• Facebook
  • Myspace
  • Twitter
  • Google+

Total Pageviews

Reviews Mais Recentes


Amorphis - Queen of Time


Ghost - Prequelle


Angelus Apatrida - Cabaret de la Guillotine


Bleed From Within - Era


Painted Black - Raging Light


Necrobode - Metal Negro da Morte


Pestilence - Hadeon


Tortharry - Sinister Species


Inframonolithium - Mysterium


Somali Yacht Club - The Sea


Dallian - Automata


Candidata-te

A Metal Imperium encontra-se a recrutar colaboradores para redação de notícias, reviews de álbuns ou entrevistas a bandas.

Quem quiser fazer parte desta equipa poderá candidatar-se contactando-nos por email: metalimperium@gmail.com



Concertos em Destaque

Tradutor

Entrevistas Mais Recentes



































Ghost estreiam duas novas músicas ao vivo

Os Ghost fizeram um inicio "oficioso" da sua próxima digressão mundial no "The Roxy", em Hollywood, Los Angeles, e presentearam os fãs que(...)

Roy Khan confessa que sair dos Kamelot foi a "melhor decisão" que alguma vez tomou

Roy Sætre Khantatat, conhecido como Roy Khan, ou mais conhecido como o antigo vocalista dos Kamelot, falou à italiana SpazioRock (...)

Epica lançam vídeo para “Universal Love Squad”

Os holandeses lançaram recentemente o vídeo para a canção “Universal Love Squad”, sendo possível visualizar o mesmo (...)

Morbid Angel disponibilizam novo vídeo

A banda de death metal Morbid Angel divulgou recentemente um novo vídeo para o tema "Garden Of Disdain", pertencente ao mais recente álbum, "Kingdoms Disdained". (...)

Alice In Chains lançam vídeo para novo single

"The One You Know" é o novo single dos Alice In Chains, que pode ser ouvido no vídeo acima. A faixa faz parte do próximo álbum da banda, (...)


A banda nacional Rasgo, formada por Paulo Gonçalves (Ignite the Black Sun, ex-Shadowsphere), Rui Costa (Tara Perdida), Pedro Ataíde (ex-Trinta e Um),  Filipe Sousa (ex-Shadowsphere) e Ricardo Rações (ex-Sacred Sin e ex-Trinta e Um), lançou o seu álbum de estreia no final de Outubro deste ano. 

"Ecos da Selva Urbana" proporciona-nos sentimentos e emoções que evocam ao nosso lado primitivo (nesse aspecto, os membros da banda já têm uma certa experiência na canalização de emoções fortes ao ouvinte, com referências de renome, como Shadowsphere, Ignite the Black Sun e Witchbreed).  

O álbum de longa-duração dá-nos cerca de 40 minutos de adrenalina e todo um leque de vibração no corpo, juntamente com certos calafrios. A abertura da obra musical, de seu nome "Ecos da Selva Urbana", repleta de riffs bem ao estilo do Thrash Metal nacional, prenda-nos também com a voz inigualável e inconfundível de Paulo Gonçalves, que nos tira do sono e desperta os sentidos.

A faixa "Homens ao Mar" - assim como todo o álbum em geral - faz uma referência às questões do ser humano e toda a história que este viveu até aos dias de hoje. Será este álbum uma tentativa de apelar a consciência social da população? Quererá a banda dizer que somos meros habitantes de uma selva onde manda a lei da sobrevivência? São questões que só os Rasgo nos poderão explicar (ficaremos a aguardar!...) Durante aproximadamente 40 minutos somos enfeitiçados pelos ensinamentos de como sobreviver no mundo actual, na companhia de uma composição tecnicamente infalível, ao abrigo de passagens vindas do inferno, e letras que nos atiram aos lobos. Mesmo quem não aprecie este género musical, dará claramente um passinho de dança.

Para além de "Ecos da Selva Urbana" e “Homens ao Mar”, podemos destacar faixas como "Propaganda Suicida" (terceiro tema do álbum), que nos envolve em riffs rasgados e vozes soltas na forma de de growls demoníacos. "Vulgo Vulto" é também das músicas a destacar - e o ouvinte que o comprove! O álbum termina com "Cão da Morte" (cover de Mão Morta) e despedimo-nos em grande.
Se a selva onde vivemos tivesse uma banda sonora, Rasgo seriam fortes candidatos para a criarem. Dito isto, aguardamos ansiosamente por novas inspirações rasgadas.

Nota: 8.4/10

Review por Carolina Lisboa Pereira