• Facebook
  • Myspace
  • Twitter
  • Google+

Total Pageviews

Reviews Mais Recentes


Amorphis - Queen of Time


Ghost - Prequelle


Angelus Apatrida - Cabaret de la Guillotine


Bleed From Within - Era


Painted Black - Raging Light


Necrobode - Metal Negro da Morte


Pestilence - Hadeon


Tortharry - Sinister Species


Inframonolithium - Mysterium


Somali Yacht Club - The Sea


Dallian - Automata


Candidata-te

A Metal Imperium encontra-se a recrutar colaboradores para redação de notícias, reviews de álbuns ou entrevistas a bandas.

Quem quiser fazer parte desta equipa poderá candidatar-se contactando-nos por email: metalimperium@gmail.com



Concertos em Destaque

Tradutor

Entrevistas Mais Recentes



































Ghost estreiam duas novas músicas ao vivo

Os Ghost fizeram um inicio "oficioso" da sua próxima digressão mundial no "The Roxy", em Hollywood, Los Angeles, e presentearam os fãs que(...)

Roy Khan confessa que sair dos Kamelot foi a "melhor decisão" que alguma vez tomou

Roy Sætre Khantatat, conhecido como Roy Khan, ou mais conhecido como o antigo vocalista dos Kamelot, falou à italiana SpazioRock (...)

Epica lançam vídeo para “Universal Love Squad”

Os holandeses lançaram recentemente o vídeo para a canção “Universal Love Squad”, sendo possível visualizar o mesmo (...)

Morbid Angel disponibilizam novo vídeo

A banda de death metal Morbid Angel divulgou recentemente um novo vídeo para o tema "Garden Of Disdain", pertencente ao mais recente álbum, "Kingdoms Disdained". (...)

Alice In Chains lançam vídeo para novo single

"The One You Know" é o novo single dos Alice In Chains, que pode ser ouvido no vídeo acima. A faixa faz parte do próximo álbum da banda, (...)


Aaaaaaaaah, como é bom ver que certas coisas não mudem por mais voltas que o mundo dê. Uma dessas coisas é o death metal sueco. Aquela sonoridade tão típica… tão castiça… e tão javarda não tem forma de soar datada. Caso soasse seria um sério problema para este “Doomsday Rituals” porque o negócio aqui é death metal made in Sweden by the book. E quanto a nós, tudo bem. Sabemos ser bastante esquisitos no que diz respeito a fórmulas pré-estabelecidas e a bater sempre na mesma tecla, mas temos alguns pontos fracos e um desses é sem dúvida este sub-género específico.

Os Centinex até podem ser uma banda de segundo plano no que ao estilo específico diz respeito – apesar do início da sua carreira remontar já aos primórdios da década de noventa – e até pode ter tido um percurso acidentado e irregular – esta é a segunda encarnação da banda – mas não é preciso ouvid muito deste “Doomsday Rituals” para verificarmos que quando se sabe, não se esquece. Com mais ou menos inspiração e acaba por ser essa o factor decisivo neste tipo de situações.

É um álbum que flui muito bem, para o normal apreciador e fã de death metal, mas que acaba por não ter um impacto forte no final da sua audição. São dez temas em trinta e dois minutos que quando chegam ao final não deixam marcas. Não deixam más marcas (o que é positivo) mas também não existe um momento que se sobressaia e que nos marque. São trinta e dois minutos daquilo que se gosta mas também quando chegam ao final, não temos propriamente vontade de voltar a rodar mais uma vez.


Nota: 6.6/10


Review por Fernando Ferreira