• Facebook
  • Myspace
  • Twitter
  • Google+

Candidata-te

A Metal Imperium encontra-se a recrutar colaboradores para redação de notícias, reviews de álbuns ou entrevistas a bandas.

Quem quiser fazer parte desta equipa poderá candidatar-se contactando-nos por email: metalimperium@gmail.com



Reviews Mais Recentes

Uada - Cult of the Dying Sun


Occultum - In Nomine Rex Inferni


Monolithe - Nebula Septem


Morag Tong - Last Knell of Om


Haunted - Dayburner


Djevel - Blant Svarte Graner


Raw Decimating Brutality - Era Matarruana


Czort - Czarna Ewangelia


Kinetik - Critical Fallout


Dopethrone - Transcanadian Anger


Abhor - Occulta ReligiO


Refuge - Solitary Men


Sevendust - All I See Is War


Black Fast - Spectre of Ruin


Sleep - The Sciences


Tomb Mold - Manor of Infinite Forms


Taphos - Come Ethereal Somberness


Wrath Sins - The Awakening


Judas Priest - Firepower


Bleeding Through - Love Will Kill All


Ihsahn - Àmr


Alkaloid - Liquid Anatomy


Filii Nigrantium Infernalium - "Fellatrix


Amorphis - Queen of Time


Ghost - Prequelle


Angelus Apatrida - Cabaret de la Guillotine


Bleed From Within - Era


Painted Black - Raging Light


Necrobode - Metal Negro da Morte


Pestilence - Hadeon


Tortharry - Sinister Species


Inframonolithium - Mysterium


Somali Yacht Club - The Sea


Dallian - Automata


Concertos em Destaque

Tradutor

Entrevistas Mais Recentes



































The Sword vão entrar num hiato

Corte quase fatal no futuro dos The Sword, uma vez que a banda texana anunciou há dias que fará uma pausa, embora tenha lançado ainda em março (...)

Hate Eternal lançam áudio de "Nothingness of Being"

A banda de death metal irá lançar o novo álbum, Upon Desolate Sands, a 26 de outubro através da Season Of Mist. Depois de desvendar (...)

Alterações no alinhamento do Festival Bardoada e Ajcoi

O Festival Bardoada e Ajcoi anunciou a substituição de duas das bandas previamente confirmadas. (...)

Marky Ramone em Portugal no próximo mês

O veterano Marky Ramone tem dois espectáculos marcados para o nosso país, que serão nada mais, nada menos, do que o warm up para o Lisbon Tattoo Rock Fest 2018. (...)

Behemoth lançam nova música "Wolves Ov Siberia"

"Wolves Ov Siberia", o novo vídeo de Behemoth, pode ser visto acima. A música faz parte do próximo álbum da banda, "I Loved You At Your Darkest", (...)


Já está distante o ano de 2014 quando um grupo de cinco jovens de Lisboa se reuniu num estúdio e com o apoio da Infected Records editou no ano seguinte o CD de estreia, “Artigo 21”. Quatro anos depois, o quinteto que dá pelo mesmo nome prepara para colocar no mercado “Ilusão”, novamente pelo selo da Infected, incansável no apoio ao punk rock nacional.

Igualmente gravado nos GeneratorMusic Studios e com produção do incontornável Miguel Marques (este ano parece que vamos ouvir falar muito dele), “Ilusão” mostra que a receita para um disco de sucesso é simples mas não é para todos!

Depois de muito tempo sem apresentar músicas novas ao vivo, no ano passado os Artigo 21 foram timidamente colocando uma ou outra amostra do que aí vinha, recebendo excelentes críticas ao novo material, mas só agora é possível testemunhar a enorme evolução da banda.

“Ilusão” é, a Março de 2019, favorito a disco punk-rock do ano, um estilo musical que tem tanto de underground como de prolífico em edições mais DIY. Mas com lançamentos eminentes de Tara Perdida ou Fonzie, que se juntam ao já editado novo dos Fitacola, mostra bem em que sítio os Artigo 21 estão hoje.

Mas se não acreditam, basta colocar o CD e ouvir. Logo à primeira amostra, “Doutrina”, temos um clássico instantâneo de pouco menos de três minutos, que abre o disco como uma granada! E logo à primeira audição percebe-se imediatamente outra coisa: a produção e masterização (desta feita a cargo do Rui Dias nos Estúdio Mister Master) está perfeita para levar os Artigo a voos maiores. As guitarras do Xiko e do Hipólito estão ao nível certo, sem ruídos desnecessários, o baixo do Áureo marca perfeitamente o ritmo ao longo dos 40 minutos, e a bateria do Nika domina completamente as faixas, tornando impossível não ser contagiado pelo seu ritmo. E a voz? Límpida, perfeita, a mostrar a capacidade do Tiago Cardoso e a sua voz tão característica deste estilo musical.

A fórmula continua a ser letras em português, de carácter interventivo, com uma secção rítmica potente e coesa e dois guitarristas ao desafio, mas desengane-se quem pensa que punk rock é só isso. Pelo menos o punk rock dos Artigo 21 não é. “Só Mais Um Bocado” tem uma base instrumental surpreendentemente melódica e lenta, para acelerar num excelente refrão, que aposto irá funcionar perfeitamente ao vivo, com o público a entoar com a banda. “A Cidade”, faixa mais longa do disco, é também um regresso ao punk mais melódico, com um solo que me fez lembrar as baladas rock dos anos 90.

Mas depois há influência do heavy metal puro e duro nos riffs, por exemplo em “O Que Somos”, faixa que conta com ajuda na voz de Diogo Ramos dos Fitacola, ou até ao rock moderno em “Sabe A Real”, com certeza a faixa mais orelhuda e que poderá levar os Artigo 21 a rádios mais mainstream.

E o punk, onde está?, perguntam vocês... No excelente “Ilusão”, escolhido para single de apresentação do disco e onde Nika e Áureo mostram as suas garras na secção rítmica; em “Nada A Perder”, com um arranque vertiginoso e que não dá descanso; ou nos meus favoritos “Fantasma”, uma faixa para cantar a gritar, como que a exorcizar os nossos próprios fantasmas, mas principalmente “A Nossa Voz”, mais um clássico instantâneo com letra sobre a comunidade.

Um disco a mostrar que às vezes vale a pena esperar a altura certa para arrebentar... e 2019 vai ser o ano dos Artigo 21.

Nota: 9/10
Review por Vasco Rodrigues