• Facebook
  • Myspace
  • Twitter
  • Google+

Reviews Mais Recentes


Rasgo - Ecos da Selva Urbana


Terror Empire - Obscurity Rising


Painted Black - Raging Light


Wolves in the Throne Room - Thrice Woven


Celeste - Infidèle(s)


Moonspell - 1755


Battle Dagorath - II - Frozen Light of Eternal Darkness


Kalmankantaja - Routamaa


Archspire - Relentless Mutation


Tod Huetet Uebel - N.A.D.A


Benthik Zone - Via Cosmicam ad Europam ab Gelid Inferis


Acherontas - Amarta अमर्त (Formulas of Reptilian Unification Part II)


Progenie Terrestre Pura - oltreLuna


Vita Imana - El M4l


Overkill - The Grinding Wheel


Time Lurker - Time Lurker


Warbringer - Woe to the Vanquished



Akercocke - Renaissance in Extremis


Neige et Noirceur - Verglapolis


Concertos em Destaque

Tradutor

Entrevistas Mais Recentes



































System of a Down têm músicas novas

Afinal não há nenhum problema com os System of a Down. É Serj Tankian quem o afirma, numa entrevista recente concedida à Rolling Stone. Na verdade a banda tem músicas novas, (...)

Simbiose, Alien Squad, Dokuga atuam no Porto em fevereiro

Os nacionais Simbiose, Alien Squad e Dokuga vão tocar no Metalpoint (Porto), no dia 3 de fevereiro do próximo ano.(...)

Hourswill apresentam novo álbum na companhia dos Inner Blast, The Chapter e Scarmind

Os Hourswill apresentam ao vivo o seu mais recente álbum, "Harm Full Embrace", dia 13 de janeiro, no RCA Club em Lisboa.(...)

Kamelot lançam novo vídeo e revelam novidades para 2018

Os Kamelot disponibilizaram o novo vídeo do tema "Under Grey Skies", que conta com a participação da vocalista dos Delain, Charlotte Wessels.(...)

Graveyard a gravar novo álbum

Os suecos Graveyard encontram-se nos Park Studios, em Estocolmo, a gravar o seu próximo álbum de estúdio, sucessor de "Innocence and Decadence", lançado no ano 2015. (...)


Mournkind, banda proveniente de Abrantes, num ano bastante trabalhoso (três compilações e um EP lançados todos neste ano de 2017), trazem-nos "Unholy Black Mass Rites", álbum marcado pelo Black Metal lusitano. Algo a que o público português está já habituado. Ao longo deste EP somos catapultados para um rito de passagem para uma atmosfera obscura. Toda a passagem é possível através de Selvmord (vozes e guitarras), e Hovedmord (bateria). 

"Unholy Black Mass Rites", a peça com selo nacional, com a duração de 19 minutos, dá ao ouvinte um misto de sensações ocultas. "Solemn Prayer to Our Emperor Lucifer" é o tema de partida, para uma jornada que logo no primeiro minuto é promissora. A primeira faixa apresenta uma composição que, dentro do black metal não é estranha, desde riffs prolongados e baterias rápidas. A voz rasgada de Selvmord, ainda que a necessitar de um aperfeiçoamento, consegue dar-nos a crueldade típica do metal mais obscuro. Durante o tema, o ouvinte poderá verificar algumas semelhanças a Dimmu Borgir, nos acordes. 

"Black Mass" aparece logo de seguida e somos envoltos em letras como "You are now under a Spell, one which I eternally cast...", de facto, o ouvinte após escutar este álbum ficará com ele certamente na memória. Os Mournkind dão seguimento a riffs vindos das profundezas e aterrorizam-nos com gritos típicos do black metal. Temos em seguida um tema com o nome "Mecum Satanas", com um apelo a entidade máxima satânica. A dupla nacional prossegue de forma marcada o seu rito negro. Por fim, "The Grande Final Feast" é o tema com que Mournkind se despedem neste manual composto por quatro capítulos facilmente memoráveis.  

Ainda que a banda tenha somente 3 anos de existência, desde "Whispers" (lançado em 2015) e as três compilações ("Requiem of Lust and Sodomy", "Disciple" e "Thy Light", respectivamente) - obras oferecidas em 2017, "Unholy Black Mass Rites" cria no espectador, não só a impressão de que a banda poderá trazer-nos mais e melhor, como também uma referência para a banda abrantina. 

Nota: 8.1/10 

Review por Carolina Lisboa Pereira