• Facebook
  • Myspace
  • Twitter
  • Google+

Total Pageviews

Reviews Mais Recentes


Amorphis - Queen of Time


Ghost - Prequelle


Angelus Apatrida - Cabaret de la Guillotine


Bleed From Within - Era


Painted Black - Raging Light


Necrobode - Metal Negro da Morte


Pestilence - Hadeon


Tortharry - Sinister Species


Inframonolithium - Mysterium


Somali Yacht Club - The Sea


Dallian - Automata


Candidata-te

A Metal Imperium encontra-se a recrutar colaboradores para redação de notícias, reviews de álbuns ou entrevistas a bandas.

Quem quiser fazer parte desta equipa poderá candidatar-se contactando-nos por email: metalimperium@gmail.com



Concertos em Destaque

Tradutor

Entrevistas Mais Recentes



































Ghost estreiam duas novas músicas ao vivo

Os Ghost fizeram um inicio "oficioso" da sua próxima digressão mundial no "The Roxy", em Hollywood, Los Angeles, e presentearam os fãs que(...)

Roy Khan confessa que sair dos Kamelot foi a "melhor decisão" que alguma vez tomou

Roy Sætre Khantatat, conhecido como Roy Khan, ou mais conhecido como o antigo vocalista dos Kamelot, falou à italiana SpazioRock (...)

Epica lançam vídeo para “Universal Love Squad”

Os holandeses lançaram recentemente o vídeo para a canção “Universal Love Squad”, sendo possível visualizar o mesmo (...)

Morbid Angel disponibilizam novo vídeo

A banda de death metal Morbid Angel divulgou recentemente um novo vídeo para o tema "Garden Of Disdain", pertencente ao mais recente álbum, "Kingdoms Disdained". (...)

Alice In Chains lançam vídeo para novo single

"The One You Know" é o novo single dos Alice In Chains, que pode ser ouvido no vídeo acima. A faixa faz parte do próximo álbum da banda, (...)



Uma das bandas clássicas do thrash metal alemão está de volta para o seu quarto álbum. Após dois álbuns clássicos lançados na segunda metade da década de oitenta, a banda cessou funções no início da década de noventa, voltando à activa em 2008. Com um último álbum lançado em 2012, é em 2016 que veremos “The Raging Tides” disponível. E o que é que poderemos esperar deste trabalho? Thrash metal de classe, claro está, com o carimbo germânico (mas não muito acentuado – já lá vamos) e com tudo o de bom, mau e óptimo que isso implica.

O que é bom é que temos dez faixas de thrash metal full throttle, sem contemplações e sem grandes paragens. O que é mau é que por vezes sente-se muito a falta de dinâmica, no entanto, o que é óptimo é que tendo apenas trinta e cinco minutos, este trabalho dá-se a esse luxo de seguir a sua linha orientadora, soar coeso e forte do início ao fim e não cansar. Apesar da abordagem ser bem directa, temas  como o título que abre o álbum, “Sacred Defense” ou “There Will Always Be Blood” não são propriamente básicos e há um interessante equilíbrio entre a vertente técnica e o lado mais bruto do thrash metal.

É essa a fórmula de sucesso de “The Raging Tides” e é essa a razão que faz com que este álbum, mesmo não sendo um prodígio do género, se torna tão agradável tanto à primeira audição, como vai cimentando a sua posição passagem após passagem. Tal como afirmámos no primeiro parágrafo, a sua identidade tipicamente alemã dilui-se com um certo espírito old school mais próprio do outro lado do Atlântico e esse é mais um dos seus bons argumentos. Podemos ver que é um bom presságio para o novo ano, que abre logo com um álbum thrash clássico desta força.


Nota: 8/10

Review por Fernando Ferreira