• Facebook
  • Myspace
  • Twitter
  • Google+

Total Pageviews

Reviews Mais Recentes


Amorphis - Queen of Time


Ghost - Prequelle


Angelus Apatrida - Cabaret de la Guillotine


Bleed From Within - Era


Painted Black - Raging Light


Necrobode - Metal Negro da Morte


Pestilence - Hadeon


Tortharry - Sinister Species


Inframonolithium - Mysterium


Somali Yacht Club - The Sea


Dallian - Automata


Candidata-te

A Metal Imperium encontra-se a recrutar colaboradores para redação de notícias, reviews de álbuns ou entrevistas a bandas.

Quem quiser fazer parte desta equipa poderá candidatar-se contactando-nos por email: metalimperium@gmail.com



Concertos em Destaque

Tradutor

Entrevistas Mais Recentes



































Ghost estreiam duas novas músicas ao vivo

Os Ghost fizeram um inicio "oficioso" da sua próxima digressão mundial no "The Roxy", em Hollywood, Los Angeles, e presentearam os fãs que(...)

Roy Khan confessa que sair dos Kamelot foi a "melhor decisão" que alguma vez tomou

Roy Sætre Khantatat, conhecido como Roy Khan, ou mais conhecido como o antigo vocalista dos Kamelot, falou à italiana SpazioRock (...)

Epica lançam vídeo para “Universal Love Squad”

Os holandeses lançaram recentemente o vídeo para a canção “Universal Love Squad”, sendo possível visualizar o mesmo (...)

Morbid Angel disponibilizam novo vídeo

A banda de death metal Morbid Angel divulgou recentemente um novo vídeo para o tema "Garden Of Disdain", pertencente ao mais recente álbum, "Kingdoms Disdained". (...)

Alice In Chains lançam vídeo para novo single

"The One You Know" é o novo single dos Alice In Chains, que pode ser ouvido no vídeo acima. A faixa faz parte do próximo álbum da banda, (...)


E dá-lhe power metal com força. É o objectivo ao qual os Gloryful se propõem, com alma, neste “End Of The Night” o terceiro álbum de originais. A banda alemã demonstra sangue na guelra e a vontade de levar mais longe o seu heavy metal arraçado de power metal. Sabendo da praga a que se submeteu o género no início do milénio, com um excesso de propostas com fraca qualidade, aqueles que se lembram podem avançar de pé atrás para este trabalho mas a verdade é que o mesmo garante qualidade do início ao fim.

Não é dizer que temos em mãos um álbum revolucionário e experimental. Não, não mesmo. Trata-se de heavy metal como mandam as regras ou os lugares comuns, no entanto, mesmo nesses lugares comuns são reunidas as condições para se terem grandes temas como a frenética “This Means War”, a épica “Hail To The King” ou a mais tradicional “For Victory”. Não bastasse isto, temos ainda, da parte lírica, um conceito que abrange todos os temas, a exemplo do anterior – na verdade a história aqui focada sucede à de “Ocean Blade”, o segundo trabalho da banda.

Mesmo com a paciência a fraquejar para tanto álbum conceptual – convenhamos que o impacto hoje em dia é bem menor do que aquele que teria dezasseis anos atrás – não existem dúvidas em relação a este trabalho que tem tudo para agradar todos os fãs de heavy/power metal tradicional, tipicamente alemão e onde nem algumas escorregadelas - como a intro orquestral “Intro: Dawn Of The Raven King” ou a balada mais-ou-menos-folk-que-por-acaso-até-é-o-tema-título – beliscam a qualidade do trabalho no seu conjunto.


Nota: 8.4/10

Review por Fernando Ferreira