• Facebook
  • Myspace
  • Twitter
  • Google+

Total Pageviews

Reviews Mais Recentes


Amorphis - Queen of Time


Ghost - Prequelle


Angelus Apatrida - Cabaret de la Guillotine


Bleed From Within - Era


Painted Black - Raging Light


Necrobode - Metal Negro da Morte


Pestilence - Hadeon


Tortharry - Sinister Species


Inframonolithium - Mysterium


Somali Yacht Club - The Sea


Dallian - Automata


Candidata-te

A Metal Imperium encontra-se a recrutar colaboradores para redação de notícias, reviews de álbuns ou entrevistas a bandas.

Quem quiser fazer parte desta equipa poderá candidatar-se contactando-nos por email: metalimperium@gmail.com



Concertos em Destaque

Tradutor

Entrevistas Mais Recentes



































Ghost estreiam duas novas músicas ao vivo

Os Ghost fizeram um inicio "oficioso" da sua próxima digressão mundial no "The Roxy", em Hollywood, Los Angeles, e presentearam os fãs que(...)

Roy Khan confessa que sair dos Kamelot foi a "melhor decisão" que alguma vez tomou

Roy Sætre Khantatat, conhecido como Roy Khan, ou mais conhecido como o antigo vocalista dos Kamelot, falou à italiana SpazioRock (...)

Epica lançam vídeo para “Universal Love Squad”

Os holandeses lançaram recentemente o vídeo para a canção “Universal Love Squad”, sendo possível visualizar o mesmo (...)

Morbid Angel disponibilizam novo vídeo

A banda de death metal Morbid Angel divulgou recentemente um novo vídeo para o tema "Garden Of Disdain", pertencente ao mais recente álbum, "Kingdoms Disdained". (...)

Alice In Chains lançam vídeo para novo single

"The One You Know" é o novo single dos Alice In Chains, que pode ser ouvido no vídeo acima. A faixa faz parte do próximo álbum da banda, (...)


Terceiro álbum dos Ghold que em apenas cinco faixas nos trazem devastação e caos sonoro como já esperaríamos. Já aqui falámos do noise e como por vezes anda por ali numa fronteira muito ténue entre o genial e a simples falta de talento para fazer música – por vezes a presunção em forma musical é ainda mais insuportável do que aturar os músicos presunçosos – no entanto, no que diz respeito aos Ghold não temos qualquer dúvida, nem tínhamos receio em relação  a este “PYR”.

Então, para que os nossos leitores possam perceber o que raio se passa aqui, e não que sejamos muito esclarecidos para poder dar essa informação, uma forma fácil será pensar em algo bem sludge, bem doom e juntar-lhe muito feedback e caos sonoro. É simples, não é? Não tanto, porque a tal fronteira ténue está lá bem presente. No entanto, aqui a coisa resulta muito bem, mesmo que ao longo deste trabalho os limites de cada música não seja propriamente respeitados.

Assim sendo quando julgamos que já escapámos do caos da “Collusion With Traitors”, mergulhamos na melodia inesperada da “Blud” que se prolonga pela epicamente deliciosa “CCXX” e que vai desaguar no verdadeiro monstro que é “Despert Thrang” que é um colosso que, para o descrever, faltam termos suficientes no léxico português que lhe consigam oferecer justiça. Tal é o impacto deste tema que até se julga, até parece que o álbum termina aqui mas não, ainda temos a “Something Of Her Old Fire” que surge apenas na versão CD.

Um trabalho que não será certamente para ouvir todos os dias porque caso tenhamos essa triste ideia, ficaremos com vontades misantrópicas de assassinar toda a humanidade. No entanto, e tendo isto presente, o que é certo é que a cada audição acabamos por ficar bem presos e não nos conseguimos soltar. Nem queremos.


Nota: 9/10

Review por Fernando Ferreira