• Facebook
  • Myspace
  • Twitter
  • Google+

Reviews Mais Recentes


Vita Imana - El M4l


Overkill - The Grinding Wheel


Time Lurker - Time Lurker


Warbringer - Woe to the Vanquished



Akercocke - Renaissance in Extremis


Neige et Noirceur - Verglapolis


Process Of Guilt - Black Earth


Dephosphorus - Impossible Orbits


Samsara Blues Experiment - One With the Universe


Æther Realm - Tarot


Psygnosis - Neptune


Schammasch - The Maldoror Chants: Hermaphrodite


Altar of Betelgeuze - Among The Ruins


Nargaroth - Era of Threnody


Condor - Unstoppable Power


Holy Blood - Glory to the Heroes


The Flight of Sleipnir - Skadi


The Obsessed - Sacred


Necroblood - Collapse of the Human Race


Full of Hell - Trumpeting Ecstasy


Funeralium - Of Throes And Blight


Nightbringer - Terra Damnata


The Sarcophagus - Beyond This World's Illusion


Chaos Synopsis - Gods of Chaos


Farsot - Fail.Lure


Unearthly Trance - Stalking the Ghost


Daemon Forest - Dissonant Walk


The Ruins of Beverast - Exuvia


Novembers Doom - Hamartia


Funeral Tears - Beyond The Horizon



Summoner - Beyond the Realm of Light

Metal Imperium - Merchandise

.
Para encomendar, enviar email para: metalimperium@gmail.com

Concertos em Destaque

Visitantes

Tradutor

Entrevistas Mais Recentes



































Queens of the Stone Age confirmados no NOS Alive'18

Os Queens of the Stone Age foram confirmados para a próxima edição do NOS Alive, que vai ocorrer entre os dias 12 e 14 de Julho de 2018(...)

Under The Doom V anuncia um cancelamento e respetiva substituição

O cartaz do Under The Doom V, que vai ocorrer entre os dias 30 de Novembro e 2 de Novembro, acaba de sofrer uma ligeira alteração. Os franceses Funeraliumoi (...)

Corrosion Of Conformity lançam novo álbum em Janeiro

Os americanos Corrosion Of Conformity estão a preparar-se para lançar, a 12 de Janeiro, o seu novo álbum “No Cross No Crown”, pela Nuclear Blast Entertainment. (...)

SWR Barroselas Metalfest revela primeiras confirmações

O festival SWR Barroselas Metalfest anunciou hoje as primeiras confirmações para a edição do próximo ano. O evento, que vai ter lugar de 27 a 29 de Abril(...)

Graveyard em Portugal - Revelada banda de abertura

Como é sabido, os suecos Graveyard vão atuar na sala Lisboa Ao Vivo, já no próximo dia 25 de Novembro. Os portugueses(...)


Terceiro álbum dos Ghold que em apenas cinco faixas nos trazem devastação e caos sonoro como já esperaríamos. Já aqui falámos do noise e como por vezes anda por ali numa fronteira muito ténue entre o genial e a simples falta de talento para fazer música – por vezes a presunção em forma musical é ainda mais insuportável do que aturar os músicos presunçosos – no entanto, no que diz respeito aos Ghold não temos qualquer dúvida, nem tínhamos receio em relação  a este “PYR”.

Então, para que os nossos leitores possam perceber o que raio se passa aqui, e não que sejamos muito esclarecidos para poder dar essa informação, uma forma fácil será pensar em algo bem sludge, bem doom e juntar-lhe muito feedback e caos sonoro. É simples, não é? Não tanto, porque a tal fronteira ténue está lá bem presente. No entanto, aqui a coisa resulta muito bem, mesmo que ao longo deste trabalho os limites de cada música não seja propriamente respeitados.

Assim sendo quando julgamos que já escapámos do caos da “Collusion With Traitors”, mergulhamos na melodia inesperada da “Blud” que se prolonga pela epicamente deliciosa “CCXX” e que vai desaguar no verdadeiro monstro que é “Despert Thrang” que é um colosso que, para o descrever, faltam termos suficientes no léxico português que lhe consigam oferecer justiça. Tal é o impacto deste tema que até se julga, até parece que o álbum termina aqui mas não, ainda temos a “Something Of Her Old Fire” que surge apenas na versão CD.

Um trabalho que não será certamente para ouvir todos os dias porque caso tenhamos essa triste ideia, ficaremos com vontades misantrópicas de assassinar toda a humanidade. No entanto, e tendo isto presente, o que é certo é que a cada audição acabamos por ficar bem presos e não nos conseguimos soltar. Nem queremos.


Nota: 9/10

Review por Fernando Ferreira