• Facebook
  • Myspace
  • Twitter
  • Google+

Reviews Mais Recentes


Rasgo - Ecos da Selva Urbana


Terror Empire - Obscurity Rising


Painted Black - Raging Light


Wolves in the Throne Room - Thrice Woven


Celeste - Infidèle(s)


Moonspell - 1755


Battle Dagorath - II - Frozen Light of Eternal Darkness


Kalmankantaja - Routamaa


Archspire - Relentless Mutation


Tod Huetet Uebel - N.A.D.A


Benthik Zone - Via Cosmicam ad Europam ab Gelid Inferis


Acherontas - Amarta अमर्त (Formulas of Reptilian Unification Part II)


Progenie Terrestre Pura - oltreLuna


Vita Imana - El M4l


Overkill - The Grinding Wheel


Time Lurker - Time Lurker


Warbringer - Woe to the Vanquished



Akercocke - Renaissance in Extremis


Neige et Noirceur - Verglapolis


Concertos em Destaque

Tradutor

Entrevistas Mais Recentes



































System of a Down têm músicas novas

Afinal não há nenhum problema com os System of a Down. É Serj Tankian quem o afirma, numa entrevista recente concedida à Rolling Stone. Na verdade a banda tem músicas novas, (...)

Simbiose, Alien Squad, Dokuga atuam no Porto em fevereiro

Os nacionais Simbiose, Alien Squad e Dokuga vão tocar no Metalpoint (Porto), no dia 3 de fevereiro do próximo ano.(...)

Hourswill apresentam novo álbum na companhia dos Inner Blast, The Chapter e Scarmind

Os Hourswill apresentam ao vivo o seu mais recente álbum, "Harm Full Embrace", dia 13 de janeiro, no RCA Club em Lisboa.(...)

Kamelot lançam novo vídeo e revelam novidades para 2018

Os Kamelot disponibilizaram o novo vídeo do tema "Under Grey Skies", que conta com a participação da vocalista dos Delain, Charlotte Wessels.(...)

Graveyard a gravar novo álbum

Os suecos Graveyard encontram-se nos Park Studios, em Estocolmo, a gravar o seu próximo álbum de estúdio, sucessor de "Innocence and Decadence", lançado no ano 2015. (...)


Bosque é uma one-man-band portuguesa de funeral doom e este é o seu terceiro álbum de originais. Tem tudo aquilo que se deseja e espera para um álbum do género: melodia, melancolia, uma certa claustrofobia e o tempo a passar bem devagar. A produção é bem crua, o que faz com que o feeling deste trabalho esteja muito próximo daquele que esperariamos de um disco de black metal. Aliás, o ambiente especial, aquele ambiente difícil de (re)criar nos grandes clássicos de black metal está omnipresente ao longo destes três temas.

Comecemos pelo óbvio, este trabalho não é de fácil audição. No entanto, apesar de ser óbvio, temos que reformular ou pelo menos explicar. Não é um trabalho de fácil audição para o comum dos mortais, sendo que para quem aprecia funeral doom, temos aqui algo capaz de satisfazer os seus desejos mais carnais. Adenda feita e despachada, vamos ao que interessa. São três temas dentro do estilo que os Bosque (dizer o Bosque é algo que ficaria estranho, portanto fiquemos pela ideia de que se trata de uma banda com vários integrantes) já nos habituaram, sendo que teremos que destacar as vocalizações que surgem limpas como um lamento ao luar, mas bem enterradas na mistura - fica a sensação que foram gravadas na casa banho do estúdio enquanto a música estava a tocar lá fora.

E resulta. Apesar da solução algo estranha, esta fórmula peculiar de misturar a voze faz com o que os temas surjam com um certo feeling etéreo que ao início se pode estranhar mas depois facilmente se entranha - temos que dizer que a voz também é usada poucas vezes nestes quarenta minutos que "Beyond" dura. Costuma-se dizer que o terceiro álbum é o da confirma-se mas neste caso nem era preciso confirmação nenhuma. Já há muito tempo que tínhamos a certeza de que os Bosque eram uma das grandes forças do doom metal nacional e este trabalho apenas reforça aquilo que já sabiamos.


Nota: 9.3/10


Review por Fernando Ferreira