• Facebook
  • Myspace
  • Twitter
  • Google+

Total Pageviews

Reviews Mais Recentes


Amorphis - Queen of Time


Ghost - Prequelle


Angelus Apatrida - Cabaret de la Guillotine


Bleed From Within - Era


Painted Black - Raging Light


Necrobode - Metal Negro da Morte


Pestilence - Hadeon


Tortharry - Sinister Species


Inframonolithium - Mysterium


Somali Yacht Club - The Sea


Dallian - Automata


Candidata-te

A Metal Imperium encontra-se a recrutar colaboradores para redação de notícias, reviews de álbuns ou entrevistas a bandas.

Quem quiser fazer parte desta equipa poderá candidatar-se contactando-nos por email: metalimperium@gmail.com



Concertos em Destaque

Tradutor

Entrevistas Mais Recentes



































Ghost estreiam duas novas músicas ao vivo

Os Ghost fizeram um inicio "oficioso" da sua próxima digressão mundial no "The Roxy", em Hollywood, Los Angeles, e presentearam os fãs que(...)

Roy Khan confessa que sair dos Kamelot foi a "melhor decisão" que alguma vez tomou

Roy Sætre Khantatat, conhecido como Roy Khan, ou mais conhecido como o antigo vocalista dos Kamelot, falou à italiana SpazioRock (...)

Epica lançam vídeo para “Universal Love Squad”

Os holandeses lançaram recentemente o vídeo para a canção “Universal Love Squad”, sendo possível visualizar o mesmo (...)

Morbid Angel disponibilizam novo vídeo

A banda de death metal Morbid Angel divulgou recentemente um novo vídeo para o tema "Garden Of Disdain", pertencente ao mais recente álbum, "Kingdoms Disdained". (...)

Alice In Chains lançam vídeo para novo single

"The One You Know" é o novo single dos Alice In Chains, que pode ser ouvido no vídeo acima. A faixa faz parte do próximo álbum da banda, (...)


É difícil ser-se imparcial a fazer uma crítica aos W.A.S.P. quando se trata de uma banda que fez parte do desenvolvimento e crescimento musical. Mesmo sendo-se fã, não é difícil admitir que a banda nem sempre lançou álbuns consensuais e que nem sempre as expectativas em relação a um trabalho foram correspondidas. Por outro lado, é uma banda que entrega sempre hard'n'heavy competente. Posto isto, mergulhemos naquele que é o décimo quinto álbum (15!), o que por si só é um acontecimento. Não sabendo se foi devido a esta marca histórica, este "Golgotha" é um colosso, conseguindo capturar o melhor das suas características clássicas.

Com um início empolgante com "Scream" (o primeiro single retirado do álbum), "Last Runaway" e "Shotgun", mesmo os mais cépticos em relação à banda verificaria que a classe dos W.A.S.P. está bem viva, assim como a sua mistura única entre heavy metal e hard rock, com refrões que se colam como se não houvesse amanhã, sem falar da supremacia instrumental. Depois na quarta faixa, temos a balada "Miss You" que parece que vem da mesma fornada da "The Idol" do grande "The Crimson Idol", com dois inspiradíssimos solos de fazer chorar as pedras da calçada - e quem diz que o pessoal do metal não é sensível é porque não percebe nada disto - e que tem assim um certo aroma a "Comfortably Numb" dos Pink Floyd.

Mais ousado, mais certeiro, Blackie Lawless está de volta com a sua banda de sempre e com um álbum que arrisca-se a ser clássico não passado muito tempo. Numa altura em que os Slayer e os Maiden regressam com álbuns demolidores e os melhores das suas carreiras desde à muito, os W.A.S.P. mostram que também ainda mexem e que ainda são relevantes. O poder de "Fallen Under", "Eyes Of My Maker" e "Hero Of The World" e as épicas "Slaves Of The New World Order" e "Golgotha"- estas duas, autênticas obras de arte - completam o alinhamento no melhor álbum dos W.A.S.P. dos últimos anos e da carreira deles.


Nota: 9.2/10

Review por Fernando Ferreira