• Facebook
  • Myspace
  • Twitter
  • Google+

Candidata-te

A Metal Imperium encontra-se a recrutar colaboradores para redação de notícias, reviews de álbuns ou entrevistas a bandas.

Quem quiser fazer parte desta equipa poderá candidatar-se contactando-nos por email: metalimperium@gmail.com



Reviews Mais Recentes

Uada - Cult of the Dying Sun


Occultum - In Nomine Rex Inferni


Monolithe - Nebula Septem


Morag Tong - Last Knell of Om


Haunted - Dayburner


Djevel - Blant Svarte Graner


Raw Decimating Brutality - Era Matarruana


Czort - Czarna Ewangelia


Kinetik - Critical Fallout


Dopethrone - Transcanadian Anger


Abhor - Occulta ReligiO


Refuge - Solitary Men


Sevendust - All I See Is War


Black Fast - Spectre of Ruin


Sleep - The Sciences


Tomb Mold - Manor of Infinite Forms


Taphos - Come Ethereal Somberness


Wrath Sins - The Awakening


Judas Priest - Firepower


Bleeding Through - Love Will Kill All


Ihsahn - Àmr


Alkaloid - Liquid Anatomy


Filii Nigrantium Infernalium - "Fellatrix


Amorphis - Queen of Time


Ghost - Prequelle


Angelus Apatrida - Cabaret de la Guillotine


Bleed From Within - Era


Painted Black - Raging Light


Necrobode - Metal Negro da Morte


Pestilence - Hadeon


Tortharry - Sinister Species


Inframonolithium - Mysterium


Somali Yacht Club - The Sea


Dallian - Automata


Concertos em Destaque

Tradutor

Entrevistas Mais Recentes



































The Sword vão entrar num hiato

Corte quase fatal no futuro dos The Sword, uma vez que a banda texana anunciou há dias que fará uma pausa, embora tenha lançado ainda em março (...)

Hate Eternal lançam áudio de "Nothingness of Being"

A banda de death metal irá lançar o novo álbum, Upon Desolate Sands, a 26 de outubro através da Season Of Mist. Depois de desvendar (...)

Alterações no alinhamento do Festival Bardoada e Ajcoi

O Festival Bardoada e Ajcoi anunciou a substituição de duas das bandas previamente confirmadas. (...)

Marky Ramone em Portugal no próximo mês

O veterano Marky Ramone tem dois espectáculos marcados para o nosso país, que serão nada mais, nada menos, do que o warm up para o Lisbon Tattoo Rock Fest 2018. (...)

Behemoth lançam nova música "Wolves Ov Siberia"

"Wolves Ov Siberia", o novo vídeo de Behemoth, pode ser visto acima. A música faz parte do próximo álbum da banda, "I Loved You At Your Darkest", (...)


Numa altura em que as promotoras portuguesas cada vez mais voltam a apostar em bons cartazes com muitos nomes de fora que nem sempre têm a oportunidade de tocar no nosso cantinho, dá gosto ver uma sala (quase) cheia para receber alguns dos melhores nomes do hardcore mundial. 

A abrir a noite de sábado passado, ainda com muitos a entrar na sala, tivemos uma experiência um pouco diferente do que iríamos esperar dos alinhamentos seguintes. Oriundo da Nova Zelândia mas residente na Austrália, o músico faz parte ainda de outros grupos, mas é a solo que brilha com o seu projecto de Hip-Hop moderno e agressivo. Não sendo propriamente a razão principal da ida da grande maioria dos presentes, conseguiram captar a atenção do público durante pouco menos de meia hora, terminando com uma participação especial de JJ Peters, frontman da banda que fecharia a noite, Deez Nuts. 

De seguida, e pouco mais de um ano depois da sua estreia no nosso país, os alemães Coldburn tiraram a barriga de misérias depois de no ano passado terem tocado para poucas dezenas de pessoas na sala ao lado, o ex-Tuatara. Agora com novo lançamento na bagagem, conseguiram mostrar o que valem para uma plateia mais extensa e receptiva ao seu trabalho, e mostraram o porquê de serem uma das bandas mais consistentes e reconhecidas no meio do hardcore europeu. Com meia hora de alinhamento, houve tempo para várias do mais recente Down In The Dumps, assim como outras mais conhecidas do anterior The Harsh Fangs of Life, havendo espaço para os primeiros side-to-sides e singalongs. 

E a estrearem-se em Portugal, após uma alargada espera e depois de muitos pedidos, os americanos Expire não defraudaram e certamente não saíram desapontados, afirmando até ter sido mesmo o melhor show da tour (tendo a afirmação a validade que tem, mas com certeza que é bom sinal). Pouco depois do lançamento do bastante aclamado Pretty Low, foi sem dúvida o concerto mais explosivo e mais agitado da noite, com toda a sala ao rubro ao som de temas como "Bark", "Just Fine" ou "Forgetting". Com um alinhamento maioritariamente focado nos dois últimos lançamentos, vimos até o tímido frontman Josh mais sorridente e falador que nunca. Esperemos que o regresso não demore tanto como a estreia. 

Antes dos cabeças de cartaz, uma das bandas com maior reconhecimento a nível mundial no meio hardcore, os alemães/belgas Nasty regressaram ao nosso país, pela terceira vez, e um ano depois do concerto na European Hardcore Pool Party. Com o mais recente Shokka na bagagem, decidiram focar o seu alinhamento nos temas mais conhecidos, incluindo apenas 4 temas novos, entre eles a faixa-título e a demolidora "No". Com espaço para temas mais antigos como "Just Kind" e "Chaos", o público não mostrava sinais de cansaço e continuou a responder da melhor forma à banda que deu um dos melhores concertos da noite. 

E para fechar a noite, os australianos Deez Nuts apresentaram-se mais uma vez em Portugal, para um público que já os conhece muito bem. Promovendo o mais recente Word Is Bond, e em comparação com os outros alinhamentos, notou-se um decréscimo dos presentes na sala, ou talvez simplesmente uma maior aglomeração dos mesmos junto ao palco, devido a uma resposta menos efusiva do público. No entanto, a banda de JJ Peters e companhia sabe bem como dar concertos e não desiludiram os fãs, passando por clássicos como "Stay True" ou "Your Mother Should've

Swallowed You". Com um concerto energético e divertido, souberam mais uma vez entreter os presentes, em cerca de 1 hora de alinhamento.

Texto por Afonso Veiga
Agradecimentos: HellXis