• Facebook
  • Myspace
  • Twitter
  • Google+

Total Pageviews

Reviews Mais Recentes


Amorphis - Queen of Time


Ghost - Prequelle


Angelus Apatrida - Cabaret de la Guillotine


Bleed From Within - Era


Painted Black - Raging Light


Necrobode - Metal Negro da Morte


Pestilence - Hadeon


Tortharry - Sinister Species


Inframonolithium - Mysterium


Somali Yacht Club - The Sea


Dallian - Automata


Candidata-te

A Metal Imperium encontra-se a recrutar colaboradores para redação de notícias, reviews de álbuns ou entrevistas a bandas.

Quem quiser fazer parte desta equipa poderá candidatar-se contactando-nos por email: metalimperium@gmail.com



Concertos em Destaque

Tradutor

Entrevistas Mais Recentes



































Ghost estreiam duas novas músicas ao vivo

Os Ghost fizeram um inicio "oficioso" da sua próxima digressão mundial no "The Roxy", em Hollywood, Los Angeles, e presentearam os fãs que(...)

Roy Khan confessa que sair dos Kamelot foi a "melhor decisão" que alguma vez tomou

Roy Sætre Khantatat, conhecido como Roy Khan, ou mais conhecido como o antigo vocalista dos Kamelot, falou à italiana SpazioRock (...)

Epica lançam vídeo para “Universal Love Squad”

Os holandeses lançaram recentemente o vídeo para a canção “Universal Love Squad”, sendo possível visualizar o mesmo (...)

Morbid Angel disponibilizam novo vídeo

A banda de death metal Morbid Angel divulgou recentemente um novo vídeo para o tema "Garden Of Disdain", pertencente ao mais recente álbum, "Kingdoms Disdained". (...)

Alice In Chains lançam vídeo para novo single

"The One You Know" é o novo single dos Alice In Chains, que pode ser ouvido no vídeo acima. A faixa faz parte do próximo álbum da banda, (...)


Que potência! Lembram-se do impacto que teve o “Unquestionable Presence” dos Atheist? Dupliquem isso com o impacto da trilogia “Individual Thought Patterns”, “Symbolic” e “The Sound Of Perseverance” e temos mais um menos uma ideia do vício que é este “Biological Enslavement”. Temos bem noção de que o entusiasmo inicial nem sempre perdura no tempo e por vezes até se transforma em asco, mas não é o caso. Não é, não pode ser! Um trabalho com esta finesse e potência não poderá, com o tempo, começar a dizer-nos menos do que estas primeiras impressões.

Atenção: por primeiras impressões entendem-se as valentes dezenas de audições que dedicámos a “Biological Enslavement”.

Não sabemos se é pela qualidade dos temas em si ou se é pelo facto deste trabalho ser bastante curto ou se é pelas duas coisas em simultâneo, o que é certo é que estes trinta e cinco minutos passam a voar. Grande parte dos temas são uptempo, onde o pedal duplo é rei e senhor mas depois têm-se momentos como os do solo de “Forgotten Faces” que nos remete para os momentos áureos da Shrapnel para trabalhos de guitarristas como Jason Becker ou Tonyi MacAlpine.

O death metal técnico não é nada de novo. Death, Atheist, Gorguts, Obscura, entre muitos outros, já fizeram tudo o que havia para fazer e conseguem-nos surpreender a cada lançamento que efectuam, com mais ou menos sucesso. Os Hemotoxin conseguem surpreender não tanto pelas suas capacidades técnicas (que são mais que muitas) mas pela forma como conseguem criar músicas viciantes num género que nem sempre se revela tão acessível assim. O impacto é tão grande que quem chegue aqui agora de certeza que vai querer ouvir a estreia editada três anos atrás. Grande álbum!


Nota: 9/10

Review por Fernando Ferreira