• Facebook
  • Myspace
  • Twitter
  • Google+

Candidata-te

A Metal Imperium encontra-se a recrutar colaboradores para redação de notícias, reviews de álbuns ou entrevistas a bandas.

Quem quiser fazer parte desta equipa poderá candidatar-se contactando-nos por email: metalimperium@gmail.com



Reviews Mais Recentes

Uada - Cult of the Dying Sun


Occultum - In Nomine Rex Inferni


Monolithe - Nebula Septem


Morag Tong - Last Knell of Om


Haunted - Dayburner


Djevel - Blant Svarte Graner


Raw Decimating Brutality - Era Matarruana


Czort - Czarna Ewangelia


Kinetik - Critical Fallout


Dopethrone - Transcanadian Anger


Abhor - Occulta ReligiO


Refuge - Solitary Men


Sevendust - All I See Is War


Black Fast - Spectre of Ruin


Sleep - The Sciences


Tomb Mold - Manor of Infinite Forms


Taphos - Come Ethereal Somberness


Wrath Sins - The Awakening


Judas Priest - Firepower


Bleeding Through - Love Will Kill All


Ihsahn - Àmr


Alkaloid - Liquid Anatomy


Filii Nigrantium Infernalium - "Fellatrix


Amorphis - Queen of Time


Ghost - Prequelle


Angelus Apatrida - Cabaret de la Guillotine


Bleed From Within - Era


Painted Black - Raging Light


Necrobode - Metal Negro da Morte


Pestilence - Hadeon


Tortharry - Sinister Species


Inframonolithium - Mysterium


Somali Yacht Club - The Sea


Dallian - Automata


Concertos em Destaque

Tradutor

Entrevistas Mais Recentes



































The Sword vão entrar num hiato

Corte quase fatal no futuro dos The Sword, uma vez que a banda texana anunciou há dias que fará uma pausa, embora tenha lançado ainda em março (...)

Hate Eternal lançam áudio de "Nothingness of Being"

A banda de death metal irá lançar o novo álbum, Upon Desolate Sands, a 26 de outubro através da Season Of Mist. Depois de desvendar (...)

Alterações no alinhamento do Festival Bardoada e Ajcoi

O Festival Bardoada e Ajcoi anunciou a substituição de duas das bandas previamente confirmadas. (...)

Marky Ramone em Portugal no próximo mês

O veterano Marky Ramone tem dois espectáculos marcados para o nosso país, que serão nada mais, nada menos, do que o warm up para o Lisbon Tattoo Rock Fest 2018. (...)

Behemoth lançam nova música "Wolves Ov Siberia"

"Wolves Ov Siberia", o novo vídeo de Behemoth, pode ser visto acima. A música faz parte do próximo álbum da banda, "I Loved You At Your Darkest", (...)


Eles são os os Equaleft e têm uma mensagem para nós. É preciso adaptarmo-nos  para poder sobreviver, uma verdade universal diria, mas que neste caso traduz a identidade de um colectivo que assume, acima de tudo, ser heterogéneo!

“We are...” é o grito mudo que Miguel Inglês pronuncia vezes sem conta, pois quando temos este tipo de matéria prima envolvida, o conteúdo torna-se rico e versátil e é isto mesmo que se pode esperar deste primeiro trabalho dos Equaleft. “Adapt & Survive” não é meramente um exercício aritmético a uns Meshuggah ou Gojira (e atenção que a fasquia é bem alta), seria fácil demais catalogá-los neste cliché, embora estas influências se façam ouvir, contudo há distanciação, criação e personalidade na composição. A facilidade, agora sim, com que se ouve este primeiro trabalho é surpreendente, mesmo muito. As passagens são variadas, há melodia, há agressividade, há rapidez, há detalhes que demonstram um nível maturidade elevado nos músicos presentes.

“...the chameleons” invoca a simplicidade que os Equaleft têm em mudar as texturas, alterar as momentos musicais, criar soluções dos tradicionais becos que o próprio processo criativo oferece. Toda a música está assente numa camada fina e mutável, como se os próprios Equaleft estivessem a apresentar-se. Segue-se “Maniac” com um início potente e demente, onde a velocidade impera. Agora que já nos apresentamos, vamos esmagar-vos, parecem dizer! “Tremble”, com a participação do virtuoso Nuno Pereira (Tek Analogy; ex Holocausto Canibal), oferece-nos um toada groove impecável, juntamente com uns arranjos de guitarra dignos de ouvir. “New false horizons”, com a também especial participação vocal do Filipe Correia (Concealment) é um tema pesado, esmagador e sufocante. É desta forma que chegamos a meio de “Adapt & Survive”, como tal, não vos vou facilitar a vida, as restantes músicas vão ter mesmo que as ouvir porque, sinceramente, merecem ser ouvidas. Tudo o que os Equaleft são continuam a sê-lo ao longo de todo o disco, não se deixem iludir, pois esta é uma obra de aço, com cada um dos seus atomos perfeitamente consolidados.

Uma estreia auspiciosa aguarda todos aqueles que arriscarem a audição de “Adapt & Survive”, um futuro risonho espera os Equaleft, arrisco eu dizer. Este é um bom presságio para a vida desta banda com 11 anos, este é o som da música extrema moderna, este é um trabalho com uma apresentação e produção fortíssimas, estes são os Portugueses Equaleft no seu melhor!

Nota: 8.5/10

Review por Pedro Pedra