• Facebook
  • Myspace
  • Twitter
  • Google+

Total Pageviews

Reviews Mais Recentes


Painted Black - Raging Light


Necrobode - Metal Negro da Morte


Pestilence - Hadeon


Tortharry - Sinister Species


Inframonolithium - Mysterium


Somali Yacht Club - The Sea


Dallian - Automata


Candidata-te

A Metal Imperium encontra-se a recrutar colaboradores para redação de notícias, reviews de álbuns ou entrevistas a bandas.

Quem quiser fazer parte desta equipa poderá candidatar-se contactando-nos por email: metalimperium@gmail.com



Concertos em Destaque

Tradutor

Entrevistas Mais Recentes



































Ghost estreiam duas novas músicas ao vivo

Os Ghost fizeram um inicio "oficioso" da sua próxima digressão mundial no "The Roxy", em Hollywood, Los Angeles, e presentearam os fãs que(...)

Roy Khan confessa que sair dos Kamelot foi a "melhor decisão" que alguma vez tomou

Roy Sætre Khantatat, conhecido como Roy Khan, ou mais conhecido como o antigo vocalista dos Kamelot, falou à italiana SpazioRock (...)

Epica lançam vídeo para “Universal Love Squad”

Os holandeses lançaram recentemente o vídeo para a canção “Universal Love Squad”, sendo possível visualizar o mesmo (...)

Morbid Angel disponibilizam novo vídeo

A banda de death metal Morbid Angel divulgou recentemente um novo vídeo para o tema "Garden Of Disdain", pertencente ao mais recente álbum, "Kingdoms Disdained". (...)

Alice In Chains lançam vídeo para novo single

"The One You Know" é o novo single dos Alice In Chains, que pode ser ouvido no vídeo acima. A faixa faz parte do próximo álbum da banda, (...)


Lembram-se daquela mistura normalmente vencedora entre o death e o black metal melódico que fazia com que nunca se soubesse muito bem em que campo se deveria colocar as bandas? Aquele limbo no qual já estivemos tentados a colocar os At The Gates, por exemplo É uma espécie de regresso a esse passado mais próximo do que aquilo que julgamos. A banda finlandesa chega a este álbum sem o apoio de uma editora mas o entusiasmo com que este “Celestial Decadence” nos brinda faz antever que a banda não fique nesta situação muito tempo.

Para já vamos aos defeitos. É um som datado – não em termos de produção, poderosa q.b., mas em termos de composição. Não temos aqui nada de novo, no entanto, também não temos nada que pudesse indicar um rip off de alguém conhecido. Se fosse na polícia, seria uma queixa de plágio contra desconhecidos. Para quem consegue suportar este tipo de… falhas, então aconselhamos a mergulhar fundo neste álbum de estreia. A banda debita um death/black metal bem potente e assente nas guitarras.

Temos grandes riffs e uma boa capacidade técnica e teria de ser mesmo essa a aposta da banda, de outra forma dificilmente este trabalho teria razão de existir. Ok, também não existem momentos relevantes ou pelo menos que se colem imediatamente ao cérebro mas ainda assim, é um conjunto de malhas que conseguimos ouvir duas vez de seguida e sem ficarmos irritados. Temos que reconhecer algum mérito para isso, certo?

É um álbum de estreia que deixa boas indicações para o futuro, caso materializem este potencial num álbum verdadeiramente demolidor.

Nota: 6.7/10

Review por Fernando Ferreira