• Facebook
  • Myspace
  • Twitter
  • Google+

Total Pageviews

Reviews Mais Recentes


Amorphis - Queen of Time


Ghost - Prequelle


Angelus Apatrida - Cabaret de la Guillotine


Bleed From Within - Era


Painted Black - Raging Light


Necrobode - Metal Negro da Morte


Pestilence - Hadeon


Tortharry - Sinister Species


Inframonolithium - Mysterium


Somali Yacht Club - The Sea


Dallian - Automata


Candidata-te

A Metal Imperium encontra-se a recrutar colaboradores para redação de notícias, reviews de álbuns ou entrevistas a bandas.

Quem quiser fazer parte desta equipa poderá candidatar-se contactando-nos por email: metalimperium@gmail.com



Concertos em Destaque

Tradutor

Entrevistas Mais Recentes



































Ghost estreiam duas novas músicas ao vivo

Os Ghost fizeram um inicio "oficioso" da sua próxima digressão mundial no "The Roxy", em Hollywood, Los Angeles, e presentearam os fãs que(...)

Roy Khan confessa que sair dos Kamelot foi a "melhor decisão" que alguma vez tomou

Roy Sætre Khantatat, conhecido como Roy Khan, ou mais conhecido como o antigo vocalista dos Kamelot, falou à italiana SpazioRock (...)

Epica lançam vídeo para “Universal Love Squad”

Os holandeses lançaram recentemente o vídeo para a canção “Universal Love Squad”, sendo possível visualizar o mesmo (...)

Morbid Angel disponibilizam novo vídeo

A banda de death metal Morbid Angel divulgou recentemente um novo vídeo para o tema "Garden Of Disdain", pertencente ao mais recente álbum, "Kingdoms Disdained". (...)

Alice In Chains lançam vídeo para novo single

"The One You Know" é o novo single dos Alice In Chains, que pode ser ouvido no vídeo acima. A faixa faz parte do próximo álbum da banda, (...)


Os Adamantine são uma conhecida banda de metal portuguesa que, apesar de já terem 10 anos de existência, contam já com um EP e com dois álbuns de estúdio, sendo que é este último álbum, apelidado de “Heroes & Villains”, que vai ser alvo de análise.
Heroes & Villains” começa com a introdução “Lux in Tenebris”, que parece preparar-nos para uma tempestade vindoura, que é precisamente o que acontece na faixa que dá nome ao álbum: “Heroes & Villains”, uma tempestade carregada de riffs de thrash, com uma voz que apesar de por vezes ser demasiado harmoniosa, não se torna cansativa.
Temos, ao longo de todo o álbum, uma bateria muito precisa com um pedal duplo bem prenunciado, em especial nas músicas “Fire That Cleanses” e “Reborn in Darkness”. Nestas faixas também a dada altura podemos ter a sensação de estarmos a ouvir uns Gojira com os seus mais recentes registos.
Em “Elegies Of War” temos uma introdução muito precisa e algo militarista na sua execução, com uma voz que se adequa perfeitamente ao feeling da música. Este tema consegue proporcionar-nos uma viagem aos campos de guerra, através do seu solo que, apesar de não ser técnico, dá perfeitamente aquele tom épico à música.
O álbum termina com a faixa com o nome adequado para o efeito, “Everything Ends”, que encerra com um shred de guitarra impressionante, que faz combinar técnica com precisão na perfeição.
Apesar de, em certas alturas, a voz parecer como disse no início, demasiado harmoniosa em certas partes do álbum, consegue haver um equilíbrio entre agressividade e harmonia ao longo de todo o álbum. Muito bem conseguido!
Nota: 7.5/10
Review por Pedro Loureiro