• Facebook
  • Myspace
  • Twitter
  • Google+

Candidata-te

A Metal Imperium encontra-se a recrutar colaboradores para redação de notícias, reviews de álbuns ou entrevistas a bandas.

Quem quiser fazer parte desta equipa poderá candidatar-se contactando-nos por email: metalimperium@gmail.com



Reviews Mais Recentes

Uada - Cult of the Dying Sun


Occultum - In Nomine Rex Inferni


Monolithe - Nebula Septem


Morag Tong - Last Knell of Om


Haunted - Dayburner


Djevel - Blant Svarte Graner


Raw Decimating Brutality - Era Matarruana


Czort - Czarna Ewangelia


Kinetik - Critical Fallout


Dopethrone - Transcanadian Anger


Abhor - Occulta ReligiO


Refuge - Solitary Men


Sevendust - All I See Is War


Black Fast - Spectre of Ruin


Sleep - The Sciences


Tomb Mold - Manor of Infinite Forms


Taphos - Come Ethereal Somberness


Wrath Sins - The Awakening


Judas Priest - Firepower


Bleeding Through - Love Will Kill All


Ihsahn - Àmr


Alkaloid - Liquid Anatomy


Filii Nigrantium Infernalium - "Fellatrix


Amorphis - Queen of Time


Ghost - Prequelle


Angelus Apatrida - Cabaret de la Guillotine


Bleed From Within - Era


Painted Black - Raging Light


Necrobode - Metal Negro da Morte


Pestilence - Hadeon


Tortharry - Sinister Species


Inframonolithium - Mysterium


Somali Yacht Club - The Sea


Dallian - Automata


Concertos em Destaque

Tradutor

Entrevistas Mais Recentes



































The Sword vão entrar num hiato

Corte quase fatal no futuro dos The Sword, uma vez que a banda texana anunciou há dias que fará uma pausa, embora tenha lançado ainda em março (...)

Hate Eternal lançam áudio de "Nothingness of Being"

A banda de death metal irá lançar o novo álbum, Upon Desolate Sands, a 26 de outubro através da Season Of Mist. Depois de desvendar (...)

Alterações no alinhamento do Festival Bardoada e Ajcoi

O Festival Bardoada e Ajcoi anunciou a substituição de duas das bandas previamente confirmadas. (...)

Marky Ramone em Portugal no próximo mês

O veterano Marky Ramone tem dois espectáculos marcados para o nosso país, que serão nada mais, nada menos, do que o warm up para o Lisbon Tattoo Rock Fest 2018. (...)

Behemoth lançam nova música "Wolves Ov Siberia"

"Wolves Ov Siberia", o novo vídeo de Behemoth, pode ser visto acima. A música faz parte do próximo álbum da banda, "I Loved You At Your Darkest", (...)

Um mês antes da realização do concerto, já se adivinhava que a noite de dia 20 de Novembro na Incrível Almadense viria a ser memorável. Prova disso foi que os bilhetes esgotaram pouco tempo após serem colocados à venda.
Essa ansiedade era cada vez mais notória à medida que se verificava a chegada de público à Sociedade Filarmónica Incrível Almadense e à medida que se aproximava a hora de abertura de portas, quando estas teimavam em não querer abrir.

Passados alguns minutos após a hora marcada para começo do espectáculo de Pain Of Salvation, inicia-se a explosão por parte do público quando os Suecos Pain Of Salvation entraram em palco, dando início à viagem pelo seu novo registo "Road Salt Two" com o tema "Softly She Cries", álbum do qual tocaram ainda mais três temas: "Condictioned", "1979" e "To The Shoreline". Prolonga-se a intensa e insana actuação, onde o frontman Daniel Gildenlöw teve grande destaque, puxando incansavelmente pelo público, com temas de como "Ashes" e "Diffidentia". O publico mostrou-se incansável e correspondendo em 'massa' e efusivamente ao grande final com temas de "Road Salt One": "Linoleum" e "No Way". Mais uma vez ficou provado que as bandas suecas não brincam em serviço, sendo que estes Pain Of Salvation deram um concerto digno de cabeças de cartaz.


Findado o concerto do grupo oriundo de Eskilstuna, notava-se cada vez mais a 'sede' dos presentes pela chegada de Opeth. Não haveria lugar para surpresas quanto à set dos Opeth, pois quem havia adquirido entrada, já saberia ao que ia, sabendo de antemão que estes iriam dar um concerto à base dos temas mais 'light's' da sua carreira, deixando (quase) de fora os seus temas mais pesados. O grupo iniciou a sua actuação com "The Devil's Orchard" extraído de "Heritage", seguida de "I Feel The Dark" do mesmo registo. Seguiu-se um saboroso retorno a 1999 com "Face Of Melinda", para depois sermos atirados para 2008 com "Porcelain Heart" onde Martin Axenrot deu um grande solo de bateria no final do tema (talvez grande demais para o seu próprio bem). Seguidamente Mikael trocou a guitarra eléctrica pela acústica, levando a cabo um set de 3 musicas acústicas, num momento mais intimista: "The Troath Of Winter", "Credence" e "Closure", algo que quebrou um pouco o ritmo do concerto mas soube muito bem o regresso ao passado. Seguiu-se a mais mexida "Slither" e depois a fantástica "A Fair Judgement" recebida com um inesperado uivo por parte de um fã, ao qual nem o público nem a própria banda resistiu a rir.
Fica ainda a nota que, para quem já tomou contacto com "Heritage", apercebe-se que os novos temas não são tão abundantes no que ao peso diz respeito, mas estes parecem adquirir uma nova densidade ao vivo.

Fazendo o balanço desta grande noite, ficou mais que patente que quer o público quer os intervenientes neste espectáculo saíram mais que satisfeitos da Sociedade Filarmónica Incrível Almadense. Tanto Åkerfeldt como Gildenlöw prometeram regressar aos palcos nacionais, deixando bem claro que ficaram mais que agradados por actuarem em solo nacional uma vez mais.


Texto e Fotografia por Diana Fernandes