• Facebook
  • Myspace
  • Twitter
  • Google+

Total Pageviews

Reviews Mais Recentes


Amorphis - Queen of Time


Ghost - Prequelle


Angelus Apatrida - Cabaret de la Guillotine


Bleed From Within - Era


Painted Black - Raging Light


Necrobode - Metal Negro da Morte


Pestilence - Hadeon


Tortharry - Sinister Species


Inframonolithium - Mysterium


Somali Yacht Club - The Sea


Dallian - Automata


Candidata-te

A Metal Imperium encontra-se a recrutar colaboradores para redação de notícias, reviews de álbuns ou entrevistas a bandas.

Quem quiser fazer parte desta equipa poderá candidatar-se contactando-nos por email: metalimperium@gmail.com



Concertos em Destaque

Tradutor

Entrevistas Mais Recentes



































Ghost estreiam duas novas músicas ao vivo

Os Ghost fizeram um inicio "oficioso" da sua próxima digressão mundial no "The Roxy", em Hollywood, Los Angeles, e presentearam os fãs que(...)

Roy Khan confessa que sair dos Kamelot foi a "melhor decisão" que alguma vez tomou

Roy Sætre Khantatat, conhecido como Roy Khan, ou mais conhecido como o antigo vocalista dos Kamelot, falou à italiana SpazioRock (...)

Epica lançam vídeo para “Universal Love Squad”

Os holandeses lançaram recentemente o vídeo para a canção “Universal Love Squad”, sendo possível visualizar o mesmo (...)

Morbid Angel disponibilizam novo vídeo

A banda de death metal Morbid Angel divulgou recentemente um novo vídeo para o tema "Garden Of Disdain", pertencente ao mais recente álbum, "Kingdoms Disdained". (...)

Alice In Chains lançam vídeo para novo single

"The One You Know" é o novo single dos Alice In Chains, que pode ser ouvido no vídeo acima. A faixa faz parte do próximo álbum da banda, (...)


Dá-nos ideia que a Austrália está a tornar-se no novo Canadá, tal é o número de novas bandas a surgir e dos mais diversos quadrantes. Uma maior oferta supõe (e neste caso até corresponde à verdade) uma maior diversidade mas nem sempre implica maior qualidade. No caso dos Sanzu que chegam ao primeiro álbum com “Heavy Over The Home”, a resposta não é taxativa para muito que se pense como tal já que estamos a falar de uma banda de deathcore. Por incrível que pareça, deixa-nos muito na dúvida antes que tenhamos uma opinião formada e isso logo à partida é um excelente indicativo.

Ter uma banda de um certo e determinado género que consegue superar as limitações desse mesmo género e surpreender é algo que deve ser sempre salientado e louvado. No entanto, esse facto, por si só, não significa ter-se o álbum do ano. E estas duas frases descrevem na perfeição este “Heavy Over Home”. Um álbum que intriga e depois se gosta no entanto, nunca chega a impressionar verdadeiramente, ao ponto de figurar entre as melhores obras da música extrema. O início caótico de “Old Orchard Floor” tem um sabor a black metal que é muito bem vindo (e lamentamos imenso que não apareça mais vezes, mas a onda geral da coisa é o midtempo ameaçador e abrasivo.

É nessa toada que esta estreia se perde um pouco. Não quer dizer que não tenhamos momentos de explosão entre o andamento compassado vingente – “Ubiety” é um bom exemplo – ou até mesmo pequenas maravilhas como a curta instrumental “Awaken”. É apenas uma fórmula que começa a cansar um pouco na segunda metade do disco e que não se consegue revitalizar. Ainda assim, é uma boa surpresa e é um bom nome para se ter em conta. Num futuro próximo, se largarem certos maneirismos pré-estabelecidos, conseguirão dar frutos bem mais interessantes.


Nota: 6.9/10

Review por Fernando Ferreira