• Facebook
  • Myspace
  • Twitter
  • Google+

Candidata-te

A Metal Imperium encontra-se a recrutar colaboradores para redação de notícias, reviews de álbuns ou entrevistas a bandas.

Quem quiser fazer parte desta equipa poderá candidatar-se contactando-nos por email: metalimperium@gmail.com



Reviews Mais Recentes

Uada - Cult of the Dying Sun


Occultum - In Nomine Rex Inferni


Monolithe - Nebula Septem


Morag Tong - Last Knell of Om


Haunted - Dayburner


Djevel - Blant Svarte Graner


Raw Decimating Brutality - Era Matarruana


Czort - Czarna Ewangelia


Kinetik - Critical Fallout


Dopethrone - Transcanadian Anger


Abhor - Occulta ReligiO


Refuge - Solitary Men


Sevendust - All I See Is War


Black Fast - Spectre of Ruin


Sleep - The Sciences


Tomb Mold - Manor of Infinite Forms


Taphos - Come Ethereal Somberness


Wrath Sins - The Awakening


Judas Priest - Firepower


Bleeding Through - Love Will Kill All


Ihsahn - Àmr


Alkaloid - Liquid Anatomy


Filii Nigrantium Infernalium - "Fellatrix


Amorphis - Queen of Time


Ghost - Prequelle


Angelus Apatrida - Cabaret de la Guillotine


Bleed From Within - Era


Painted Black - Raging Light


Necrobode - Metal Negro da Morte


Pestilence - Hadeon


Tortharry - Sinister Species


Inframonolithium - Mysterium


Somali Yacht Club - The Sea


Dallian - Automata


Total Pageviews

Concertos em Destaque

Tradutor

Entrevistas Mais Recentes



































The Sword vão entrar num hiato

Corte quase fatal no futuro dos The Sword, uma vez que a banda texana anunciou há dias que fará uma pausa, embora tenha lançado ainda em março (...)

Hate Eternal lançam áudio de "Nothingness of Being"

A banda de death metal irá lançar o novo álbum, Upon Desolate Sands, a 26 de outubro através da Season Of Mist. Depois de desvendar (...)

Alterações no alinhamento do Festival Bardoada e Ajcoi

O Festival Bardoada e Ajcoi anunciou a substituição de duas das bandas previamente confirmadas. (...)

Marky Ramone em Portugal no próximo mês

O veterano Marky Ramone tem dois espectáculos marcados para o nosso país, que serão nada mais, nada menos, do que o warm up para o Lisbon Tattoo Rock Fest 2018. (...)

Behemoth lançam nova música "Wolves Ov Siberia"

"Wolves Ov Siberia", o novo vídeo de Behemoth, pode ser visto acima. A música faz parte do próximo álbum da banda, "I Loved You At Your Darkest", (...)


Já tinhamos saudades de falar do Canadá. E não, não é nenhuma banda de death metal melódico ou metalcore. O negócio dos Iron Kingdom é mesmo distribuir heavy metal tradicional com uns toques de power metal fundado pelos irmãos Chris e Amanda Osterman. Enquanto o mano se dedica à guitarra e voz, a mana vai para a bateria. A voz do mano é um pouco característica demais. Algo próximo dos exageros power metal que começaram a aparecer ali por alturas do virar do milénio. No entanto não chega a manchar em demasia este que já o terceiro álbum dos Iron Kingdom.

Para já têm do seu lado o facto de iniciarem o álbum com uma faixa instrumental - uma intro sem ser intro - neste caso a "On The Eve Of Battle", que é o momento ideal para iniciar qualquer trabalho. Depois a energia com que atacam cada tema demonstra a paixão genuína que têm pelo mesmo. Há um pouco de ingenuidade à mistura, porque isto do heavy metal tem sempre um lado de criança/adolescente rebelde que se recusa a crescer, e há bastante virtuosismo, principalmente nos duelos e harmonias entre as duas guitarras. Os solos, leads e licks abundam um pouco por todo o lado, sem no entanto deixar de manter a aura de simplicidade da qual o próprio heavy metal nasceu.

Da lado da parte menos positiva temos o facto de não haver propriamente uma música que se destaque. Ouve-se bem, principalmente se se for fã de heavy metal tradicional ou pelo menos das bandas que surgiram nos últimos quinze anos a tocar heavy metal tradicional, e acreditem, existe uma diferença. No entanto, tendo que destacar algum tema, o elemento épico e progressivo de "Lady Trieu And The Kingdom Of Wu", "Night Attack" e "The Veiled Knight" fazem com sejam as três faixas escolhidas. Também é nestes temas que as referências da banda ficam a nu, sendo uma espécie de Iron Maiden, versão norte-americana. Entretem, mas seria aconselhável no futuro encontrar uma identidade própria.


Nota: 6.5/10

Review por Fernando Ferreira