• Facebook
  • Myspace
  • Twitter
  • Google+

Reviews Mais Recentes

Symphony X - Underworld




Riverside - Love Fear And The Time Machine




Amorphis - Under The Red Cloud





Flayed - Monster Man




Ivanhoe - 7 Days




Elferya - Eden's Fall




Spektr - The Art To Disappear




Rab - Rab 2




Exumer - The Raging Tides




Tales Of The Tomb - Volume One Morprhas




Dimino - Old Habits Die Hard




Roxxcalibur - Gems Of The NWOBHM





The Fifth Alliance - Death Poems




Augrimmer - Moth And The Moon




The Great Tyrant - The Trouble With Being Born




Weeping Silence - Opus IV - Oblivion




Watercolour Ghosts - Watercolour Ghosts




Hexx - Under The Spell/ No Escape




Deseized - A Thousand Forms Of Action




Razor Rape - Orgy In Guts




Sadist - Hyaena




Xandria - Fire & Ashes




Alien Syndrome 777 - Outer




Asylum Pyre - Spirited Away




Canyon Of The Skell - Canyon Of The Skull




Chron Goblin - Blackwater




Extreme Cold Winter - Paradise Ends Here

Metal Imperium - Merchandise

.
Para encomendar, enviar email para: metalimperium@gmail.com

Concertos em Destaque

Visitantes

Tradutor

Entrevistas Mais Recentes



















Entrevista aos Wintersun

Os Wintersun estão de volta mas só acede ao novo álbum “The Forest Seasons” quem participar na campanha de crowdfunding que se iniciou no dia 1 de março e que terminará no dia 31 do mesmo mês. (...)

Vallenfyre revelam detalhes do novo álbum

O próximo álbum dos Vallenfyre, intitulado "Fear Those Who Fear Him", será lançado a 2 de Junho pela Century Media Records. O 3º álbum da banda foi gravado (...)

Hail Of Bullets chegam ao fim

A guerra dos Hail Of Bullets chegou ao fim. A banda holandesa colocou um término na sua luta e para a história ficaram álbuns como "...of Frost and War", (...)

Novembers Doom lançam novo vídeo

Os Novembers Doom, banda oriunda de Chicago, acaba de lançar um novo vídeo com a letra. Retirada do seu décimo álbum, “Zephyr”, foi, desta feita, a escolhida.(...)

Testament preparam lançamento de novo álbum e livro

Apesar do seu último álbum "Brotherhood Of The Snake" ter sido lançado há apenas cinco meses, os Testament encontram-se já a trabalhar no seu sucessor. A revelação surgiu numa entrevista(...)


Já vimos nomes de banda complicados e/ou caricatos mas este parece querer chegar ao top. A principal força motriz desta nova banda ou entidade é The Wolf, o vocalista e teclista da banda austríaca Darkside e vocalista dos Citizen X. O amigo The Wolf resolveu então lançar-se num trabalho a solo e criar esta designação como homenagem e tributo aos nossos Moonspell, com quem já andaram em digressão (na época do "Sin/Pecado"), e um jogo de palavras com o termo "Buena Vista Social Club". Rebuscado o suficiente para que não pensemos mais nisso e passemos imediatamente à música.

A música que nos é entregue é um death metal melódico, com algum recurso a teclados, mas não em demasia, não deixando que o peso das guitarras fique soterrado por debaixo das teclas, não dispensando no entanto o uso de arranjos electrónicos.. A melodia, no entanto, é omnipresente, e se tivermos que pensar numa banda, aquela que nos ocorre mais seria uma mistura entre os Dark Tranquility na sua fase mais electrónica com os Septic Flesh menos armados aos titãs. Mesmo não apresentando nada de novo, as músicas agarram-nos logo à primeira. Experimentem a "The God Delusion" e "Rites Of The Apocalypse".

Este trabalho, apesar de ser um projecto a solo, não tem como único contribuinte The Wolf. A ajudá-lo vem Alessandro Vagnoni, na bateria e produção; Jaroslav Lukac na guitarra solo de alguns temas e como compositor; e Peter Böhm no baixo. O resultado poderá não parecer impressionante à primeira mas é um álbum que se ouve e volta a ouvir com gosto, contendo todos os elementos necessários para agradar a quem gosta da dicotomia agressividade/melodia. Resta saber se será apenas um projecto ou se este trabalho representa o início de uma nova entidade que aparenta ter pernas para andar. Nota positiva para a interessante versão dos The Doors, "Five To One".

Resta apenas dizer que a promo que recebemos contém vinte e uma faixas (21!), o que devem representar dois CDs sendo que as últimas oito (deverão constar do segundo CD) dão a sensação de estarem todas ligadas na designação ou título "Parthenopean Shores". São quase cem minutos de música, ambiciosos e que eleva este trabalho a um patamar diferente do que aquele que onde estaria se avaliássemos apenas pela primeira fase. Aliás, se a banda for mesmo para continuar, podem pegar nestes segundo CD como inspiração para os próximos passos. Melódico, pesado, atmosférico e cinematográfico.


Nota: 8.1/10

Review por Fernando Ferreira