• Facebook
  • Myspace
  • Twitter
  • Google+

Reviews Mais Recentes


Rasgo - Ecos da Selva Urbana


Terror Empire - Obscurity Rising


Painted Black - Raging Light


Wolves in the Throne Room - Thrice Woven


Celeste - Infidèle(s)


Moonspell - 1755


Battle Dagorath - II - Frozen Light of Eternal Darkness


Kalmankantaja - Routamaa


Archspire - Relentless Mutation


Tod Huetet Uebel - N.A.D.A


Benthik Zone - Via Cosmicam ad Europam ab Gelid Inferis


Acherontas - Amarta अमर्त (Formulas of Reptilian Unification Part II)


Progenie Terrestre Pura - oltreLuna


Vita Imana - El M4l


Overkill - The Grinding Wheel


Time Lurker - Time Lurker


Warbringer - Woe to the Vanquished



Akercocke - Renaissance in Extremis


Neige et Noirceur - Verglapolis


Concertos em Destaque

Tradutor

Entrevistas Mais Recentes



































System of a Down têm músicas novas

Afinal não há nenhum problema com os System of a Down. É Serj Tankian quem o afirma, numa entrevista recente concedida à Rolling Stone. Na verdade a banda tem músicas novas, (...)

Simbiose, Alien Squad, Dokuga atuam no Porto em fevereiro

Os nacionais Simbiose, Alien Squad e Dokuga vão tocar no Metalpoint (Porto), no dia 3 de fevereiro do próximo ano.(...)

Hourswill apresentam novo álbum na companhia dos Inner Blast, The Chapter e Scarmind

Os Hourswill apresentam ao vivo o seu mais recente álbum, "Harm Full Embrace", dia 13 de janeiro, no RCA Club em Lisboa.(...)

Kamelot lançam novo vídeo e revelam novidades para 2018

Os Kamelot disponibilizaram o novo vídeo do tema "Under Grey Skies", que conta com a participação da vocalista dos Delain, Charlotte Wessels.(...)

Graveyard a gravar novo álbum

Os suecos Graveyard encontram-se nos Park Studios, em Estocolmo, a gravar o seu próximo álbum de estúdio, sucessor de "Innocence and Decadence", lançado no ano 2015. (...)


A imagem dos Gold é desconcertante. Os membros posam para a câmara e depois a sua cara é substituída por smiles gigantes. No entanto, e apesar de desconcertante, poderá dar boas indicações daquilo que podemos ouvir: algo muito estranho. Na realidade não é assim tão estranho, apenas temos a pequena costela Correio da Manhã, uma apetência para a dramatização. Com uma forte capacidade para o chamado rock psicadélico (ou o termo mais in psych rock) e com uns toques no space rock, noise rock e até pós rock, sem esquecer aquele toquezinho (actualmente já não tão) vanguardista da new wave ou pós punk, não há aqui nada de novo.

Então, qual o interesse de “No Image”? Simples, as suas melodias entranham-se no cérebro depois de dominarem por completo os ouvidos. Há uma certa tendência para a dramatização (lá está, a coisa é contagiosa), este não é um trabalho imediato para todos aqueles que gostam de coisas mais directas, ou que preferem até algo mais metal. Não quererá dizer que não tenha capacidade para os cativar que até tem. Exige é algum trabalho, paciência e dedicação, porque até existe aqui distorção de qualidade e melodias capazes de cativar os mais resistentes.

Bastará uma ou duas audições a temas como “O.D.I.R.”, “Tar And Feather” e  “The Waves” para que os mesmos se instalem. Só é pena que o nível de interesse não sem mantenha por igual ao longo do trabalho. Por uma “Servant” explosiva e viciante, temos uma “Shapeless” que se arrasta com alguma dificuldade e pouco brilho e por uma “Old habit” que vai em crescendo envolvendo o ouvinte temos uma “The Controller” que desafia a nossa capacidade de nos mantermos acordados. Mesmo assim, e apesar disto que foi dito atrás, é um álbum interessante, de qualidade acima da média e que agradará o espectro alternativo mais ao lado/fora do metal.


Nota: 6.8/10

Review por Fernando Ferreira