• Facebook
  • Myspace
  • Twitter
  • Google+

Total Pageviews

Reviews Mais Recentes


Amorphis - Queen of Time


Ghost - Prequelle


Angelus Apatrida - Cabaret de la Guillotine


Bleed From Within - Era


Painted Black - Raging Light


Necrobode - Metal Negro da Morte


Pestilence - Hadeon


Tortharry - Sinister Species


Inframonolithium - Mysterium


Somali Yacht Club - The Sea


Dallian - Automata


Candidata-te

A Metal Imperium encontra-se a recrutar colaboradores para redação de notícias, reviews de álbuns ou entrevistas a bandas.

Quem quiser fazer parte desta equipa poderá candidatar-se contactando-nos por email: metalimperium@gmail.com



Concertos em Destaque

Tradutor

Entrevistas Mais Recentes



































Ghost estreiam duas novas músicas ao vivo

Os Ghost fizeram um inicio "oficioso" da sua próxima digressão mundial no "The Roxy", em Hollywood, Los Angeles, e presentearam os fãs que(...)

Roy Khan confessa que sair dos Kamelot foi a "melhor decisão" que alguma vez tomou

Roy Sætre Khantatat, conhecido como Roy Khan, ou mais conhecido como o antigo vocalista dos Kamelot, falou à italiana SpazioRock (...)

Epica lançam vídeo para “Universal Love Squad”

Os holandeses lançaram recentemente o vídeo para a canção “Universal Love Squad”, sendo possível visualizar o mesmo (...)

Morbid Angel disponibilizam novo vídeo

A banda de death metal Morbid Angel divulgou recentemente um novo vídeo para o tema "Garden Of Disdain", pertencente ao mais recente álbum, "Kingdoms Disdained". (...)

Alice In Chains lançam vídeo para novo single

"The One You Know" é o novo single dos Alice In Chains, que pode ser ouvido no vídeo acima. A faixa faz parte do próximo álbum da banda, (...)


Os norte-americanos Black Anvil voltam a descer até nós. Há, em As Was, toda uma reviravolta de obscuridades e sentimentos que qualquer homenagem a Satanás é a mais pura das intenções. São tão poderosos e intimistas os tons negros e cinza que vagueiam por entre as malhas deste álbum, melodicamente intenso e encruzilhado. Do carvão se fez diamante.

Interessante é também a sensação contínua de estarmos a ouvir um álbum puro e duro de Black Metal, muito por “culpa” das vocalizações enraizadas e genuínas de Paul Delaney. Uma vez mais a realidade é contraditória aos desejos do nosso cérebro. Em As Was respira-se lufadas fortes de “Misc Metal”, desculpem-me o Francês mas a realidade é que tudo está presente neste álbum. 

Destaco todo o poderio instrumental aqui presente. Muito bem tocado, produzido e concebido.

Poderá ser o disco mais “light” com que os Black Anvil nos presentearam até agora, mas é certamente o mais forte de carácter progressivo, emotivo e melódico. May Her Wrath Be Just é prova disso mesmo, quais jardins suspensos da Babilónia. Quase que nos apetece relembrar o saudoso Peter Steele, há qualquer coisa dele por entre estas nebulosas melodias. 

On Forgotten Ways, As Was, Two Keys:Here's the Lock e a, fabulosa, malha final Ultra fazem de As Was uma experiência única de originalidade. Certamente um dos álbuns mais sui generis que podemos, e devemos, ouvir.

Nota: 7.8/10

Review por Ricardo Gonçalves