• Facebook
  • Myspace
  • Twitter
  • Google+

Total Pageviews

Reviews Mais Recentes


Amorphis - Queen of Time


Ghost - Prequelle


Angelus Apatrida - Cabaret de la Guillotine


Bleed From Within - Era


Painted Black - Raging Light


Necrobode - Metal Negro da Morte


Pestilence - Hadeon


Tortharry - Sinister Species


Inframonolithium - Mysterium


Somali Yacht Club - The Sea


Dallian - Automata


Candidata-te

A Metal Imperium encontra-se a recrutar colaboradores para redação de notícias, reviews de álbuns ou entrevistas a bandas.

Quem quiser fazer parte desta equipa poderá candidatar-se contactando-nos por email: metalimperium@gmail.com



Concertos em Destaque

Tradutor

Entrevistas Mais Recentes



































Ghost estreiam duas novas músicas ao vivo

Os Ghost fizeram um inicio "oficioso" da sua próxima digressão mundial no "The Roxy", em Hollywood, Los Angeles, e presentearam os fãs que(...)

Roy Khan confessa que sair dos Kamelot foi a "melhor decisão" que alguma vez tomou

Roy Sætre Khantatat, conhecido como Roy Khan, ou mais conhecido como o antigo vocalista dos Kamelot, falou à italiana SpazioRock (...)

Epica lançam vídeo para “Universal Love Squad”

Os holandeses lançaram recentemente o vídeo para a canção “Universal Love Squad”, sendo possível visualizar o mesmo (...)

Morbid Angel disponibilizam novo vídeo

A banda de death metal Morbid Angel divulgou recentemente um novo vídeo para o tema "Garden Of Disdain", pertencente ao mais recente álbum, "Kingdoms Disdained". (...)

Alice In Chains lançam vídeo para novo single

"The One You Know" é o novo single dos Alice In Chains, que pode ser ouvido no vídeo acima. A faixa faz parte do próximo álbum da banda, (...)


A capa deste trabalho é das coisas mais tenebrosas que já vimos nos últimos anos o que não nos deixa com muito ânimo para a música propriamente dita. O que é pena, porque comparativamente com a capa, a música é uma obra-prima – sem ter necessariamente as qualidades que justifiquem para tal classificação. Este trabalho insere-se na vertente de groove metal, ou por outras palavras, aquele heavy metal raçudo e modernaço que não tem capacidade (ou mais vontade?!para nos dar solos de guitarra e concentram todos os seus esforços nas melodias vocais e nos riffs de guitarra. Neste caso propriamente dito, o resultado não é muito entusiasmante.

Mais do que não ser entusiasmante, é aborrecido. Não apresenta nada digno de nota durante os quarenta e cinco minutos que dura e arrasta-se até ao final sem ter grandes rasgos (ou um que seja) de genialidade. A fusão do rock moderno e musculado com aquele rock sulista que tanto gostamos teria tudo para dar bom resultado mas a verdade é que estas expectativas saem furadas. Nem é questão de dizer que falta isto ou falta aquilo, porque o que falta mesmo são músicas de qualidade superior.

Não é também um daqueles casos em que conforme se vai ouvindo, o trabalho vai crescendo no interior do ouvinte. Na verdade, até o que acontece mesmo é exactamente o contrário. Para tocar como música de fundo enquanto se está a fazer alguma coisa qualquer, embora tal custe a dizer porque realmente é notório o empenho da banda, mas os resultados, esses, ficaram bem aquém desse esforço. Talvez da próxima vez.


Nota: 4.5/10

Review por Fernando Ferreira