• Facebook
  • Myspace
  • Twitter
  • Google+

Reviews Mais Recentes


Rasgo - Ecos da Selva Urbana


Terror Empire - Obscurity Rising


Painted Black - Raging Light


Wolves in the Throne Room - Thrice Woven


Celeste - Infidèle(s)


Moonspell - 1755


Battle Dagorath - II - Frozen Light of Eternal Darkness


Kalmankantaja - Routamaa


Archspire - Relentless Mutation


Tod Huetet Uebel - N.A.D.A


Benthik Zone - Via Cosmicam ad Europam ab Gelid Inferis


Acherontas - Amarta अमर्त (Formulas of Reptilian Unification Part II)


Progenie Terrestre Pura - oltreLuna


Vita Imana - El M4l


Overkill - The Grinding Wheel


Time Lurker - Time Lurker


Warbringer - Woe to the Vanquished



Akercocke - Renaissance in Extremis


Neige et Noirceur - Verglapolis


Process Of Guilt - Black Earth


Dephosphorus - Impossible Orbits


Samsara Blues Experiment - One With the Universe


Æther Realm - Tarot


Psygnosis - Neptune


Schammasch - The Maldoror Chants: Hermaphrodite


Altar of Betelgeuze - Among The Ruins


Nargaroth - Era of Threnody


Condor - Unstoppable Power


Holy Blood - Glory to the Heroes


The Flight of Sleipnir - Skadi


The Obsessed - Sacred


Necroblood - Collapse of the Human Race


Full of Hell - Trumpeting Ecstasy


Funeralium - Of Throes And Blight


Nightbringer - Terra Damnata


The Sarcophagus - Beyond This World's Illusion


Chaos Synopsis - Gods of Chaos


Farsot - Fail.Lure


Unearthly Trance - Stalking the Ghost


Daemon Forest - Dissonant Walk


The Ruins of Beverast - Exuvia


Novembers Doom - Hamartia


Funeral Tears - Beyond The Horizon



Summoner - Beyond the Realm of Light

Metal Imperium - Merchandise

.
Para encomendar, enviar email para: metalimperium@gmail.com

Concertos em Destaque

Tradutor

Entrevistas Mais Recentes



































Queens of the Stone Age confirmados no NOS Alive'18

Os Queens of the Stone Age foram confirmados para a próxima edição do NOS Alive, que vai ocorrer entre os dias 12 e 14 de Julho de 2018(...)

Under The Doom V anuncia um cancelamento e respetiva substituição

O cartaz do Under The Doom V, que vai ocorrer entre os dias 30 de Novembro e 2 de Novembro, acaba de sofrer uma ligeira alteração. Os franceses Funeraliumoi (...)

Corrosion Of Conformity lançam novo álbum em Janeiro

Os americanos Corrosion Of Conformity estão a preparar-se para lançar, a 12 de Janeiro, o seu novo álbum “No Cross No Crown”, pela Nuclear Blast Entertainment. (...)

SWR Barroselas Metalfest revela primeiras confirmações

O festival SWR Barroselas Metalfest anunciou hoje as primeiras confirmações para a edição do próximo ano. O evento, que vai ter lugar de 27 a 29 de Abril(...)

Graveyard em Portugal - Revelada banda de abertura

Como é sabido, os suecos Graveyard vão atuar na sala Lisboa Ao Vivo, já no próximo dia 25 de Novembro. Os portugueses(...)




O termómetro marcava quatro graus quando no passado dia 2 de dezembro o Stairway Club abriu as portas para mais uma noite de música ao vivo na mítica sala de Cascais. O cartaz era bastante aliciante, com a rara presença pela capital do fenómeno do grindcore nacional, os portuenses Grunt.

A abrir a noite gelada estiveram os Toxikull, banda que faz do Stairway quase uma segunda casa, e que se mostrou bem à vontade com uma plateia composta de amigos e conhecidos, que acompanharam a banda na totalidade das faixas apresentadas. A banda de Lex Thunder aproveitou a deixa para anunciar que está em estúdio para a gravação de um Ep, que assim sucede a “Black Sheep”, o disco de estreia da banda, e apresentou mesmo uma faixa nova, “Surrender or Die”. De resto, a banda continua a provar ao vivo que são uma das promessas do thrash metal nacional, com entrega total e sem falhas. Lex e Antim “Armageddon” vão intercalando as vozes, fornecendo uma frescura ao som da banda, enquanto as guitarras dos manos Lex e Blade lutam entre si pelo protagonismo, rendilhando riffs ao melhor estilo de uns jovens Megadeth. Destaque, como é habitual, para os clássicos “Black Sheep” e “The Shepherd”, que encerram os concertos dos Toxikull.

Os Grunt incluíram a passagem por Cascais na sua Iberian Abuse Tour 2017, que seguirá agora para terras espanholas, e em boa hora o fizeram! Em formato mais “comedido”, uma vez que a banda vive muito do espectáculo em palco aliado às práticas sado-masoquistas, nem por isso deixou de produzir uma excelente performance. A abertura com “Confinement Unravels Delirium” mostrou aquilo que a banda trazia na bagagem: No Bullshit, Just Grind, com mínima interacção com o público, excepção feita ao vocalista Boy-G, cuja presença imóvel - com o já tradicional gesto de mão aberta na vertical em frente da face – entre faixas era substituída por uma pose ameaçadora na entrega às músicas e diversos agradecimentos a quem decidiu vir até ao “mítico Stairway”. Seguiram-se “Relinquish Control” e “The Edgeplay”, esta última do segundo disco da banda, “Codex Bizarre”, altura em que a banda retirou as máscaras com que iniciaram o concerto. Os Grunt praticam um Grindcore mais melódico do que rápido, apesar da média de duração das faixas rondar os 2 minutos ou menos, estando mais próximos de uns Cradle of Filth do que os conterrâneos Napalm Death. “Teased and Tormented”, “Helix Masterpiss”, “Supreme Rubbercore” e “The Sweet Smell of Servitude” seguiram-se no alinhamento, todas retiradas de “Codex...”, bem como as seguintes “Teratoid Latex Feudalist” e “Funeral Submission Suite”. Para a recta final do concerto no Stairway, os Grunt escolheram os clássicos editados no distante 2011, no LP de estreia “Scrotal Recall”. Primeiro “Shemale”, logo seguido de “Topless buffet” e um excelente “Goth girls don’t say no”. O encore chegou com “Vassalage Grotesque”, uma das mais longas faixas da discografia da banda, e que com os seus quase seis minutos de duração encerrou esta passagem dos Grunt pelos arredores de Lisboa.

(mais fotografias do evento em breve)

Texto por Vasco Rodrigues
Fotografia por Igor Ferreira
Agradecimentos: Amazing Events