• Facebook
  • Myspace
  • Twitter
  • Google+

Reviews Mais Recentes


Rasgo - Ecos da Selva Urbana


Terror Empire - Obscurity Rising


Painted Black - Raging Light


Wolves in the Throne Room - Thrice Woven


Celeste - Infidèle(s)


Moonspell - 1755


Battle Dagorath - II - Frozen Light of Eternal Darkness


Kalmankantaja - Routamaa


Archspire - Relentless Mutation


Tod Huetet Uebel - N.A.D.A


Benthik Zone - Via Cosmicam ad Europam ab Gelid Inferis


Acherontas - Amarta अमर्त (Formulas of Reptilian Unification Part II)


Progenie Terrestre Pura - oltreLuna


Vita Imana - El M4l


Overkill - The Grinding Wheel


Time Lurker - Time Lurker


Warbringer - Woe to the Vanquished



Akercocke - Renaissance in Extremis


Neige et Noirceur - Verglapolis


Concertos em Destaque

Tradutor

Entrevistas Mais Recentes



































System of a Down têm músicas novas

Afinal não há nenhum problema com os System of a Down. É Serj Tankian quem o afirma, numa entrevista recente concedida à Rolling Stone. Na verdade a banda tem músicas novas, (...)

Simbiose, Alien Squad, Dokuga atuam no Porto em fevereiro

Os nacionais Simbiose, Alien Squad e Dokuga vão tocar no Metalpoint (Porto), no dia 3 de fevereiro do próximo ano.(...)

Hourswill apresentam novo álbum na companhia dos Inner Blast, The Chapter e Scarmind

Os Hourswill apresentam ao vivo o seu mais recente álbum, "Harm Full Embrace", dia 13 de janeiro, no RCA Club em Lisboa.(...)

Kamelot lançam novo vídeo e revelam novidades para 2018

Os Kamelot disponibilizaram o novo vídeo do tema "Under Grey Skies", que conta com a participação da vocalista dos Delain, Charlotte Wessels.(...)

Graveyard a gravar novo álbum

Os suecos Graveyard encontram-se nos Park Studios, em Estocolmo, a gravar o seu próximo álbum de estúdio, sucessor de "Innocence and Decadence", lançado no ano 2015. (...)



One man band da Rússia, Sivyj Yar traz-nos uma espécie de black/folk/pagan metal como já ouvimos muitas vezes. E isto será o suficiente para afastar todos os que já estão cansados destas coisas. No entanto, também terá o efeito contrário para todos os que não se cansam de música que nos faz viajar. Se o mal da música hoje em dia é por ser apenas uma colecção de gatilhos programados para atirar nas partes certeiras do nosso cérebro que obrigam a que se recorde da mesma, então, um álbum como este "Burial Shrouds" é tudo o que precisamos para desintoxicar.

Como já dissemos atrás, a fórmula não é nova. Misturar melodias épicas, uma sensibilidade melódica apurada junto a ocasionais explosões típicas de black metal. No entanto, essa mesma fórmula mostra-se eficaz. Em apenas seis músicas e com uma produção mais que excelente, comparando com algumas coisas que se ouve no estilo, as músicas conseguem manter os pés nos dois lados, aparentemente opostos. Se pegarmos em "The Earth Breathes Sorrow", é possível encontrar os elementos comuns ao black metal depressivo, no entanto, a abordagem da guitarra e ´típica de pós-rock. Mais uma vez se salienta, não é de agora esta mistura, mas resulta muito bem.

É o que interessa, certo? Mais do que termos cópias descaradas de outra coisa qualquer(que não temos aqui), é importante sentir se temos músicas que têm um impacto em nós, como amantes de música e até como seres humanos. Por muito profunda que pareça esta afirmação, é a definição base para se apreciar o quer que seja. "Burial Shrouds" tem esse impacto, tem esse potencial - se lhe derem hipótese, claro. Músicas como "Like A Sparkle We Will Vanish Into The Darkness" e "The Snow Shall Fall A Long While" instalam-se sem pedir licença e o ouvinte não se importa nem um pouco com isso. Sem dúvida, um trabalho surpreendente e que agradará para quem olha para as novas de expressão do black metal com bons olhos.


Nota: 8/10

Review por Fernando Ferreira