• Facebook
  • Myspace
  • Twitter
  • Google+

Candidata-te

A Metal Imperium encontra-se a recrutar colaboradores para redação de notícias, reviews de álbuns ou entrevistas a bandas.

Quem quiser fazer parte desta equipa poderá candidatar-se contactando-nos por email: metalimperium@gmail.com



Reviews Mais Recentes

Uada - Cult of the Dying Sun


Occultum - In Nomine Rex Inferni


Monolithe - Nebula Septem


Morag Tong - Last Knell of Om


Haunted - Dayburner


Djevel - Blant Svarte Graner


Raw Decimating Brutality - Era Matarruana


Czort - Czarna Ewangelia


Kinetik - Critical Fallout


Dopethrone - Transcanadian Anger


Abhor - Occulta ReligiO


Refuge - Solitary Men


Sevendust - All I See Is War


Black Fast - Spectre of Ruin


Sleep - The Sciences


Tomb Mold - Manor of Infinite Forms


Taphos - Come Ethereal Somberness


Wrath Sins - The Awakening


Judas Priest - Firepower


Bleeding Through - Love Will Kill All


Ihsahn - Àmr


Alkaloid - Liquid Anatomy


Filii Nigrantium Infernalium - "Fellatrix


Amorphis - Queen of Time


Ghost - Prequelle


Angelus Apatrida - Cabaret de la Guillotine


Bleed From Within - Era


Painted Black - Raging Light


Necrobode - Metal Negro da Morte


Pestilence - Hadeon


Tortharry - Sinister Species


Inframonolithium - Mysterium


Somali Yacht Club - The Sea


Dallian - Automata


Concertos em Destaque

Tradutor

Entrevistas Mais Recentes



































The Sword vão entrar num hiato

Corte quase fatal no futuro dos The Sword, uma vez que a banda texana anunciou há dias que fará uma pausa, embora tenha lançado ainda em março (...)

Hate Eternal lançam áudio de "Nothingness of Being"

A banda de death metal irá lançar o novo álbum, Upon Desolate Sands, a 26 de outubro através da Season Of Mist. Depois de desvendar (...)

Alterações no alinhamento do Festival Bardoada e Ajcoi

O Festival Bardoada e Ajcoi anunciou a substituição de duas das bandas previamente confirmadas. (...)

Marky Ramone em Portugal no próximo mês

O veterano Marky Ramone tem dois espectáculos marcados para o nosso país, que serão nada mais, nada menos, do que o warm up para o Lisbon Tattoo Rock Fest 2018. (...)

Behemoth lançam nova música "Wolves Ov Siberia"

"Wolves Ov Siberia", o novo vídeo de Behemoth, pode ser visto acima. A música faz parte do próximo álbum da banda, "I Loved You At Your Darkest", (...)


Não se pense que "Ascension" é o quarto álbum de originais do duo norte-americano de doom metal. Trata-se de uma compilação de uma demo, "Wisdom Calls For Sacrifice" de 2008 (sem a cover "Echos" dos Pink Floyd) e do EP "Winter Solstice" de 2009, com mais dois temas que nunca antes tinham sido lançados, uma cover dos Pentagram e uma versão ao vivo da "Algiz". Tratando-se uma edição especial e limitada a mil cópias, lançada em digibook A5 no formato CD e também em vinil, pode-se pensar que é a velha táctica de fazer render o peixe, para sacar mais uns trocos aos fãs. No entanto há aqui matéria para que valha a pena o investimento.

Com as primeiras três faixas, ficamos com uma ideia do som da banda nos primórdios, da sua abordagem muito simples e primitiva ao doom metal, com uns ligeiros toques de folk, aqui e ali. Com a já mencionada cover dos Pentagram, temos mais um motivo de interesse, conseguindo capturar o espírito do original, aquela ambiência anos sessenta, meio esquisita devido às drogas que se ingeriu depois do almoço.

Da quinta à oitava faixa temos o EP "Winter Solstice" que goza de uma qualidade sonora superior, mas mesmo assim primitiva, embora as músicas apresentem realmente uma certa ambiência mais stoner do que as anteriores, mesmo assim, a costela doom meio experimental continua bem presente - ouvir a acústica "Let Us Drink Till We Die", com um fantástico espírito folk. A força reside destas músicas reside que as mesmas têm todo o espírito doom (e até um certo espírito progressivo) e a sua duração não passa dos cinco minutos e meio.

A terminar temos o épico "Algiz" ao vivo, numa versão ligeiramente diferente da do álbum, sendo surpreendente a qualidade desta gravação, já que há sempre a tentação para colocar nestas ocasiões faixas ao vivo gravadas mal e javardamente, apenas para fazer número. Também serve como curiosidade para aqueles que pensavam que a banda, sendo um duo, não dava concertos, mas com a ajuda de músicos de sessão, o resultado é fantástico, como se pode comprovar nestes catorze minutos, que voam num instante.

Uma compilação limitada mas que decerto, todos os fãs da banda vão querer agarrar, mostrando parte do passado dos "The Flight Of Sleipnir", que é daqueles que vale apena guardar em casa, em vinil ou em digibook.

Nota: 8/10

Review por Fernando Ferreira