• Facebook
  • Myspace
  • Twitter
  • Google+

Candidata-te

A Metal Imperium encontra-se a recrutar colaboradores para redação de notícias, reviews de álbuns ou entrevistas a bandas.

Quem quiser fazer parte desta equipa poderá candidatar-se contactando-nos por email: metalimperium@gmail.com



Reviews Mais Recentes

Uada - Cult of the Dying Sun


Occultum - In Nomine Rex Inferni


Monolithe - Nebula Septem


Morag Tong - Last Knell of Om


Haunted - Dayburner


Djevel - Blant Svarte Graner


Raw Decimating Brutality - Era Matarruana


Czort - Czarna Ewangelia


Kinetik - Critical Fallout


Dopethrone - Transcanadian Anger


Abhor - Occulta ReligiO


Refuge - Solitary Men


Sevendust - All I See Is War


Black Fast - Spectre of Ruin


Sleep - The Sciences


Tomb Mold - Manor of Infinite Forms


Taphos - Come Ethereal Somberness


Wrath Sins - The Awakening


Judas Priest - Firepower


Bleeding Through - Love Will Kill All


Ihsahn - Àmr


Alkaloid - Liquid Anatomy


Filii Nigrantium Infernalium - "Fellatrix


Amorphis - Queen of Time


Ghost - Prequelle


Angelus Apatrida - Cabaret de la Guillotine


Bleed From Within - Era


Painted Black - Raging Light


Necrobode - Metal Negro da Morte


Pestilence - Hadeon


Tortharry - Sinister Species


Inframonolithium - Mysterium


Somali Yacht Club - The Sea


Dallian - Automata


Total Pageviews

Concertos em Destaque

Tradutor

Entrevistas Mais Recentes



































The Sword vão entrar num hiato

Corte quase fatal no futuro dos The Sword, uma vez que a banda texana anunciou há dias que fará uma pausa, embora tenha lançado ainda em março (...)

Hate Eternal lançam áudio de "Nothingness of Being"

A banda de death metal irá lançar o novo álbum, Upon Desolate Sands, a 26 de outubro através da Season Of Mist. Depois de desvendar (...)

Alterações no alinhamento do Festival Bardoada e Ajcoi

O Festival Bardoada e Ajcoi anunciou a substituição de duas das bandas previamente confirmadas. (...)

Marky Ramone em Portugal no próximo mês

O veterano Marky Ramone tem dois espectáculos marcados para o nosso país, que serão nada mais, nada menos, do que o warm up para o Lisbon Tattoo Rock Fest 2018. (...)

Behemoth lançam nova música "Wolves Ov Siberia"

"Wolves Ov Siberia", o novo vídeo de Behemoth, pode ser visto acima. A música faz parte do próximo álbum da banda, "I Loved You At Your Darkest", (...)


Dia 30 de Setembro, à tarde, o Metalpoint recebe  a quarta edição do Porto Deathfest, que possui uma segunda sessão na noite de 4 de Outubro. A abrir o cartaz do primeiro dia, estarão os Beyond Carnage, vindos de Sintra, que trazem na bagagem o Ep «Profane Sounds Of The Flesh», editado este ano pela Firecum Records. Foram eles os escolhidos, na pessoa de João Colosso, vocalista, para uma entrevista com a Metal imperium.


M.I. - O vosso disco saiu em Junho. Já há um balanço?

Tem sido uma viagem brutal! Temos tido imenso apoio e excelentes avaliações de ezines e outros meios. E o publico também tem dado uma resposta brutal, desde encomendas de cds e merch. Foi uma honra para nós ter essa adesão da malta, e gostaríamos de aproveitar para agradecer a todos os que sentiram o nosso trabalho e nos empurraram para a frente e nos motivaram! O próximo álbum irá existir por vossa causa!


M.I. - Até há pouco davam pelo nome de Extreme Carnage, hoje são Beyond Carnage. Há um óbvio jogo de nomes. Explica isso.

Até há pouco não, há muito já. O nome deve ter mudado uma semana depois de eu ter entrado para a banda, mesmo nos inícios. O jogo de nomes é simples. Exteme Carnage é um conceito limitado, Beyond Carnage pode ser qualquer coisa, é algo que ainda é inobservável, que está para além do que é visível, algo que consideramos ser um nome muito mais forte.


M.I. - A escolha do vosso som, old school death metal, foi pensada ou resultou assim na sala de ensaios?

Foi algo definido logo desde início. Na nossa opinião n se pode navegar sem saber as posições das estrelas, por isso convém ter um objectivo alcançar, se depois, com naturalidade, encontrarmos uma ilha desconhecida também não teremos medo de explora-la, ou seja, apesar de nos contermos no Old School Death Metal, vamos sempre buscando influências variadas a vários outros estilos.


M.I. - Lovecraft é um gosto pessoal, tencionam explorar mais o autor?

Lovecraft é um gosto pessoal meu, e como sou eu que faço as letras achei que era importante inclinar-me nas minhas influências mais base. Achei importante para mim deixar aí no mundo, um tributo ao mestre. Quanto a explorar mais o assunto, acho que é um bocado difícil de fugir, visto que foi o pioneiro de falar das coisas que comparadas com humanos fazem deles insignificantes na existência, o que é um dos terrores primais do Homem. Quanto a referências directas? Penso que não. Vamos partir para outros conceitos, mas vamos continuar um bocado na onda de tributos a coisas que nos fazem sentido, isso sim. 


M.I. - A vossa presença no Deathfest, vai ser quase como uma apresentação oficial do Ep, pelo menos para o Porto. Vão executar na íntegra? Há cartas na manga?

Nós não vemos a nossa música como algo que está estático no que está gravado, acho que faz parte de nós variar, e independentemente de Eps e álbuns que lancemos vamos sempre tocar musicas a mais, quem sabe, até tocaremos musicas que nem chegarão ao álbum e que assim fiquem únicas daquele momento, daquele concerto, entre aquelas pessoas. Tentamos sempre deixar um espaço para o inesperado.


M.I. - Após o Deathfest, quais os planos para Beyond Carnage?

Estúdio! Vamos compor até sair mais um CD! O pessoal ficou com fome e nós ficamos sedentos que nem lobos para trazer mais! As forjas de para além da carnificina vão entrar em funcionamento novamente e mais fortes que nunca!


Entrevista por Emanuel Ferreira