• Facebook
  • Myspace
  • Twitter
  • Google+

Total Pageviews

Reviews Mais Recentes


Amorphis - Queen of Time


Ghost - Prequelle


Angelus Apatrida - Cabaret de la Guillotine


Bleed From Within - Era


Painted Black - Raging Light


Necrobode - Metal Negro da Morte


Pestilence - Hadeon


Tortharry - Sinister Species


Inframonolithium - Mysterium


Somali Yacht Club - The Sea


Dallian - Automata


Candidata-te

A Metal Imperium encontra-se a recrutar colaboradores para redação de notícias, reviews de álbuns ou entrevistas a bandas.

Quem quiser fazer parte desta equipa poderá candidatar-se contactando-nos por email: metalimperium@gmail.com



Concertos em Destaque

Tradutor

Entrevistas Mais Recentes



































Ghost estreiam duas novas músicas ao vivo

Os Ghost fizeram um inicio "oficioso" da sua próxima digressão mundial no "The Roxy", em Hollywood, Los Angeles, e presentearam os fãs que(...)

Roy Khan confessa que sair dos Kamelot foi a "melhor decisão" que alguma vez tomou

Roy Sætre Khantatat, conhecido como Roy Khan, ou mais conhecido como o antigo vocalista dos Kamelot, falou à italiana SpazioRock (...)

Epica lançam vídeo para “Universal Love Squad”

Os holandeses lançaram recentemente o vídeo para a canção “Universal Love Squad”, sendo possível visualizar o mesmo (...)

Morbid Angel disponibilizam novo vídeo

A banda de death metal Morbid Angel divulgou recentemente um novo vídeo para o tema "Garden Of Disdain", pertencente ao mais recente álbum, "Kingdoms Disdained". (...)

Alice In Chains lançam vídeo para novo single

"The One You Know" é o novo single dos Alice In Chains, que pode ser ouvido no vídeo acima. A faixa faz parte do próximo álbum da banda, (...)


Metal melódico londrino, mais propriamente importado de Reading, é o caso dos Fall From Perfection, uma banda que dispõe de uma sonoridade muito própria e vocais femininos, que transmitem uma certa sensualidade ao som sombrio das guitarras, que acompanham cada uma das músicas ao longo do álbum.
 
O álbum não reinventa o género nem acrescenta nada de substancialmente novo, mas o seu som energético e entusiástico combinado com os vocais de Mary Day e os riffs de guitarras de Tim Spurr, ao mesmo tempo que transmite melancolia e mística, capta a nossa atenção e prende-nos do início ao fim.
 
Outro elemento que sobressai neste trabalho é a bateria de Nuno Ramalho, que confere uma agressividade extra ao som da band,a ao conjugar-se com a simplicidade do baixo de Les Plumridge.

Nota:7.3/10
 
Review por Luís Valente