• Facebook
  • Myspace
  • Twitter
  • Google+

Reviews Mais Recentes


Iron Reagan - Crossover


Lich King - Omniclash


Demonic Resurrection - Dashavatar


Black Anvil - As Was


Benighted - Necrobreed


Mechina - As Embers Turn To Dust


Adamantine - Heroes & Villains


Barathrum - Fanatiko


Persefone - Aathma


Blame Zeus - Theory Of Perception


Kreator - Gods Of Violence


Lock Up - Demonization


Obituary - Obituary


H.O.S.T. - Bastard Of The Fallen Thrones


Antropomorphia - Sermon Ov Warth


Fall From Perfection - Metamorph


Pallbearer - Heartless


Mastodon - Emperor Of Sand


wolfheart - Tyhjyys


Sinister - Syncretism


Primal Attack - Heartless Oppressor


Grog - Ablutionary Rituals

Metal Imperium - Merchandise

.
Para encomendar, enviar email para: metalimperium@gmail.com

Concertos em Destaque

Visitantes

Tradutor

Entrevistas Mais Recentes



































Dying Fetus revelam detalhes do novo álbum

Os Dying Fetus vão lançar o seu novo álbum, "Wrong One To Fuck With", a 23 de Junho pela editora Relapse Records, e será o tão aguardado sucessor de "Reign Supreme", lançado em 2012.(...)

Novembers Doom - Novo álbum disponível para audição na íntegra

O novo álbum dos norte-americanos Novembers Doom, intitulado "Hamartia", é lançado hoje pela The End Records. Este trabalho pode ser ouvido na íntegra através desta ligação. (...)

SWR Barroselas Metalfest XX - Horários das atuações

Ampliando a imagem acima, é possível conhecer o horário de atuação de cada uma das bandas que irá compor o SWR Barroselas Metalfest XX. Recorde-se que o festival ocorre entre os dias 27 e 30 de Abril, em Barroselas. (...)

Tony Iommi está a trabalhar em novo material de Black Sabbath

O já conhecido guitarrista dos Black Sabbath, Tony Iommi confirmou em entrevista que está neste momento a juntar e trabalhar o som do último concerto que a banda deu, em Birmingham, e também há rumores(...)

Tankard lançam novo vídeo com letra

Os Tankard lançaram um novo video com letra para a música "Arena Of The True Lies", que fará parte do seu sétimo álbum de estúdio, "One Foot In The Grave"(...)


Esta dupla de Ilinois tem uma particularidade bastante caricata sendo ela que, desde 2013 que lançam um álbum por ano – eu sei, não são os únicos – e sempre na mesma data: 1 de Janeiro. O facto dos seus lançamentos serem custeados pela própria banda permite estas coisas e muito possivelmente, desde 2013, que os álbuns dos Mechina devem ser o primeiro registo musical a aparecer e abrir cada ano com uma categoria destas é um fantástico serviço ao mundo da música. 

Os Mechina são um projecto quase exclusivamente de estúdio que já perdura desde 2004, onde a cada registo têm polido e polido o seu metal industrial sinfónico, primando sempre pela qualidade da sua sonoridade em cada lançamento anual, a qual, nos últimos 2-3 anos (entenda-se também “discos”) tem fluído cada vez mais para o épico e logo a abrir com a bombástica “Godspeed, Vanguards” levamos com uma explosão de intensidade que simplesmente não dá para largar. A bateria tem um lugar proeminente como seria de esperar num registo da área do industrial, sendo o martelo pneumático de serviço que distribui destruição cósmica enquanto que o reverso da moeda: as belíssimas passagens orquestrais e teclados complementam o lado bruto da música com uma brisa de ar puro rara de se sentir, por vezes até acompanhadas de voz feminina como em “The Synesthesia Signal” enfatizando ainda mais o lado mais sublime dos Mechina. Apesar da qualidade, “As Embers Turn to Dust” apenas vacila em dois temas instrumentais no meio do disco que se desenvolvem pouco e que acabam por se arrastar até terminarem; até podem funcionar como música ambiente, mas na totalidade do álbum, acabam por ser um quanto desnecessários, especialmente quando o próprio tema-título (o qual também é instrumental) consegue-se mostrar muito superior aos outros dois.

Explorar os mundos futuristas criados pelos Mechina é uma viciante e muito agradável experiência, seja neste disco, como noutro da banda. E, no início do próximo ano, se não existir qualquer problema, conta-se que os Mechina voltarão a brindar-nos com mais um poderoso disco à sua maneira muito própria de cantar as Janeiras.

Nota: 8.8/10 

Review por Tiago Neves