentos separados, mas fazem parte do mesmo conceito. Não faria sentido colocá-los no mesmo disco.


M.I. - No começo do ano passado, a banda sofreu uma mudança de formação. Perderam Markus Jämsen, um membro fundador da banda. Como reagiram à sua partida? Isso afectou a gravação do álbum?

Bem, eu não diria que a banda realmente "sofreu" uma mudança de formação. Normalmente, quando algo assim acontece, traz algo novo para a mesa. Juho Räihä, que se juntou à banda para substituir o Markus, já tinha feito várias tournées connosco para substituir o Juha. Nós estávamos familiarizados com ele muitos anos antes disso acontecer. Por isso, alguém sair e ser substituído apenas inicia um novo capítulo para a banda. Essa é a vida, nada dura para sempre, as coisas mudam. Os Swallow the Sun mantêm boas relações com todos os seus membros anteriores.


M.I. - "Lumina Aurea" apresenta Einar Selvik, de Wardruna, e Marco I. Benevento, dos The Foreshadowing, e é supostamente a música mais sombria e sinistra da banda. De que maneira?

Ficamos muito felizes em conseguir que estes tipos participassem na peça. Especialmente Juha é um grande fã de Wardruna e nós fizemos uma tournée com os Foreshadowing há anos atrás, uma banda de tipos óptimos. As letras em Lumina são em Latim e, aparentemente, o Marco tinha algum conhecimento sobre isso, e foi óptimo ele ter concordado em participar. Para mim esta peça soa mais como uma espécie de banda sonora. Está bem longe de ser uma faixa tradicional. O meu papel, por exemplo, foi gravar algumas amostras percussivas, grandes tambores e toques. Não toquei bateria, foi realmente algo diferente. Eu posso dizer-te que o som sinistro vem directamente do sentimento de Juha. É uma das peças musicais mais honestas que já ouvi.


M.I. - De acordo com a Century Media, “When A Shadow Is Forced Into The Light” segue uma abordagem mais positiva e continua na veia dos álbuns anteriores - death-doom de primeira categoria no estilo típico de Swallow The Sun. Concordas?

Bem, eu não sei qual é o estilo típico de Swallow the Sun, haha. Após o álbum triplo, pode ser qualquer coisa, desde o acústico ao funeral doom. Mas sim, é uma gravação de banda tradicional com produção fantástica. E a mistura de Jens Bogren é tão boa quanto pode ser! Penso que este álbum é um trabalho bastante equilibrado, sem muitos extremos. Tem riffs mais firmes, refrões fortes e paz de espírito. É pesado e é sensível.


M.I. - O single foi lançado como uma versão em vinil EP de 12`` e possui uma faixa única épica de 14 minutos chamada “ Lumina Aurea ”. Vocês são fãs de vinil?

Definitivamente, hoje em dia, há uma grande cena para o vinil e posso dizer que sou fã. Há algo de especial nas grandes capas de álbuns e no som mais confuso, especialmente agora que tudo está na nuvem invisível.


M.I. - A banda já tem alguns concertos agendados para 2019… será um ano dedicado a tournée com certeza… quão fácil / complicado é para ti? 

Sim, vai ser um ano movimentado. Eu gosto de viajar, sou o membro mais jovem da banda e não tenho filhos, por isso, combina com a minha vida agora. Posso dizer-te que toda essa vida de tournée pode parecer um pouco mais interessante do que realmente é. Quero dizer, a banda tem que ser bem grande antes de podermos receber salários decentes. Então, isso é um compromisso e, definitivamente, tem de se sacrificar muito por este estilo de vida. E nem sempre é suficientemente bem pago.


M.I. - Obviamente, a banda fará uma tournée... há algum lugar em que ainda não tocaste e gostasses de tocar?

Sim! Definitivamente gostaria de fazer mais tournées pela América do Sul, só toquei no Brasil uma vez (acho que eles tocaram no México antes de eu entrar para a banda). Também a Austrália seria incrível para visitar.


M.I. – Quando não estás a tocar / ouvir música, quais são os teus hobbies?

Gosto de cuidar do meu físico, e vou ao ginásio regularmente, o que também ajuda com a bateria. Jogo no computador, leio livros e tento viajar o máximo possível fora das tournées. Também gasto muito tempo a trabalhar nos meus próprios projectos musicais.


M.I. - Quando estás na estrada, em tournée num autocarro, o que fazes para ajudar o tempo a passar?

Tudo o que possas imaginar, haha. Leitura, filmes, jogos, conversa fiada, dormir... qualquer coisa realmente. Tento sempre encontrar o ginásio mais próximo também.


M.I. - Quando é que os fãs portugueses terão a oportunidade de ver a banda ao vivo?

A nossa equipa de management está a trabalhar numa tournée europeia para a primavera, mas não tenho ideia se Portugal está incluído, mas espero mesmo que esteja!


M.I. - Muito obrigado pelo teu tempo. Espero que te divirtas imenso na próxima tournée. Partilha uma mensagem com os fãs portugueses e os leitores da Metal Imperium.

Obrigado também! Espero que todos que estejam a ler isto, ouçam o novo álbum, "When a Shadow for Forced in the Light", que será lançado no dia 26 de Janeiro pela Century Media! Se gostarem, comprem-no por favor! Eu adorei visitar Portugal da última vez, e vamos torcer para que isso aconteça novamente em breve. Saudações especiais para os rapazes e a garota dos Sinistro!

For English Version, click here

Entrevista por  Sónia Fonseca