• Facebook
  • Myspace
  • Twitter
  • Google+

Candidata-te

A Metal Imperium encontra-se a recrutar colaboradores para redação de notícias, reviews de álbuns ou entrevistas a bandas.

Quem quiser fazer parte desta equipa poderá candidatar-se contactando-nos por email: metalimperium@gmail.com



Reviews Mais Recentes

Uada - Cult of the Dying Sun


Occultum - In Nomine Rex Inferni


Monolithe - Nebula Septem


Morag Tong - Last Knell of Om


Haunted - Dayburner


Djevel - Blant Svarte Graner


Raw Decimating Brutality - Era Matarruana


Czort - Czarna Ewangelia


Kinetik - Critical Fallout


Dopethrone - Transcanadian Anger


Abhor - Occulta ReligiO


Refuge - Solitary Men


Sevendust - All I See Is War


Black Fast - Spectre of Ruin


Sleep - The Sciences


Tomb Mold - Manor of Infinite Forms


Taphos - Come Ethereal Somberness


Wrath Sins - The Awakening


Judas Priest - Firepower


Bleeding Through - Love Will Kill All


Ihsahn - Àmr


Alkaloid - Liquid Anatomy


Filii Nigrantium Infernalium - "Fellatrix


Amorphis - Queen of Time


Ghost - Prequelle


Angelus Apatrida - Cabaret de la Guillotine


Bleed From Within - Era


Painted Black - Raging Light


Necrobode - Metal Negro da Morte


Pestilence - Hadeon


Tortharry - Sinister Species


Inframonolithium - Mysterium


Somali Yacht Club - The Sea


Dallian - Automata


Concertos em Destaque

Tradutor

Entrevistas Mais Recentes



































The Sword vão entrar num hiato

Corte quase fatal no futuro dos The Sword, uma vez que a banda texana anunciou há dias que fará uma pausa, embora tenha lançado ainda em março (...)

Hate Eternal lançam áudio de "Nothingness of Being"

A banda de death metal irá lançar o novo álbum, Upon Desolate Sands, a 26 de outubro através da Season Of Mist. Depois de desvendar (...)

Alterações no alinhamento do Festival Bardoada e Ajcoi

O Festival Bardoada e Ajcoi anunciou a substituição de duas das bandas previamente confirmadas. (...)

Marky Ramone em Portugal no próximo mês

O veterano Marky Ramone tem dois espectáculos marcados para o nosso país, que serão nada mais, nada menos, do que o warm up para o Lisbon Tattoo Rock Fest 2018. (...)

Behemoth lançam nova música "Wolves Ov Siberia"

"Wolves Ov Siberia", o novo vídeo de Behemoth, pode ser visto acima. A música faz parte do próximo álbum da banda, "I Loved You At Your Darkest", (...)



Nem a fraca adesão inicial do público impediu os Wells Valley de se apresentar em palco à hora prevista. Tema após tema foi pouco o tempo para respirar da carga de energia dispensada pelo trio de Lisboa que ficou responsável por dar o pontapé de partida dos 2 concertos dos Weedeater em Portugal, em Lisboa no dia anterior e, desta vez, na sala 2 do Hard Club, no Porto.

Sobre os Don't Disturb My Circles recaía a maior pressão da noite. A banda (também de Lisboa) não estava originalmente no cartaz e ficou encarregue de substituir os norte-americanos Today Is The Day que foram forçados a adiar a tour europeia. Não será, de todo, injusto afirmar que no primeiro par de temas foi notória essa pressão. O esforço estava presente mas a energia não passava para o lado de cá do palco. Nada que não podesse ser corrigido, tendo a banda conseguido elevar a fasquia após algum tempo de atuação e conquistado o público presente.

Para terminar a noite de sexta-feira a ementa era simples e apelativa - whisky e erva. Os Weedeater subiram ao palco com um ligeiro atraso e puseram de pé um concerto para o qual o dicionário ainda não está, de todo, preparado. O poder incrível da distorção aliado à voz rouca, tratada a Jack Daniels, de "Dixie" Collins conquistaram desde o primeiro segundo a audiência, provavelmente mais nova do que o que seria de esperar. A meio do palco estava o kit de bateria, comandado por um Travis Owen louco que nos fazia duvidar, em diversas situações, se o prato de choque deve de facto ser tocado com a baqueta ou com a sapatilha do pé esquerdo e, no lado oposto ao do mítico vocalista/baixista, um "Shep" Shepherd mais sóbrio e calmo, capaz de equilibrar o tresloucamento digno de um hospital psiquiátrico por parte dos 2 outros músicos. Felizmente ainda ninguém os internou e o trio da Carolina do Norte trouxe à invicta as obrigatórias "God Luck and Good Speed" e "Weed Monkey", só para dar alguns exemplos, num concerto que só pecou pelos 3 quartos de hora de duração, um tempo demasiado curto para todos os que esperavam mais.

Texto por Bruno Correia
Fotografias por Emanuel Correia
Agradecimentos: Goodlife HQ