• Facebook
  • Myspace
  • Twitter
  • Google+

Total Pageviews

Reviews Mais Recentes


Amorphis - Queen of Time


Ghost - Prequelle


Angelus Apatrida - Cabaret de la Guillotine


Bleed From Within - Era


Painted Black - Raging Light


Necrobode - Metal Negro da Morte


Pestilence - Hadeon


Tortharry - Sinister Species


Inframonolithium - Mysterium


Somali Yacht Club - The Sea


Dallian - Automata


Candidata-te

A Metal Imperium encontra-se a recrutar colaboradores para redação de notícias, reviews de álbuns ou entrevistas a bandas.

Quem quiser fazer parte desta equipa poderá candidatar-se contactando-nos por email: metalimperium@gmail.com



Concertos em Destaque

Tradutor

Entrevistas Mais Recentes



































Ghost estreiam duas novas músicas ao vivo

Os Ghost fizeram um inicio "oficioso" da sua próxima digressão mundial no "The Roxy", em Hollywood, Los Angeles, e presentearam os fãs que(...)

Roy Khan confessa que sair dos Kamelot foi a "melhor decisão" que alguma vez tomou

Roy Sætre Khantatat, conhecido como Roy Khan, ou mais conhecido como o antigo vocalista dos Kamelot, falou à italiana SpazioRock (...)

Epica lançam vídeo para “Universal Love Squad”

Os holandeses lançaram recentemente o vídeo para a canção “Universal Love Squad”, sendo possível visualizar o mesmo (...)

Morbid Angel disponibilizam novo vídeo

A banda de death metal Morbid Angel divulgou recentemente um novo vídeo para o tema "Garden Of Disdain", pertencente ao mais recente álbum, "Kingdoms Disdained". (...)

Alice In Chains lançam vídeo para novo single

"The One You Know" é o novo single dos Alice In Chains, que pode ser ouvido no vídeo acima. A faixa faz parte do próximo álbum da banda, (...)


Este é o primeiro álbum dos Momentum, originalmente lançado em 2010 e que causou algum burburinho na cena na altura. A banda islandesa demonstrou desde ter apetência para não parar muito tempo no mesmo sítio. Se nos inícios da sua carreira era puramente death metal, quando chegou a este trabalho, já demonstravam uma enorme apetência para as sonoridades progressivas. No entanto, chamar de "Fixation, At Rest" poderá ser bastante enganador, já que apesar desse ser um dos seus elementos base, existem igualmente outros que podem fazer toda a diferença na hora de gostar ou não.

2010 era o ano em que tudo o que era pós-qualquer coisa estava no auge, embora a designação ainda não fosse propriamente popular - tirando o pós-rock, claro. E então, este trabalho, colocado nessa perspectiva, faz todo o sentido, mas mesmo assim não será de encaixe fácil. Não é um trabalho fácil de ouvir mas mais que isso, não é um trabalho fácil de interiorizar, sendo necessárias muitas audições até que se comece a chegar lá. As músicas sucedem-se como se fossem todas uma, mesmo quando têm intervalos de silêncio entre si. É toda uma atmosfera que insiste em persistir.

O que é bom por um lado e mau por outro. Por um lado faz com que o impacto e o sufoco seja muito maior. Por outro, para aqueles que não chegaram lá (ou que nem sequer têm paciência para tentar), pode soar tudo ao mesmo e o desinteresse seja maior. Apesar de tudo isto, não é difícil perceber o interesse da Dark Descend Records em querer lembrar este trabalho a uma potencial audiência mais alargada, porque a qualidade é realmente elevada. Um tema como "Red Silence" é de uma beleza esmagadora que contrasta bem com o peso absoluta de faixas como "The Conduits Lead" ou "Metamorphose". Uma boa oportunidade para ficar a conhecer (mais) uma boa banda islandesa.


Nota: 8/10


Review por Fernando Ferreira