• Facebook
  • Myspace
  • Twitter
  • Google+

Total Pageviews

Reviews Mais Recentes


Amorphis - Queen of Time


Ghost - Prequelle


Angelus Apatrida - Cabaret de la Guillotine


Bleed From Within - Era


Painted Black - Raging Light


Necrobode - Metal Negro da Morte


Pestilence - Hadeon


Tortharry - Sinister Species


Inframonolithium - Mysterium


Somali Yacht Club - The Sea


Dallian - Automata


Candidata-te

A Metal Imperium encontra-se a recrutar colaboradores para redação de notícias, reviews de álbuns ou entrevistas a bandas.

Quem quiser fazer parte desta equipa poderá candidatar-se contactando-nos por email: metalimperium@gmail.com



Concertos em Destaque

Tradutor

Entrevistas Mais Recentes



































Ghost estreiam duas novas músicas ao vivo

Os Ghost fizeram um inicio "oficioso" da sua próxima digressão mundial no "The Roxy", em Hollywood, Los Angeles, e presentearam os fãs que(...)

Roy Khan confessa que sair dos Kamelot foi a "melhor decisão" que alguma vez tomou

Roy Sætre Khantatat, conhecido como Roy Khan, ou mais conhecido como o antigo vocalista dos Kamelot, falou à italiana SpazioRock (...)

Epica lançam vídeo para “Universal Love Squad”

Os holandeses lançaram recentemente o vídeo para a canção “Universal Love Squad”, sendo possível visualizar o mesmo (...)

Morbid Angel disponibilizam novo vídeo

A banda de death metal Morbid Angel divulgou recentemente um novo vídeo para o tema "Garden Of Disdain", pertencente ao mais recente álbum, "Kingdoms Disdained". (...)

Alice In Chains lançam vídeo para novo single

"The One You Know" é o novo single dos Alice In Chains, que pode ser ouvido no vídeo acima. A faixa faz parte do próximo álbum da banda, (...)


Álbum de estreia desta banda que conseguiu criar à sua volta alguma antecipação principalmente pelo seu EP editado em 2014, "Schizophrenic Jubilee", antecipação essa que não se vê completamente reflectida por aquilo que "Nocturnal Masquerade". Não se pode dizer que o álbum seja uma completa desilusão, já que a banda consegue ter um dom para os arranjos e composições acima da média. Sendo assim então qual é o problema? Mais do mesmo, simplesmente mais do mesmo.

O início de "The House (That Fear Built)" tanto impressiona pela versatilidade da banda como pela previsão da sua música. Consegue conjugar algumas influências desde o djent (ou por outras palavras, o-género-que-chamamos-às-bandas-que-tentam-soar-a-Meshuggah-mas-não-conseguem), thrash, death metal e, claro, não podia deixar de ser, o metalcore. E é na parte do metalcore que a coisa se estraga. Não se trata de um problema da nossa parte em relação ao género - pelo menos não neste caso. Trata-se simplesmente da música soar igual a outras quinhentas míl que ouvimos desde o início da década passada.

As estruturas das músicas, a fórmula que já enjoa do verso gritado com a voz limpa no refrão e mais uma série de coisas que fazem com que aquilo que devia soar refrescante soe cansado e gasto. Existem, todavia, muitas coisas positivas a assinalar, sendo que a voz de Justin Mattews é uma delas, demonstrando uma grande versatilidade e qualidade tanto na voz gritada como na voz limpa. É pena é que, por si só, não chegue para transformar esta estreia memorável. Apenas um álbum como tantos outros e mais uma banda para o monte daquilo que não perdurá.


Nota: 5/10

Review por Fernando Ferreira