• Facebook
  • Myspace
  • Twitter
  • Google+

Candidata-te

A Metal Imperium encontra-se a recrutar colaboradores para redação de notícias, reviews de álbuns ou entrevistas a bandas.

Quem quiser fazer parte desta equipa poderá candidatar-se contactando-nos por email: metalimperium@gmail.com



Reviews Mais Recentes

Uada - Cult of the Dying Sun


Occultum - In Nomine Rex Inferni


Monolithe - Nebula Septem


Morag Tong - Last Knell of Om


Haunted - Dayburner


Djevel - Blant Svarte Graner


Raw Decimating Brutality - Era Matarruana


Czort - Czarna Ewangelia


Kinetik - Critical Fallout


Dopethrone - Transcanadian Anger


Abhor - Occulta ReligiO


Refuge - Solitary Men


Sevendust - All I See Is War


Black Fast - Spectre of Ruin


Sleep - The Sciences


Tomb Mold - Manor of Infinite Forms


Taphos - Come Ethereal Somberness


Wrath Sins - The Awakening


Judas Priest - Firepower


Bleeding Through - Love Will Kill All


Ihsahn - Àmr


Alkaloid - Liquid Anatomy


Filii Nigrantium Infernalium - "Fellatrix


Amorphis - Queen of Time


Ghost - Prequelle


Angelus Apatrida - Cabaret de la Guillotine


Bleed From Within - Era


Painted Black - Raging Light


Necrobode - Metal Negro da Morte


Pestilence - Hadeon


Tortharry - Sinister Species


Inframonolithium - Mysterium


Somali Yacht Club - The Sea


Dallian - Automata


Concertos em Destaque

Tradutor

Entrevistas Mais Recentes



































The Sword vão entrar num hiato

Corte quase fatal no futuro dos The Sword, uma vez que a banda texana anunciou há dias que fará uma pausa, embora tenha lançado ainda em março (...)

Hate Eternal lançam áudio de "Nothingness of Being"

A banda de death metal irá lançar o novo álbum, Upon Desolate Sands, a 26 de outubro através da Season Of Mist. Depois de desvendar (...)

Alterações no alinhamento do Festival Bardoada e Ajcoi

O Festival Bardoada e Ajcoi anunciou a substituição de duas das bandas previamente confirmadas. (...)

Marky Ramone em Portugal no próximo mês

O veterano Marky Ramone tem dois espectáculos marcados para o nosso país, que serão nada mais, nada menos, do que o warm up para o Lisbon Tattoo Rock Fest 2018. (...)

Behemoth lançam nova música "Wolves Ov Siberia"

"Wolves Ov Siberia", o novo vídeo de Behemoth, pode ser visto acima. A música faz parte do próximo álbum da banda, "I Loved You At Your Darkest", (...)

O Revolver Bar em Cacilhas acolheu a primeira de duas datas nacionais da “Grind Over Europe Tour” que juntou no mesmo cartaz Exhumed, Rotten Sound e Magrudergrind. Só por isso, esta tour, que junta a lendária banda americana (e a sua primeira passagem por Portugal) e a máquina de destruição finlandesa deveria ter levado mais público a ver este concerto. Não foi isso que aconteceu e, embora o Revolver Bar seja um espaço que pode acolher sem problemas 200/ 250 pessoas, foi cerca de meia casa que assistiu a esta noite de death metal e grindcore. No entanto, o publico que lá esteve correspondeu e era notória a satisfação de ambas as partes.


Os americanos Magrudergrind deram inicio às hostilidades com um concerto poderoso. Apesar de serem relativamente desconhecidos de boa parte do público, este trio (não existe baixo, também não faz falta) destilou durante cerca de 30 minutos um arsenal de granadas de grindcore furioso e anárquico. Num set apoiado no seu mais recente disco “Magrudergrind” de 2009 e uma boa interacção com o público, proporcionaram diversas manifestações em frente do palco. Uma potente actuação para esta jovem banda que deve ter deixado muitos dos presentes a pensar em saber mais sobre eles.


Com os Rotten Sound, a história muda de figura. Estes calmos finlandeses, que passaram boa parte da noite na banca do “merchandise”, entraram em palco e fustigaram a plateia com cerca de 45 minutos de puro grindcore, sem grandes interrupções pelo caminho, excepto quando Keijo se dirigia à plateia para agradecer a sua presença ou a dedicar o tema “Superior” aos seus companheiros de estrada Exhumed. Ainda a promover o seu mais recente disco “Cursed” de 2011, Keijo e os seus pares lançaram as suas bombas de fragmentação para o publico que correspondeu à altura, com muitas movimentações. A empatia entre o público e a banda era evidente, sendo visível a boa disposição e sorrisos de parte a parte. São, qualquer sombra de dúvida, uma das grandes bandas do género a nível mundial. Arrisco mesmo a dizer que, se os Napalm Death são os pais do grindcore, os Rotten Sound são um dos seus filhos preferidos.


A banda da noite eram no entanto os Exhumed. Pela primeira vez no nosso país, Matt Harvey e os seus pares estão de volta ainda mais fortes e mais gore, após um hiato de cinco anos. O death metal / goregrind da banda foi o mote para um final de noite muito bem conseguido. No entanto, a sensação que ficou é que o publico se afastou um pouco mais o palco, talvez para poder apreciar melhor a qualidade musical da banda. Com um disco lançado recentemente (“All Guts, No Glory”, de 2011), os Exhumed percorreram a sua já longa carreira, debitando os clássicos que todos queria ouvir, tais como “This axe was made to grind”, “Slaughtercult”, “Consuming Impulse” ou “Necromaniac” que juntamente com os temas do novo disco resultaram num concerto com níveis muito elevados de profissionalismo e boa música.

É sempre bom o nosso país ter oportunidade de poder receber este tipo de espectáculos. No entanto, não se percebe como, à semelhança de outros concertos que têm havido no nosso país, a quantidade de público não tem correspondido e foi com alguma pena que um concerto destes não tivesse mais gente, pois certamente seria muito mais intenso. Os que estiveram presentes de certeza que saíram de lá satisfeitos.

(Para ver mais fotos deste evento, clicar aqui)


Texto por João Nascimento
Fotografia por Pedro Roque

Agradecimentos: Xuxa Jurássica