• Facebook
  • Myspace
  • Twitter
  • Google+

Reviews Mais Recentes


Rasgo - Ecos da Selva Urbana


Terror Empire - Obscurity Rising


Painted Black - Raging Light


Wolves in the Throne Room - Thrice Woven


Celeste - Infidèle(s)


Moonspell - 1755


Battle Dagorath - II - Frozen Light of Eternal Darkness


Kalmankantaja - Routamaa


Archspire - Relentless Mutation


Tod Huetet Uebel - N.A.D.A


Benthik Zone - Via Cosmicam ad Europam ab Gelid Inferis


Acherontas - Amarta अमर्त (Formulas of Reptilian Unification Part II)


Progenie Terrestre Pura - oltreLuna


Vita Imana - El M4l


Overkill - The Grinding Wheel


Time Lurker - Time Lurker


Warbringer - Woe to the Vanquished



Akercocke - Renaissance in Extremis


Neige et Noirceur - Verglapolis


Concertos em Destaque

Tradutor

Entrevistas Mais Recentes



































System of a Down têm músicas novas

Afinal não há nenhum problema com os System of a Down. É Serj Tankian quem o afirma, numa entrevista recente concedida à Rolling Stone. Na verdade a banda tem músicas novas, (...)

Simbiose, Alien Squad, Dokuga atuam no Porto em fevereiro

Os nacionais Simbiose, Alien Squad e Dokuga vão tocar no Metalpoint (Porto), no dia 3 de fevereiro do próximo ano.(...)

Hourswill apresentam novo álbum na companhia dos Inner Blast, The Chapter e Scarmind

Os Hourswill apresentam ao vivo o seu mais recente álbum, "Harm Full Embrace", dia 13 de janeiro, no RCA Club em Lisboa.(...)

Kamelot lançam novo vídeo e revelam novidades para 2018

Os Kamelot disponibilizaram o novo vídeo do tema "Under Grey Skies", que conta com a participação da vocalista dos Delain, Charlotte Wessels.(...)

Graveyard a gravar novo álbum

Os suecos Graveyard encontram-se nos Park Studios, em Estocolmo, a gravar o seu próximo álbum de estúdio, sucessor de "Innocence and Decadence", lançado no ano 2015. (...)


Os Scanner são uma das instituições do heavy metal teutónico mais subestimadas desde sempre. A banda alemã lançou uma série de álbuns que permaneceram como clássicos durante muitos anos e assim vão continuar por muitos bons anos. Aproveitando o lançamento do regresso da banda com "The Judgement", a Massacre resolve capitalizar o lançamento reeditando os dois primeiros álbuns remasterizados para toda uma nova geração de fãs. E em boa hora o fez já que as boas oportunidades não devem ser desperdiçadas. Aqui vamos nos focar em "Hypertrace", o primeiro álbum de originais da banda.

Com uma energia e garra impressionante e com um imaginário inteligente de ficção ciêntifica, este é um trabalho clássico do início ao fim. "Warp 7" empolga à grande com o seu poder mas é em temas como "Terrion" e "Across The Universe" que a banda se move mais à vontade, ou seja, naquele registo mais típico daquilo que se convencionou a chmar de power-metal - não esqueçamos que estamos em 1988, quando os Helloween estavam no topo da sua forma, os Blind Guardian ainda não tinham expressão na cena e os Gamma Ray ainda não existiam, tal como os Iron Savior, duas bandas que nos surgem em mente quando estamos a ouvir "Hypertrace".

Não adianta, no entanto, enunciar e enumerar temas, já que a qualidade extende-se a todo o registo, que aqui, como já foi dito, ainda teve direito a masterização e à inclusão do tema "Galactos", que só tinha saído antes na compilação clássica "Doomsday News". Para quem gosta da cena power metal alemã, antes de ela se esgotar um pouco - felizmente nunca chegou a esgotar-se por completo - tem aqui uma enorme lição de história. Para quem tem o heavy metal a correr nas veias, não há como deixar passar esta oportunidade de possuir um pouco de história.


Nota: 9/10

Review por Fernando Ferreira