• Facebook
  • Myspace
  • Twitter
  • Google+

Candidata-te

A Metal Imperium encontra-se a recrutar colaboradores para redação de notícias, reviews de álbuns ou entrevistas a bandas.

Quem quiser fazer parte desta equipa poderá candidatar-se contactando-nos por email: metalimperium@gmail.com



Reviews Mais Recentes

Uada - Cult of the Dying Sun


Occultum - In Nomine Rex Inferni


Monolithe - Nebula Septem


Morag Tong - Last Knell of Om


Haunted - Dayburner


Djevel - Blant Svarte Graner


Raw Decimating Brutality - Era Matarruana


Czort - Czarna Ewangelia


Kinetik - Critical Fallout


Dopethrone - Transcanadian Anger


Abhor - Occulta ReligiO


Refuge - Solitary Men


Sevendust - All I See Is War


Black Fast - Spectre of Ruin


Sleep - The Sciences


Tomb Mold - Manor of Infinite Forms


Taphos - Come Ethereal Somberness


Wrath Sins - The Awakening


Judas Priest - Firepower


Bleeding Through - Love Will Kill All


Ihsahn - Àmr


Alkaloid - Liquid Anatomy


Filii Nigrantium Infernalium - "Fellatrix


Amorphis - Queen of Time


Ghost - Prequelle


Angelus Apatrida - Cabaret de la Guillotine


Bleed From Within - Era


Painted Black - Raging Light


Necrobode - Metal Negro da Morte


Pestilence - Hadeon


Tortharry - Sinister Species


Inframonolithium - Mysterium


Somali Yacht Club - The Sea


Dallian - Automata


Concertos em Destaque

Tradutor

Entrevistas Mais Recentes



































The Sword vão entrar num hiato

Corte quase fatal no futuro dos The Sword, uma vez que a banda texana anunciou há dias que fará uma pausa, embora tenha lançado ainda em março (...)

Hate Eternal lançam áudio de "Nothingness of Being"

A banda de death metal irá lançar o novo álbum, Upon Desolate Sands, a 26 de outubro através da Season Of Mist. Depois de desvendar (...)

Alterações no alinhamento do Festival Bardoada e Ajcoi

O Festival Bardoada e Ajcoi anunciou a substituição de duas das bandas previamente confirmadas. (...)

Marky Ramone em Portugal no próximo mês

O veterano Marky Ramone tem dois espectáculos marcados para o nosso país, que serão nada mais, nada menos, do que o warm up para o Lisbon Tattoo Rock Fest 2018. (...)

Behemoth lançam nova música "Wolves Ov Siberia"

"Wolves Ov Siberia", o novo vídeo de Behemoth, pode ser visto acima. A música faz parte do próximo álbum da banda, "I Loved You At Your Darkest", (...)


O Musicbox, em Lisboa, reuniu pela mão da CARC Produções dois nomes norte-americanos que prometiam uma viagem até ao Hard Rock dos anos 70, a todos os que aceitassem a proposta. É certo que não foram muitos, talvez meia centena, mas a missão dos Lecherous Gaze e dos Danava foi perfeitamente cumprida.


A abrir, com um relativo atraso em relação à hora prevista, os Lecherous Gaze foram bem mais que uns “openers”, apesar da sua actuação se ter situado entre os 35 e os 40 minutos. Na voz, que podia ter mais volume, a reencarnação de Joey Ramone dominou o palco, entretendo-se a dar umas cabeçadas no microfone, enquanto virava imperiais a um ritmo bastante respeitável. Juntando ao frontman, um guitarrista altamente virtuoso, com uma guitarra transparente, um baixista com uma t-shirt do Mickey e um baterista que não se limitou a fazer festinhas nos pratos, obtemos uma óptima performance de Hard Rock e Punk descomprometidos, que terminou com o “Ramone” no meio do público aquando da cover de Chuck Berry, «Johnny B. Goode». Em suma, uma nota claramente positiva para este quarteto, que apresentou o seu disco debutante, intitulado «On The Skids».




As hostes haviam já sido abertas, e de que maneira, mas faltavam os Danava. Estes já com mais andamento, como provam os três discos de estúdio, visitados ao longo dos 50 minutos que estiveram sobre o palco do Music Box. Visualmente mais contidos que os seus companheiros de tour, mas de uma qualidade soberba, a banda de Portland ofereceu um espectáculo competentíssimo e muito adulto, assente numa voz (de Dusty Spakles) que, como se ouviu por lá, teria feito melhor trabalho do que o Ozzy no mais recente «13» dos icónicos Black Sabbath – banda que influenciou decisivamente estes Danava. As opiniões valem apenas pelo que são, mas desta forma o leitor ficará com uma ideia mais clara da banda e do concerto a que pudemos assistir. Sem muitas conversas desnecessárias, os temas sucederam-se numa ofensiva superior à que têm em estúdio e, entre todos eles, não faltaram os merecidos aplausos de satisfação. Haveria melhor forma de terminar uma 4ª feira? Dificilmente. É verdade que vem aí Iron Maiden, igualmente a meio da semana útil, mas um mundo à parte não entra para esta contabilidade. 


Texto por Carlos Fonte
Fotografia por Joana Soares
Agradecimentos: Carc Produções