• Facebook
  • Myspace
  • Twitter
  • Google+

Candidata-te

A Metal Imperium encontra-se a recrutar colaboradores para redação de notícias, reviews de álbuns ou entrevistas a bandas.

Quem quiser fazer parte desta equipa poderá candidatar-se contactando-nos por email: metalimperium@gmail.com



Reviews Mais Recentes

Uada - Cult of the Dying Sun


Occultum - In Nomine Rex Inferni


Monolithe - Nebula Septem


Morag Tong - Last Knell of Om


Haunted - Dayburner


Djevel - Blant Svarte Graner


Raw Decimating Brutality - Era Matarruana


Czort - Czarna Ewangelia


Kinetik - Critical Fallout


Dopethrone - Transcanadian Anger


Abhor - Occulta ReligiO


Refuge - Solitary Men


Sevendust - All I See Is War


Black Fast - Spectre of Ruin


Sleep - The Sciences


Tomb Mold - Manor of Infinite Forms


Taphos - Come Ethereal Somberness


Wrath Sins - The Awakening


Judas Priest - Firepower


Bleeding Through - Love Will Kill All


Ihsahn - Àmr


Alkaloid - Liquid Anatomy


Filii Nigrantium Infernalium - "Fellatrix


Amorphis - Queen of Time


Ghost - Prequelle


Angelus Apatrida - Cabaret de la Guillotine


Bleed From Within - Era


Painted Black - Raging Light


Necrobode - Metal Negro da Morte


Pestilence - Hadeon


Tortharry - Sinister Species


Inframonolithium - Mysterium


Somali Yacht Club - The Sea


Dallian - Automata


Total Pageviews

Concertos em Destaque

Tradutor

Entrevistas Mais Recentes



































The Sword vão entrar num hiato

Corte quase fatal no futuro dos The Sword, uma vez que a banda texana anunciou há dias que fará uma pausa, embora tenha lançado ainda em março (...)

Hate Eternal lançam áudio de "Nothingness of Being"

A banda de death metal irá lançar o novo álbum, Upon Desolate Sands, a 26 de outubro através da Season Of Mist. Depois de desvendar (...)

Alterações no alinhamento do Festival Bardoada e Ajcoi

O Festival Bardoada e Ajcoi anunciou a substituição de duas das bandas previamente confirmadas. (...)

Marky Ramone em Portugal no próximo mês

O veterano Marky Ramone tem dois espectáculos marcados para o nosso país, que serão nada mais, nada menos, do que o warm up para o Lisbon Tattoo Rock Fest 2018. (...)

Behemoth lançam nova música "Wolves Ov Siberia"

"Wolves Ov Siberia", o novo vídeo de Behemoth, pode ser visto acima. A música faz parte do próximo álbum da banda, "I Loved You At Your Darkest", (...)


Os israelitas Orphaned Land granjearam um sucesso tal que facilmente (e de certa forma inconscientemente), nos esquecemos de que existem outros coletivos oriundos também da terra santa, que merecem igualmente a nossa atenção. Especialmente quando existem bandas como os Melechesh, e que são tão ou mais polémicos que a banda de Kobi Fahri, incluindo no seu histórico acusações de ocultismo, ou a necessidade de se realocarem nos Países Baixos.  

Para quem não conhece, convém dizer que os Melechesh também já não são novos nestas andanças tendo começado a lançar discos já desde o distante ano de 1996, lançando este ano o seu 6º de originais, "Enik". Um disco cujo conceito gira em torno do Deus Sumério Enki.

Embora comportem na sua música muitas influências da sua terra natal, a verdade é que os Melechesh são essencialmente uma banda de metal (Mesopotamic Metal como os próprios se rotulam). Na maioria das vezes as escalas orientais são feitas com recurso à distorção das guitarras, e muito raramente ouvimos os instrumentos mais exóticos que nos transportam para essas paisagens. Aliás nunca é demais realçar o papel das 6 cordas em "Enki" especialmente na forma como Ashmedi e Moloch nos entregam uma miríade de riffs e harmonias de inequívoca qualidade, com especial destaque para "The Outsiders" ou o avassalador início do disco com "Tempest Temper Enlil Enraged".

Durante esta hora e pouco podemos observar o quão único consegue ser o black metal os Melechesh. Agressivos e intensos, mas sem nunca descurarem o lado melódico incorporando as já mencionadas influencias do medio oriente. A própria voz de Ashmedi é o grande reflexo desta dicotomia, empregando o seu registo distorcido, mas ao mesmo tempo totalmente percetível. Neste mesmo campo os Melechesh contam com a participação especial de Max Cavalera em Lost Tribes (há muito que não o ouvíamos tão enérgico), e Sekis Tolis dos Rotting Christ em Enki Divine Nature Awoken, num tema que acaba por fazer lembrar a espaços a própria banda grega.

Talvez o grande problema de Enki seja a sua heterogeneidade e a dificuldade em se poder distinguir alguns dos temas (ou riffs) mesmo após várias escutas. Poder-se-á argumentar também que alguns desses mesmos temas poderiam ser cortados pela metade, com alguns a (sobre)desenvolverem-se se forma muito pouco dinâmica, sem que haja razão aparente para tal. Mas no fim das contas "Enki" é uma hora de puro entretenimento metálico, mas com mais conteúdo do que apenas uma sucessão de excelentes riffs. 

Nota: 8.6

Review por António Salazar Antunes