• Facebook
  • Myspace
  • Twitter
  • Google+

Reviews Mais Recentes

Tesla - Simplicity Sunless Sky - Firebreather Corrosion Of Conformity - IX Thrash Bombz - Dawn Electric Wizard - Time To Die Decayed - Unholy Demon Seed Equaleft - Adapt & Survive Mr. Big - ... The Stories We Could Tell Derrame - Crawl To Die Cave - Release Missiles Of October - Body Dark Managarm - Back From Hell Nonpoint - The Return Methedras - System Subversion Martyrdöd - Elddop ftervoid - Limits Of Infinity Misanthrope Monarch - Misanthrope Monarch The Absence Project - The End Work Of Art - Framework The Morphean - Mechanical

Publicidade

.
Para encomendar, enviar email para: metalimperium@gmail.com

Visitantes

Tradutor

Entrevistas Mais Recentes




















Novo vídeo de At The Gates

Neste link podemos ver o novo vídeo de At The Gates, para a faixa "Heroes and Tombs". Esta faz parte do álbum de regresso do grupo(...)

Steven Wilson anuncia novo álbum e tour europeia

O músico britânico Steven Wilson anunciou o seu quarto álbum a solo e uma tour europeia para o próximo ano. O álbum, intitulado(...)

Faith No More - Nova música em streaming

A primeira música nova lançada pelos Faith No More, desde 1997 no álbum "Album Of The Year", de seu nome(...)

Blind Guardian disponibilizam trailer do novo álbum

Os icónicos Blind Guardian preparam o lançamento de um novo álbum, intitulado "Beyond The Red Mirror", com data prevista(...)

Bloodbath disponibilizam novo álbum na íntegra em streaming

Os Bloodbath disponibilizaram na íntegra o seu novo álbum, "Grand Morbid Funeral", em streaming, que poderá ser ouvido em baixo.(...)


E agora, algo completamente diferente! Os Wardruna são noruegueses, de Bergen, e não tocam black metal. Na verdade, são uma banda que nem ser usam distorção. Gaahl é um dos vocalistas - Linday Fay Hella é a outra - e a música tem um toque folk e ritualista que até se pode dizer que é familiar ao black metal, mas o espírito não poderá ser, em termos sonoros, mais oposto. Mais de uma hora de duração (sessenta e oito minutos) fazem do segundo álbum deste projecto uma viagem a tempos passados e com que se queira lá ficar com muito gosto.

Tal como no álbum anterior, cada tema pega numa Runa e explora-a liricamente e sonicamente - e assim será no próximo já que se trata de uma trilogia que cobrem as vinte e quatro runas do Elder Futhark, um dos antigos alfabetos rúnicos, usado na escandinávia. Os instrumentos usados aqui são bastante orgânicos (não se notando muito bem o que são samples e o que são instrumentos..."reais"), todos tocados pelo multi-instrumentalista Kvitrafn (que já foi baterista de bandas como Sahg e Gorgoroth) e a atmosfera transmitida é fantástica. Uma coisa é usar a cultura pagã que está na origem dos povos da escandinava como gimmick, numa intro, aberturas de concertos, até misturar com metal, de forma bem sucedida.  Outra coisa é explorar esse lado apenas, num segundo álbum, com onze músicas, ssessenta e oito minutos, sem soar repetitivo.

Esta viagem por "Yggdrasil" é uma viagem à cultura nórdica, é uma viagem que muitos poderão achar aborrecida, por acusarem a ausência de guitarras distorcidas, blastbeasts ou vozes a gritar por satanás. Para aqueles que não sentem as coisas desta forma e conseguem mergulhar a fundo, esta é uma verdadeira pérola em que para sair deste mundo basta fechar os olhos e abrir os ouvidos. Inesperado, surpreendente e deliciosamente essencial.


Nota: 9/10

Review por Fernando Ferreira