• Facebook
  • Myspace
  • Twitter
  • Google+

Total Pageviews

Reviews Mais Recentes


Amorphis - Queen of Time


Ghost - Prequelle


Angelus Apatrida - Cabaret de la Guillotine


Bleed From Within - Era


Painted Black - Raging Light


Necrobode - Metal Negro da Morte


Pestilence - Hadeon


Tortharry - Sinister Species


Inframonolithium - Mysterium


Somali Yacht Club - The Sea


Dallian - Automata


Candidata-te

A Metal Imperium encontra-se a recrutar colaboradores para redação de notícias, reviews de álbuns ou entrevistas a bandas.

Quem quiser fazer parte desta equipa poderá candidatar-se contactando-nos por email: metalimperium@gmail.com



Concertos em Destaque

Tradutor

Entrevistas Mais Recentes



































Ghost estreiam duas novas músicas ao vivo

Os Ghost fizeram um inicio "oficioso" da sua próxima digressão mundial no "The Roxy", em Hollywood, Los Angeles, e presentearam os fãs que(...)

Roy Khan confessa que sair dos Kamelot foi a "melhor decisão" que alguma vez tomou

Roy Sætre Khantatat, conhecido como Roy Khan, ou mais conhecido como o antigo vocalista dos Kamelot, falou à italiana SpazioRock (...)

Epica lançam vídeo para “Universal Love Squad”

Os holandeses lançaram recentemente o vídeo para a canção “Universal Love Squad”, sendo possível visualizar o mesmo (...)

Morbid Angel disponibilizam novo vídeo

A banda de death metal Morbid Angel divulgou recentemente um novo vídeo para o tema "Garden Of Disdain", pertencente ao mais recente álbum, "Kingdoms Disdained". (...)

Alice In Chains lançam vídeo para novo single

"The One You Know" é o novo single dos Alice In Chains, que pode ser ouvido no vídeo acima. A faixa faz parte do próximo álbum da banda, (...)



Demasiado tempo passou desde que ouvimos falar dos Airbag. “The Greatest Show On Earth” foi lançado em 2013 e três anos passaram num repente, apenas porque nos fomos distraindo com outras coisas, uma delas, o álbum a solo de Bjorn Riis (guitarrista, teclista e baixista), lançado em 2014. Quando soubemos que “Disconnected” estava por aí, à nossa espera, a nossa ansiedade disparou, assim como a nossa preocupação. Nos tempos em que correm é difícil nos impressionarmos – isto com toda a humildade que seja possível ter – porque ouvimos muita coisa, e confessamos que é difícil que fique algo, independentemente da qualidade, que geralmente é bem acima da média, não nos podemos queixar. No entanto com o dito anterior álbum da banda norueguesa, parece que acertaram em todos os botões correctos, pelo que obviamente esperamos algo ainda melhor para o seu seguimento.

As expectativas fazem-nos voar muito alto e podem provocar quedas espectaculares. Felizmente para nós, porque é difícil recuperar dessas quedas, “Disconnected” faz-nos voar tão alto como “The Greatest Show On Earth”. Ou mais ainda, mas não nos deixemos levar já pela excitação. Este trabalho é composto por seis faixas que, tal como o que aconteceu com o anterior trabalho, remontam à melhor herança Pink Floyd, isto sem soar como uma cópia, mantendo a sua própria identidade e aquela capacidade única de prender do início ao fim do trabalho que apresentam e ao mesmo tempo deixando o ouvinte leve e livre para voar e fazer a sua própria viagem para além para das guias indicadas.

Logo a abrir o álbum temos uma “Killer” que nos deixa completamente rendidos e esse estado espelha-se em ”Broken”, “Slave”, “Sleepwalker”, “Disconnected” e “Returned”. Se formos mauzinhos podemos dizer que não há aqui nada de novo, nem para o género progressivo, nem para aquilo que a banda já nos apresentou mas quando as músicas em questão são de uma qualidade brutal, esse tipo de argumento perde completamente a razão de ser. Continuamos a fazer a eterna referência a Pink Floyd, mas não se considere que os Airbag vivem à sombra de quem quer que seja (Riverside também é um nome que surge de vez em quando). Temos um álbum sólido de rock progressivo que evoca muita coisa, muita época, mas que é puramente Airbag. E só isso chega para ser um dos álbuns do ano.

Nota: 9.5/10

Review por Fernando Ferreira