• Facebook
  • Myspace
  • Twitter
  • Google+

Reviews Mais Recentes


Rasgo - Ecos da Selva Urbana


Terror Empire - Obscurity Rising


Painted Black - Raging Light


Wolves in the Throne Room - Thrice Woven


Celeste - Infidèle(s)


Moonspell - 1755


Battle Dagorath - II - Frozen Light of Eternal Darkness


Kalmankantaja - Routamaa


Archspire - Relentless Mutation


Tod Huetet Uebel - N.A.D.A


Benthik Zone - Via Cosmicam ad Europam ab Gelid Inferis


Acherontas - Amarta अमर्त (Formulas of Reptilian Unification Part II)


Progenie Terrestre Pura - oltreLuna


Vita Imana - El M4l


Overkill - The Grinding Wheel


Time Lurker - Time Lurker


Warbringer - Woe to the Vanquished



Akercocke - Renaissance in Extremis


Neige et Noirceur - Verglapolis


Concertos em Destaque

Tradutor

Entrevistas Mais Recentes



































System of a Down têm músicas novas

Afinal não há nenhum problema com os System of a Down. É Serj Tankian quem o afirma, numa entrevista recente concedida à Rolling Stone. Na verdade a banda tem músicas novas, (...)

Simbiose, Alien Squad, Dokuga atuam no Porto em fevereiro

Os nacionais Simbiose, Alien Squad e Dokuga vão tocar no Metalpoint (Porto), no dia 3 de fevereiro do próximo ano.(...)

Hourswill apresentam novo álbum na companhia dos Inner Blast, The Chapter e Scarmind

Os Hourswill apresentam ao vivo o seu mais recente álbum, "Harm Full Embrace", dia 13 de janeiro, no RCA Club em Lisboa.(...)

Kamelot lançam novo vídeo e revelam novidades para 2018

Os Kamelot disponibilizaram o novo vídeo do tema "Under Grey Skies", que conta com a participação da vocalista dos Delain, Charlotte Wessels.(...)

Graveyard a gravar novo álbum

Os suecos Graveyard encontram-se nos Park Studios, em Estocolmo, a gravar o seu próximo álbum de estúdio, sucessor de "Innocence and Decadence", lançado no ano 2015. (...)



Não há volta a dar, por vezes, temos algo que nos obriga a gritar… THRAAAAAAAAAAAAAAAAASH!! E o começo de “Legal Emptiness” é sem dúvida um desses momentos. Como tal, é uma decisão extremamente inteligente colocar este tema a abrir o seu segundo álbum de originais já que estabelece o mood para o resto do disco e não desilude. Outro aspecto que não desilude e que também está patente nessa primeira faixa como também na própria capa é o seu carácter de protesto social.

No metal há uma liberdade para se falar de tudo um pouco e cada hipótese será igualmente válida, no entanto, é sempre apreciável termos uma revolta palpável e real como aquela que transpira ao longo destes dez temas que se esgotam em pouco mais de trinta e sete minutos. Em termos musicais poderá não haver uma grande dinâmica, tirando as excepções feitas à curta instrumental “Breakdown” e com a “OBDC” que tem um colorido diferente por ser cantada em castelhano – a origem dos Conflicted é chilena – no entanto a banda consegue compensar essa lacuna com potência e garra a rodos.

Não há uma grande ciência a desvendar por trás de “Under Bio-lence” e por vezes são as coisas mais simples que nos conquistam quando anda tudo a tentar inventar uma roda dentro da roda já inventada. Não há necessidade de aproveitar a roda – principalmente quando não se tem criatividade para tal – pelo que o melhor é mesmo aproveitá-la. Esta roda está muito bem aproveitadinha e estes dez temas cumprem a sua missão. Convidam ao abano do capacete e entretém durante a totalidade da sua duração. O que é preciso mais?


Nota: 8/10

Review por Fernando Ferreira