• Facebook
  • Myspace
  • Twitter
  • Google+

Reviews Mais Recentes


Rasgo - Ecos da Selva Urbana


Terror Empire - Obscurity Rising


Painted Black - Raging Light


Wolves in the Throne Room - Thrice Woven


Celeste - Infidèle(s)


Moonspell - 1755


Battle Dagorath - II - Frozen Light of Eternal Darkness


Kalmankantaja - Routamaa


Archspire - Relentless Mutation


Tod Huetet Uebel - N.A.D.A


Benthik Zone - Via Cosmicam ad Europam ab Gelid Inferis


Acherontas - Amarta अमर्त (Formulas of Reptilian Unification Part II)


Progenie Terrestre Pura - oltreLuna


Vita Imana - El M4l


Overkill - The Grinding Wheel


Time Lurker - Time Lurker


Warbringer - Woe to the Vanquished



Akercocke - Renaissance in Extremis


Neige et Noirceur - Verglapolis


Concertos em Destaque

Tradutor

Entrevistas Mais Recentes



































System of a Down têm músicas novas

Afinal não há nenhum problema com os System of a Down. É Serj Tankian quem o afirma, numa entrevista recente concedida à Rolling Stone. Na verdade a banda tem músicas novas, (...)

Simbiose, Alien Squad, Dokuga atuam no Porto em fevereiro

Os nacionais Simbiose, Alien Squad e Dokuga vão tocar no Metalpoint (Porto), no dia 3 de fevereiro do próximo ano.(...)

Hourswill apresentam novo álbum na companhia dos Inner Blast, The Chapter e Scarmind

Os Hourswill apresentam ao vivo o seu mais recente álbum, "Harm Full Embrace", dia 13 de janeiro, no RCA Club em Lisboa.(...)

Kamelot lançam novo vídeo e revelam novidades para 2018

Os Kamelot disponibilizaram o novo vídeo do tema "Under Grey Skies", que conta com a participação da vocalista dos Delain, Charlotte Wessels.(...)

Graveyard a gravar novo álbum

Os suecos Graveyard encontram-se nos Park Studios, em Estocolmo, a gravar o seu próximo álbum de estúdio, sucessor de "Innocence and Decadence", lançado no ano 2015. (...)


Black metal já não é sinónimo de paisagens geladas no norte da Europa à muito tempo, pelo que já não nos deveria surpreender uma proposta como “Ambedo”, o terceiro álbum dos norte-americanos Battle Path. Mas a verdade é que “Ambedo” realmente surpreende. Pelo seu uso de ambiência e do elemento atmosférico que faz com que o seu black/doom (ou doom/black) soe mais do que irresistivelmente estranho, soe esmagadoramente intrigante. O trabalho é composto por apenas seis longas faixas (exceptuando pela final “Finis Omniu”) que até passam de forma bastante rápida, tendo em conta que estamos falar de doom – seja antes ou depois do black, é definitivamente doom.

Isto acontece porque é um trabalho bastante diversificado, onde apesar das duas fórmulas únicas, consegue surpreender. A primeira é quando as músicas seguem uma única linha condutora e exploram todas as soluções dentro dessa mesma linha (“Raging Host”, o primeiro tema, é um bom exemplo disso mesmo). A segunda é quando a mesma segue várias linhas condutoras mas consegue com que todas funcionem e soem naturais (“A Thirst For Blood” soa quase progressiva pela autêntica viagem por diversas paisagens). Estas duas vertentes são suficientes para tornarem este trabalho riquíssimo.

No entanto, não basta apenas isto para que faça deste trabalho vencedor. Temos estado a falar de fórmulas e de estruturas de composição. E o conteúdo? Será que isto tudo resulta em música que se consiga ouvir? É uma questão discutível porque dependerá sempre do ouvinte. Para aqueles que têm o espírito masoquista (no bom sentido) está aqui um trabalho que apela à melancolia e miséria humana, música que consegue transmitir uma série de imagens e se que se revelaria perfeita para uma banda sonora – o tema título é gigantesco nesse sentido. Para quem procura algo mais animado, “Ambedo” não é definitivamente o trabalho a ouvir, pelo que se pode dizer que cumpre na perfeição aquilo a que se propõe. E isso já é dizer muito.


Nota: 8.4/10

Review por Fernando Ferreira