• Facebook
  • Myspace
  • Twitter
  • Google+

Reviews Mais Recentes


Iron Reagan - Crossover


Lich King - Omniclash


Demonic Resurrection - Dashavatar


Black Anvil - As Was


Benighted - Necrobreed


Mechina - As Embers Turn To Dust


Adamantine - Heroes & Villains


Barathrum - Fanatiko


Persefone - Aathma


Blame Zeus - Theory Of Perception


Kreator - Gods Of Violence


Lock Up - Demonization


Obituary - Obituary


H.O.S.T. - Bastard Of The Fallen Thrones


Antropomorphia - Sermon Ov Warth


Fall From Perfection - Metamorph


Pallbearer - Heartless


Mastodon - Emperor Of Sand


wolfheart - Tyhjyys


Sinister - Syncretism


Primal Attack - Heartless Oppressor


Grog - Ablutionary Rituals

Metal Imperium - Merchandise

.
Para encomendar, enviar email para: metalimperium@gmail.com

Concertos em Destaque

Visitantes

Tradutor

Entrevistas Mais Recentes



































Entrevista aos Venom Inc

Os Venom Inc nasceram em meados de 2015 como uma nova banda que reúne toda a força e poder dos seus membros: Tony “Demolition Man” Dolan (baixo/voz) com os membros originais de Venom – Jeff “Mantas” Dunn (guitarra) and Anthony “Abaddon” Bray (bateria). A banda tem estado em tournée(...)

Falecimento do antigo baixista de Celtic Frost

O antigo baixista e membro fundador de Celtic Frost e de Hellhamer Martin Eric Ain, faleceu no passado sábado dia 21 de Outubro, aos 50 anos de idade. A causa da morte foi (...)

Novo álbum de Pestilence em Março

Os Pestilence irão lançar o seu novo álbum "Hadeon", em Março, pela Hammerheart Records. Este trabalho terá treze faixas que combinam as raízes de Pestilence, com a sua (...)

Arch Enemy com novo vídeo "The Race"

Os Arch Enemy acabam de lançar mais um vídeo do seu novo álbum, "Will To Power", que foi lançado no dia 8 de setembro através da Century Media.(...)

Angel Dust estão de volta!

A banda alemã informou através da sua página de Facebook que está de volta e já em estúdio a gravar o seu próximo trabalho. Depois de se terem separado em 2011, (...)


Já dissemos isto algumas vezes no passado mas temos consciência que não o dizemos há já algum tempo, como tal vamos dizer sem receios: odiamos dissonâncias. Irritam-nos à brava. Não é que não gostemos de jazz (numa dose saudável) mas ouvir dissonâncias no rock ou metal sempre nos soou a prepotência, mas talvez seja um problema de preconceito da nossa parte. Não vínhamos preparados para tal já que a banda não nos era conhecida, no entanto bastaram os primeiros segundos de Surgery Plains para ficarmos apresentados. para isso e para ficarmos com uma ligeira dor de cabeça.

O que até faz sentido, já que a banda belga tem uma costela noise e experimental bastante forte. O experimentalismo é sempre algo que apreciamos, pelo desafio que nos coloca e pela forma como nos consegue cativar com soluções inesperadas. No entanto, tal não acontece tão facilmente com este álbum auto-intitulado. Para se ser sincero, e admitindo que foi realmente um desafio, acabamos por ter que admitir derrota e desistir, afirmando que não somos capazes de compreender a banda. Existem momentos em que realmente somos cativados - a voz de Marie Billy na "Titanium Sea", provavelmente o melhor tema do álbum, é qualquer coisa de fenomenal - mas no geral falta-nos simplesmente a paciência.

Quando temos então músicas de oito e dez minutos de cubos mágicos que nos parecem impossíveis de deslindar, como é que poderíamos ter paciência? Apesar da imparcialidade ser um ponto fulcral das nossas análises, há sempre um ponto onde não conseguimos ir e neste caso o ponto foi encontrado com estas oito músicas que nos desafiaram e derrotaram, mas não convenceram. Para os mais corajosos, têm aqui uma viagem alucinante que tanto pode ser muito boa (porque acreditamos que há mercado para este tipo de coisa) como má. É sempre uma questão de perspectiva.


Nota: 5/10

Review por Fernando Ferreira