• Facebook
  • Myspace
  • Twitter
  • Google+

Candidata-te

A Metal Imperium encontra-se a recrutar colaboradores para redação de notícias, reviews de álbuns ou entrevistas a bandas.

Quem quiser fazer parte desta equipa poderá candidatar-se contactando-nos por email: metalimperium@gmail.com



Reviews Mais Recentes

Uada - Cult of the Dying Sun


Occultum - In Nomine Rex Inferni


Monolithe - Nebula Septem


Morag Tong - Last Knell of Om


Haunted - Dayburner


Djevel - Blant Svarte Graner


Raw Decimating Brutality - Era Matarruana


Czort - Czarna Ewangelia


Kinetik - Critical Fallout


Dopethrone - Transcanadian Anger


Abhor - Occulta ReligiO


Refuge - Solitary Men


Sevendust - All I See Is War


Black Fast - Spectre of Ruin


Sleep - The Sciences


Tomb Mold - Manor of Infinite Forms


Taphos - Come Ethereal Somberness


Wrath Sins - The Awakening


Judas Priest - Firepower


Bleeding Through - Love Will Kill All


Ihsahn - Àmr


Alkaloid - Liquid Anatomy


Filii Nigrantium Infernalium - "Fellatrix


Amorphis - Queen of Time


Ghost - Prequelle


Angelus Apatrida - Cabaret de la Guillotine


Bleed From Within - Era


Painted Black - Raging Light


Necrobode - Metal Negro da Morte


Pestilence - Hadeon


Tortharry - Sinister Species


Inframonolithium - Mysterium


Somali Yacht Club - The Sea


Dallian - Automata


Concertos em Destaque

Tradutor

Entrevistas Mais Recentes



































The Sword vão entrar num hiato

Corte quase fatal no futuro dos The Sword, uma vez que a banda texana anunciou há dias que fará uma pausa, embora tenha lançado ainda em março (...)

Hate Eternal lançam áudio de "Nothingness of Being"

A banda de death metal irá lançar o novo álbum, Upon Desolate Sands, a 26 de outubro através da Season Of Mist. Depois de desvendar (...)

Alterações no alinhamento do Festival Bardoada e Ajcoi

O Festival Bardoada e Ajcoi anunciou a substituição de duas das bandas previamente confirmadas. (...)

Marky Ramone em Portugal no próximo mês

O veterano Marky Ramone tem dois espectáculos marcados para o nosso país, que serão nada mais, nada menos, do que o warm up para o Lisbon Tattoo Rock Fest 2018. (...)

Behemoth lançam nova música "Wolves Ov Siberia"

"Wolves Ov Siberia", o novo vídeo de Behemoth, pode ser visto acima. A música faz parte do próximo álbum da banda, "I Loved You At Your Darkest", (...)

A meio da semana e após um dia de trabalho, o departamento de Lisboa da Metal Imperium deslocou-se ao belo Hard Club, na invicta, onde a partir das 21 horas seria servido um cartaz que tinha tanto de inusitado como de logisticamente hábil. Em “jogo” bandas de Grindcore e de Heavy Metal: Utopium, Maruta e Wormrot de um lado; Midnight Priest e Enforcer do outro. No interior da Sala 1 do Hard Club, estava menos gente do que o esperado. Contava com uma sala mais preenchida, com muitos fãs de Grind e muitos fãs de Heavy Metal, mas no fim de contas não devemos ter chegado às duas centenas de pessoas, com vantagem para o género representado pelos padres de Coimbra e os eléctricos headliners suecos.


Cabia aos lisboetas Utopium a honra de iniciar as hostilidades perante pouco público. A jovem banda não teve muito tempo para debitar peso, mas foi o suficiente para comprovar o seu potencial, num género em que facilmente tudo pode soar ao mesmo. O EP «Conceptive Prescience» foi o pano de fundo de uma actuação competente e irreverente, com o pequeno Rizzo a liderar o caos. Venha de lá um longa-duração!


Em seguida, algo completamente diferente. A outra banda portuguesa, Midnight Priest, subiu ao palco e tratou de mostrar, uma vez mais, o porquê de serem um dos principais motivos de interesse da cena nacional actual. Ao vivo, são extremamente intensos e voltaram a sê-lo, fazendo aproximar muita gente da frente do palco. A noite começava a aquecer. Concentraram esforços no recentíssimo álbum homónimo, terminando a actuação com a fabulosa “À Boleia com o Diabo”, mas passaram também pelos inevitáveis clássicos da «Rainha».


Voltávamos ao campeonato do Grind para mais dois actos. Primeiro os americanos Maruta. Um vocalista irrequieto e energético foi disparando, juntamente com os outros membros, agressão sob a forma sonora. Música rápida e pausas apenas para agradecer. Foram trinta minutos poderosos, mas só no palco. Cá em baixo não estavam mais do que meia dúzia de cabeças a receber a informação. Aliás, situação comum às outras bandas do género.


Também em Wormrot, poucas eram as pessoas verdadeiramente interessadas, ainda que tenha havido uma ligeiríssima melhoria no que toca à proximidade entre público e banda. Os trio de Singapura deu continuidade à violência dos americanos e percorreu os seus dois álbuns de estúdio. Se não os tocaram na integra, não ficaram longe, dado que são ambos muitos curtos, num constante desbravar de caminho. Não usam baixo e, pela apresentação, não faz falta. Que descarga!


Estava mais que visto que os senhores da noite seriam os Enforcer e o seu Heavy/Speed Metal a transpirar Old School por todos os poros. Antes de «Diamonds And Rust» dar o apito inicial já todos se concentravam junto ao palco, prontos para muito air-guitar e refrões inesquecíveis. Após a referida intro, eis que os suecos irrompem pelo palco com «Roll The Dice» a dar o mote para um concerto absolutamente imparável. «Mistress From Hell» seguiu-se, as vozes fizeram-se ouvir e os grandes temas sucederam-se, em perfeita adoração ao som sagrado. «Scream of the Savage» foi marcante e «Evil Attacker» e «Running In Menace» foram um final apoteótico, depois do guitarrista ter descido do palco e feito um solo no meio de fãs loucos de alegria. A comunhão entre todos foi excelente, a postura da banda foi magnífica e cheia de feeling e o público teve muita alma, numa noite em que o Heavy Metal triunfou.

Que continue a haver coragem para proporcionar mais eventos de tamanha qualidade.


Texto por Carlos Fonte
Fotografias gentilmente cedidas por António Aguirre
do website Craneo Metal

Agradecimentos: SWR Inc