• Facebook
  • Myspace
  • Twitter
  • Google+

Total Pageviews

Reviews Mais Recentes


Amorphis - Queen of Time


Ghost - Prequelle


Angelus Apatrida - Cabaret de la Guillotine


Bleed From Within - Era


Painted Black - Raging Light


Necrobode - Metal Negro da Morte


Pestilence - Hadeon


Tortharry - Sinister Species


Inframonolithium - Mysterium


Somali Yacht Club - The Sea


Dallian - Automata


Candidata-te

A Metal Imperium encontra-se a recrutar colaboradores para redação de notícias, reviews de álbuns ou entrevistas a bandas.

Quem quiser fazer parte desta equipa poderá candidatar-se contactando-nos por email: metalimperium@gmail.com



Concertos em Destaque

Tradutor

Entrevistas Mais Recentes



































Ghost estreiam duas novas músicas ao vivo

Os Ghost fizeram um inicio "oficioso" da sua próxima digressão mundial no "The Roxy", em Hollywood, Los Angeles, e presentearam os fãs que(...)

Roy Khan confessa que sair dos Kamelot foi a "melhor decisão" que alguma vez tomou

Roy Sætre Khantatat, conhecido como Roy Khan, ou mais conhecido como o antigo vocalista dos Kamelot, falou à italiana SpazioRock (...)

Epica lançam vídeo para “Universal Love Squad”

Os holandeses lançaram recentemente o vídeo para a canção “Universal Love Squad”, sendo possível visualizar o mesmo (...)

Morbid Angel disponibilizam novo vídeo

A banda de death metal Morbid Angel divulgou recentemente um novo vídeo para o tema "Garden Of Disdain", pertencente ao mais recente álbum, "Kingdoms Disdained". (...)

Alice In Chains lançam vídeo para novo single

"The One You Know" é o novo single dos Alice In Chains, que pode ser ouvido no vídeo acima. A faixa faz parte do próximo álbum da banda, (...)


Passados 3 anos desde o lançamento de Extremist, surge finalmente Outlive, o 9º álbum dos americanos Demon Hunter.

Num género tão criticado e que causa alguma discussão como é o metalcore, estes americanos conseguem a cada álbum que passa manterem-se fiéis ao seu som muito próprio, mas conseguindo evoluir de álbum para álbum, que foi o que aconteceu neste Outlive.

Com uma entrada mais harmoniosa em Trying Times em que explode com riffs brutos em Jesus Wept, é um álbum muito equilibrado que mistura bem a voz harmoniosa com cleans bem conseguidos, com growls agressivos sem serem exagerados. Na parte instrumental, temos as guitarras que têm um trabalho exemplar, riffs agressivos e cativantes e solos variados do primeiro ao último tema, misturando algum shred com tapping em algumas músicas, sendo um bom exemplo disso a música Died In My Sleep.

Em alguns momentos, pode parecer que estamos a viajar por álbuns como Storm The Gates Of Hell e The Triptych, tal a similaridade entre estes álbuns, mas tendo este Outlive um som próprio e cativante do início ao fim. Realçar ainda, o uso do piano como introdução  em algumas músicas, seguido de uma entrada bem conseguida pelas guitarras e bateria. Valeu a pena a espera. 

Nota: 7.5/10

Review por Pedro Loureiro