• Facebook
  • Myspace
  • Twitter
  • Google+

Total Pageviews

Reviews Mais Recentes


Amorphis - Queen of Time


Ghost - Prequelle


Angelus Apatrida - Cabaret de la Guillotine


Bleed From Within - Era


Painted Black - Raging Light


Necrobode - Metal Negro da Morte


Pestilence - Hadeon


Tortharry - Sinister Species


Inframonolithium - Mysterium


Somali Yacht Club - The Sea


Dallian - Automata


Candidata-te

A Metal Imperium encontra-se a recrutar colaboradores para redação de notícias, reviews de álbuns ou entrevistas a bandas.

Quem quiser fazer parte desta equipa poderá candidatar-se contactando-nos por email: metalimperium@gmail.com



Concertos em Destaque

Tradutor

Entrevistas Mais Recentes



































Ghost estreiam duas novas músicas ao vivo

Os Ghost fizeram um inicio "oficioso" da sua próxima digressão mundial no "The Roxy", em Hollywood, Los Angeles, e presentearam os fãs que(...)

Roy Khan confessa que sair dos Kamelot foi a "melhor decisão" que alguma vez tomou

Roy Sætre Khantatat, conhecido como Roy Khan, ou mais conhecido como o antigo vocalista dos Kamelot, falou à italiana SpazioRock (...)

Epica lançam vídeo para “Universal Love Squad”

Os holandeses lançaram recentemente o vídeo para a canção “Universal Love Squad”, sendo possível visualizar o mesmo (...)

Morbid Angel disponibilizam novo vídeo

A banda de death metal Morbid Angel divulgou recentemente um novo vídeo para o tema "Garden Of Disdain", pertencente ao mais recente álbum, "Kingdoms Disdained". (...)

Alice In Chains lançam vídeo para novo single

"The One You Know" é o novo single dos Alice In Chains, que pode ser ouvido no vídeo acima. A faixa faz parte do próximo álbum da banda, (...)


A banda francesa de black metal atmosférico, traz-nos o seu primeiro full-length, autointitulado "Time Lurker". Ao longo de 49 minutos temos uma mistura de sensações. Seria interessante ver o ambiente deste registo ao vivo, conseguir sentir a agonia de Mick. Este álbum é um bilhete de ida e volta ao abismo dos nossos pensamentos.

Por um lado, conseguimos ficar envoltos na sonoridade rasgada (e um pouco monótona, ainda que com algumas variações ao longo das músicas) que Mick, o responsável por todos os instrumentos, nos quer mostrar. Por outro, é possível sentir o lado penoso através dos gritos vindos do abismo. Para além do som bem típico do black metal atmosférico, ainda conseguimos ouvir elementos de shoegaze. Há algumas faixas que se podem destacar nestes 49 minutos de pura agonia e liberdade, como “Ethereal Hands”, onde os gritos conseguem quase dizer-nos que para lá do precipício é tudo etéreo, intocável, como se existisse um vazio. Outra música igualmente marcante no álbum, é a última, “Whispering From Space”, na qual ouvimos, de certo modo, melodias cósmicas. Para isso, basta fechar os olhos e imaginar-nos num espaço infinito.

Para já a banda francesa conta com um full-length, um single e um EP (“I” lançado em 2016). É certo que esta banda ainda tem muito para nos oferecer, mas também é visível a vontade de crescer de Mick nesta área (ou queremos acreditar que ainda vamos ter mais criações da banda francesa). A classificação está dada, esperamos que Time Lurker nos dê mais prendas como esta, ou melhores.

Porque o tempo tem um abismo e Time Lurker leva-nos ao abismo.

Nota: 7.3/10

Review por Carolina Lisboa Pereira