• Facebook
  • Myspace
  • Twitter
  • Google+

Total Pageviews

Reviews Mais Recentes


Amorphis - Queen of Time


Ghost - Prequelle


Angelus Apatrida - Cabaret de la Guillotine


Bleed From Within - Era


Painted Black - Raging Light


Necrobode - Metal Negro da Morte


Pestilence - Hadeon


Tortharry - Sinister Species


Inframonolithium - Mysterium


Somali Yacht Club - The Sea


Dallian - Automata


Candidata-te

A Metal Imperium encontra-se a recrutar colaboradores para redação de notícias, reviews de álbuns ou entrevistas a bandas.

Quem quiser fazer parte desta equipa poderá candidatar-se contactando-nos por email: metalimperium@gmail.com



Concertos em Destaque

Tradutor

Entrevistas Mais Recentes



































Ghost estreiam duas novas músicas ao vivo

Os Ghost fizeram um inicio "oficioso" da sua próxima digressão mundial no "The Roxy", em Hollywood, Los Angeles, e presentearam os fãs que(...)

Roy Khan confessa que sair dos Kamelot foi a "melhor decisão" que alguma vez tomou

Roy Sætre Khantatat, conhecido como Roy Khan, ou mais conhecido como o antigo vocalista dos Kamelot, falou à italiana SpazioRock (...)

Epica lançam vídeo para “Universal Love Squad”

Os holandeses lançaram recentemente o vídeo para a canção “Universal Love Squad”, sendo possível visualizar o mesmo (...)

Morbid Angel disponibilizam novo vídeo

A banda de death metal Morbid Angel divulgou recentemente um novo vídeo para o tema "Garden Of Disdain", pertencente ao mais recente álbum, "Kingdoms Disdained". (...)

Alice In Chains lançam vídeo para novo single

"The One You Know" é o novo single dos Alice In Chains, que pode ser ouvido no vídeo acima. A faixa faz parte do próximo álbum da banda, (...)


Segundo álbum do power-trio norte-americano Atala, que é dono de uma sonoridade que tem tudo para nos atrair desde o primeiro momento, que basicamente é o que acontece assim que "Gravity" começa a soar. O peso do doom tradicional, aliado a uma voz melódica mas que ainda encaixa perfeitamente na sonoridade parece ser a fórmula perfeita para ficarmos apanhados. Mas aquilo que nos agarra mesmo, é a forma como as melodias hipnóticas se instalam e não permitem com que as larguemos mais. A forma como também a faixa mantém essa mesma melodia e vai diminuindo a velocidade, também é algo que resulta.

"Levity" mostra-nos um riffão gigantesco opressivo mas volta à mesma toada melódica que já nos tinha sido apresentada na faixa anterior, e apesar da fórmula ser praticamente a mesma, os resultados variam ligeiramente, sendo que acaba por não nos preencher tanto como as expectativas - fruto do impacto significativo da já mencionada "Gravity" - mas é essa dinâmica que nos faz apreciar da melhor forma as outras duas faixas, "King Solomon" e "Shapeshifter" e que nos deixa automaticamente rendidos a este álbum, além de deixar a vontade de querer conhecer a estreia de 2014.

Apetece chamar a Atala de ambient doom, já que a forma como conjugam o peso dos seus riffs com um certo sentido de ambiência não é comum neste género. O facto de não ser comum também é aquilo que faz com que seja uma banda que sentimos como especial. Só há aqui um defeito. Trinta e um minutos de música é manifestamente pouco. Tudo bem que quando chega ao final, temos vontade de ouvir mas continuam a ser apenas quatro músicas num total de pouco mais de meia hora. Porque não gravar mais um tema ou dois? Questões sem resposta que nos fazem focar na música e esperar que a banda que lançou isto de forma independente, não demore mais dois anos para lançar "apenas" mais quatro/meia hora de música.


Nota: 7.8/10

Review por Fernando Ferreira