• Facebook
  • Myspace
  • Twitter
  • Google+

Total Pageviews

Reviews Mais Recentes


Amorphis - Queen of Time


Ghost - Prequelle


Angelus Apatrida - Cabaret de la Guillotine


Bleed From Within - Era


Painted Black - Raging Light


Necrobode - Metal Negro da Morte


Pestilence - Hadeon


Tortharry - Sinister Species


Inframonolithium - Mysterium


Somali Yacht Club - The Sea


Dallian - Automata


Candidata-te

A Metal Imperium encontra-se a recrutar colaboradores para redação de notícias, reviews de álbuns ou entrevistas a bandas.

Quem quiser fazer parte desta equipa poderá candidatar-se contactando-nos por email: metalimperium@gmail.com



Concertos em Destaque

Tradutor

Entrevistas Mais Recentes



































Ghost estreiam duas novas músicas ao vivo

Os Ghost fizeram um inicio "oficioso" da sua próxima digressão mundial no "The Roxy", em Hollywood, Los Angeles, e presentearam os fãs que(...)

Roy Khan confessa que sair dos Kamelot foi a "melhor decisão" que alguma vez tomou

Roy Sætre Khantatat, conhecido como Roy Khan, ou mais conhecido como o antigo vocalista dos Kamelot, falou à italiana SpazioRock (...)

Epica lançam vídeo para “Universal Love Squad”

Os holandeses lançaram recentemente o vídeo para a canção “Universal Love Squad”, sendo possível visualizar o mesmo (...)

Morbid Angel disponibilizam novo vídeo

A banda de death metal Morbid Angel divulgou recentemente um novo vídeo para o tema "Garden Of Disdain", pertencente ao mais recente álbum, "Kingdoms Disdained". (...)

Alice In Chains lançam vídeo para novo single

"The One You Know" é o novo single dos Alice In Chains, que pode ser ouvido no vídeo acima. A faixa faz parte do próximo álbum da banda, (...)


Se esta não é uma das melhoras bandas espanholas de sempre, deve andar par a par com as melhores. Este “Mantiis” já tem dois anos, sendo que quando foi lançado em 2012 pela própria banda, numa edição limitada de quinhentas unidades, esgotou rapidamente, praticamente evaporando-se. A banda tem estado activa em cima dos palcos (como pudemos constatar no final do mês passado quando abriram para Sólstafir) e reconhecendo o seu valor, a Season Of Mist, reedita este trabalho colocando-o disponível para todos aqueles que não conseguiram agarrar essa primeira edição de autor. O trabalho é composto por uma única faixa, dividida em catorze partes (que no leitor de cd funcionam como faixas).

É um trabalho difícil de categorizar embora seja claramente progressivo, seja claramente metal, seja claramente metal. É nessa dificuldade que reside o brilhantismo deste trabalho e da banda, essa incapacidade de qualificação que se tem um dos grandes indicativos de que este trabalho é daqueles que vão ficar na história. Contornando facilmente o problema que surge a muitas boas bandas que tentam colocar tudo no mesmo saco e acabam por se espalharem ao comprido, revelando não tendo maturidade e/ou capacidade para atingir de forma satisfatória tal tarefa. Neste caso, é exactamente o contrário que acontece. Tudo flui, nada é forçado. De faixa para faixa, de capítulo para capítulo, todas as nuances, todas as mudanças, todas as transições fazem sentido, tudo faz sentido, seja nos momentos mais calmos (como o início sequencial com “Not Yet Five” e “Oncoming Dark”) como nos mais agrestes (assim como na que se segue, “ Through The Glass” e “Cinnamon Glass”, um dos momentos mais intensos do disco e uma faixa que já se revelou obrigatória ao vivo).

Mas estar a salientar este ou aquele momento é como retalhar uma bela peça de arte que deve ser apreciada no seu todo, embora as peças em separado funcionem muito bem – quem já teve a felicidade de os ver ao vivo já comprovou que as músicas mesmo com a ordem alterado encaixam e fluem igualmente bem. Ou seja, dê por onde der, em separado ou em conjunto, a música contida em “Mantiis” é superior. Este é um trabalho maior no espectro do metal experimental ou progressivo (reforçando mais uma vez que não vale a pena especificar muito correndo o risco de ser injusto ou impreciso) e que é aconselhável a todos que gostam de música desafiante. Correcção, é obrigatório.


Nota: 9.5/10

Review por Fernando Ferreira