• Facebook
  • Myspace
  • Twitter
  • Google+

Total Pageviews

Reviews Mais Recentes


Amorphis - Queen of Time


Ghost - Prequelle


Angelus Apatrida - Cabaret de la Guillotine


Bleed From Within - Era


Painted Black - Raging Light


Necrobode - Metal Negro da Morte


Pestilence - Hadeon


Tortharry - Sinister Species


Inframonolithium - Mysterium


Somali Yacht Club - The Sea


Dallian - Automata


Candidata-te

A Metal Imperium encontra-se a recrutar colaboradores para redação de notícias, reviews de álbuns ou entrevistas a bandas.

Quem quiser fazer parte desta equipa poderá candidatar-se contactando-nos por email: metalimperium@gmail.com



Concertos em Destaque

Tradutor

Entrevistas Mais Recentes



































Ghost estreiam duas novas músicas ao vivo

Os Ghost fizeram um inicio "oficioso" da sua próxima digressão mundial no "The Roxy", em Hollywood, Los Angeles, e presentearam os fãs que(...)

Roy Khan confessa que sair dos Kamelot foi a "melhor decisão" que alguma vez tomou

Roy Sætre Khantatat, conhecido como Roy Khan, ou mais conhecido como o antigo vocalista dos Kamelot, falou à italiana SpazioRock (...)

Epica lançam vídeo para “Universal Love Squad”

Os holandeses lançaram recentemente o vídeo para a canção “Universal Love Squad”, sendo possível visualizar o mesmo (...)

Morbid Angel disponibilizam novo vídeo

A banda de death metal Morbid Angel divulgou recentemente um novo vídeo para o tema "Garden Of Disdain", pertencente ao mais recente álbum, "Kingdoms Disdained". (...)

Alice In Chains lançam vídeo para novo single

"The One You Know" é o novo single dos Alice In Chains, que pode ser ouvido no vídeo acima. A faixa faz parte do próximo álbum da banda, (...)


O início de "Walkin In The Woods", os primeiros segundos do tema que inicia este "Yheri", faz antecipar qualquer coisa pagã e folk, mas a explosão que se segue não deixa margem para enganos. Trata-se de black metal puro e duro. É certo que no mesmo tema um pouco mais à frente encontramos uns resquícios de melodia folk, mas eses são apenas as excepções que comprovam a regra. Black metal, sem contemplação. Tendo em conta que o grupo é italiano, até se esperaria alguma experimentação mas acaba por ser refrescante esta abordagem mais ortodoxa.

Este segundo álbum dos Hornwood Fell confia todo o seu poder nas guitarras e nos seus riffs como criação dos ambientes, isto contando com uma produção mesmo poderosa - ou seja, a prova viva de que black metal para ser bruto e cru, não precisa de ser mal produzido e descoordenado. Por falar em ambientes, de vez em quando também surgem umas passagens sem distorção que curiosamente nos remetem para a esquisitice saudosa dos Diabolical Masquerade. Vocalmente falando é bastante variado, indo da mais tradicional voz rasgada à simples voz gritada (não muito comum neste estilo) ou à quase voz limpa.

Em nenhum momento destes quarenta e um minutos temos momentos de aborrecimento, o que de si só já diz algo, principalmente quando temos alguns temas com seis e sete minutos - um deles, definitivamente um dos pontos mais altos do álbum, "At His Awakening" - cheios de dinâmica e ao mesmo tempo usando de forma inteligente a arma da repetição. O álbum em si transpira essa dinâmica, o que poderá ser surpreendente para alguns O facto de colocar a instrumental acústica "These Trees Are Watching", que tem um pouco de flamengo, também favorece essa mesma dinâmica. No que ao black metal diz respeito, está aqui a confirmação de que os Hornwood Fell são uma promessa a concretizar-se. Surpreendente mas acima de tudo, muito bom.


Nota: 8/10

Review por Fernando Ferreira